Emerson Sheik - ex-jogador do Corinthians

Atacante

Márcio Émerson Passos de Albuquerque

Nome Completo: Márcio Émerson Passos de Albuquerque

Data de Nascimento: 06/09/1978

Idade: 36 anos

Jogos pelo Corinthians: 139

Jogos como Titular: 106

1978-09-06

Jogador de futebol

Male

Scout: 65 Vitórias, 46 Empates e 28 Derrotas

Cartões Amarelos: 41

Cartões Vermelhos: 5

Gols marcados: 22

Média da torcida: 6.26

Biografia

Seu nome original é Márcio, e não Emerson, como ficou conhecido, pois no início de sua carreira, acabou por falsificar os documentos com a finalidade de mentir sua idade (prática muito comum entre jogadores).

No dia 20 de janeiro de 2006 Emerson foi preso por agentes da Polícia Federal no Aeroporto Internacional Tom Jobim na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro quando tentava embarcar para os Emirados Árabes com documentos falsos. Sua certidão de nascimento falsa, que foi usado para emitir o seu passaporte, diz que ele nasceu em 6 de dezembro de 1981 em Nova Iguaçu com o nome Márcio Emerson Passos, mas sua certidão de nascimento original diz que ele nasceu em 6 de setembro de 1978, com o nome Márcio Passos de Albuquerque.

Revelado no São Paulo, Emerson deixou o Brasil em 2000, quando foi jogar no futebol japonês. Por lá permaneceu durante cinco anos, tendo sido artilheiro do Campeonato Japonês de 2004 no Urawa Red Diamonds.

Em 2005, deixou o Japão e foi para o Qatar, onde passou a defender a equipe do Al-Sadd. Foi contratado pelo Rennes, em 2007, mas não conseguiu se firmar na Europa e, com isso, retornou ao Oriente Médio.

Considerado no Oriente Médio como um dos melhores atacantes que já passaram por lá, Emerson fez fama e fortuna enquanto esteve no Qatar. Porém, após passar nove anos fora, Emerson decidiu rescindir contrato com seu clube e retornar ao Brasil.

Desconhecido no Brasil, Sheik passou a defender o Flamengo, no início de 2009. Sem ter pago nenhum valor de transferência por Emerson que pagou do próprio bolso a multa de rescisão com o Al-Sadd, o Flamengo recebeu seu novo atacante com muita expectativa.

Emerson foi bem recebido pelo grupo rubro-negro, que em sintonia com a torcida, o batizou carinhosamente de Sheik. Assim, em pouco tempo o jogador estava apto á estrear com a camisa rubro-negra.

Em sua estreia pelo Flamengo, em uma partida contra o Fluminense, já na reta final da Taça Rio, Emerson marcou seu primeiro gol. Recuperando sua melhor forma física e destacando-se nos treinos, Emerson acabou conquistando a vaga de titular nas finais do Carioca de 2009.

Por volta da 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, porém, Emerson recebeu uma proposta irrecusável do Al Ain dos Emirados Árabes, e já tendia a sair do Flamengo, que também não via com maus olhos a sua negociação em virtude da multa empreendida.

No dia 17 de agosto a diretoria do Flamengo anunciou sua ida para o Al Ain, dos Emirados Árabes pelo valor de 2 milhões (cerca de R$ 5,2 milhões). No entanto no dia seguinte a diretoria do Flamengo anunciou oficialmente a recusa da proposta do clube dos Emirados Árabes. O departamento de futebol do clube entendeu que o valor oferecido não satisfaz os interesses do clube.

Em 27 de agosto, porém, Emerson não compareceu ao treino na Gávea[carece de fontes]. O jogador já havia se reunido com diretoria rubro-negra pedindo para ser liberado horas antes da partida contra o Fluminense no dia anterior, pela Copa Sul-Americana, onde Flamengo foi eliminado após empate por 1x1. Emerson acertou sua saída para o Al Ain.[1] O Sheik se transferiu para o Al Ain antes do término do Campeonato Brasileiro, porém teve grande participação e importância na conquista do sexto título nacional para o Flamengo.

Na sua estreia no Al Ain Emerson marcou dois gols e o time venceu nos pênaltis por 5x4 o time do Al-Ahli e conquistou o título da Supercopa dos Emirados Árabes.

No meio da temporada de 2010 Emerson acertou o seu retorno ao brasil dessa vez pelo Fluminense. Logo na sua estreia marcou um gol no empate no clássico contra o Botafogo e no jogo contra o Atletico-PR tambem deixou sua marca.

Porém, na noite do dia 20 de abril de 2011, Emerson foi afastado do clube pelo próprio presidente que se irritou com o jogador que cantou um funk do maior rival, o Clube de Regatas do Flamengo, no ônibus do Fluminense a caminho de uma decisão contra o Argentinos Juniors pela Libertadores.

Em 18 de maio de 2011, acertou sua ida para o Corinthians, sendo apresentado oficialmente alguns dias depois.

No Corinthians, Sheik conquistou o Campeonato Brasileiro de 2011, a Libertadores da América de 2012 (quando fez dois gols na final contra o Boca Juniors), o Mundial de clubes de 2012, o Paulistão de 2013 e a Recopa de 2013.

Sheik saiu do Timão em Abril de 2014 quando foi para o Botafogo.

Últimas atuações pelo Corinthians

  • Municipal Paulo Machado de Carvalho

    Paulista 2014

    Corinthians Corinthians 2 versus 3 São Paulo São Paulo

    veja mais
  • Gilberto Siqueira Lopes

    Paulista 2014

    Corinthians Corinthians 4 versus 0 Linense Linense

    veja mais
  • Romildo Vitor Gomes Ferreira

    Paulista 2014

    Corinthians Corinthians 1 versus 1 Mogi Mirim Mogi Mirim

    veja mais
  • Municipal Paulo Machado de Carvalho

    Paulista 2014

    Corinthians Corinthians 0 versus 2 Bragantino Bragantino

    veja mais
  • Municipal Paulo Machado de Carvalho

    Paulista 2014

    Corinthians Corinthians 0 versus 2 Bragantino Bragantino

    veja mais

Outros Atacantes que atuam ou atuaram pelo Corinthians

Como foi o Emerson Sheik jogando no Corinthians?

  • 1000 caracteres restantes
veja mais fechar

Mais ex-jogadores

Coelho

Nome: Dyego Rocha Coelho Posição: Lateral Direito