Meu Timão

Corinthians gasta fortuna com salários de jogadores emprestados

Souza ainda ganha 100 mil, todo mês, do Corinthians

Souza ainda ganha 100 mil, todo mês, do Corinthians

Se não bastasse a alta folha salarial do elenco corintiano, a diretoria arca com algo perto de R$ 400 mil, conforme apurou o MARCA BRASIL, com vencimentos de atletas emprestados a outros clubes. É o salário do meia Alex, principal contratação do Timão na temporada, para os rivais. A mais alta quantia paga é R$ 100 mil dos R$ 170 mil de salário do atacante Souza, do Bahia – clube adversário do Timão, hoje, às 16h, no Pacaembu, pelo Brasileirão .

O Corinthians já estuda formas de como aliviar o alto gasto para a próxima temporada para que não inviabilize futuras negociações e não seja necessário vender atletas.“Temos um alto gasto realmente. Já estamos avaliando como podemos diminuir esse alto gasto. É uma decisão que precisa ser muito estudada. E servir de lição para outras contrações, para que depois a gente não tenha que emprestar porque não deu certo no time”, avaliou Edu Gaspar, gerente de futebol do Corinthians. Para não expor o alto gasto, a diretoria corintiana não quis revelar o exato valor pago para atletas emprestados.

Além de Souza, o meia Lulinha está no Bahia emprestado pelo Corinthians e ainda recebe parte de seus vencimentos do clube paulista. Lulinha, com salário de aproximadamente R$ 100 mil, recebe 75% (R$ 75 mil) do Timão. Já o lateral-esquerdo Dodô do Timão, o clube baiano arca com todas as despesas. Os três tricolores, no entanto, não poderão jogar nesta tarde por conta de uma cláusula que os impede de enfrentar o clube paulista.

“Emprestamos o jogador por vários casos. Ou para ganhar experiência ou para que ele fique atuando e não encostado no Corinthians. Com ele jogando e indo bem, como o Edno, na Portuguesa, é mais fácil arrumar algum clube para comprá-lo. E, como ainda pagamos parte dos salários, colocamos no contrato que eles não podem jogar contra a gente”, enfatizou Duílio Monteiro Alves, diretor adjunto do Corinthians.

Edno é um caso que fomenta expectativas da diretoria. Pela excelente campanha da Portuguesa na Série B e o bom desempenho do atacante, com 11 gols marcados, é grande a chance de negociá-lo em breve e amortizar os R$ 80 mil mensais que o Timão ainda paga para o atleta. A Lusa arca com mais R$ 50 mil para contar com o jogador.

Os outros atletas emprestados que o Corinthians ainda, de alguns deles, paga parte dos salários são: Marcelo Oliveira, no Atlético-PR; Diego Sacoman, no Ceará; Rafael Santos, no Avaí; e Bill no Coritiba. Na Série B, são três na Portuguesa: Renato, Boquita e Edno. Na Argentina, Defederico está no Independiente.

Fonte: Marca Brasil

Algum desses merecia voltar pro Corinthians?

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes
veja mais fechar

Mais notícias

Tite muda esquema e Timão vai com dois atacantes contra o Bahia

Em busca da reabilitação no Brasileiro, o Corinthians enfrenta neste domingo o Bahia, no Pacaembu.