Meu Timão

Dirigente diz que Naming Rights da Arena Corinthians pode sair a qualquer momento

Arena Corinthians em fevereiro de 2013

Arena Corinthians em fevereiro de 2013

O torcedor corintiano deve receber uma excelente notícia nos próximos dias: o ex-presidente do clube, Andrés Sanchez, tem conversações avançadas com uma empresa disposta a adquirir os naming rights da Arena Corinthians. O valor negociado é inferior aos R$ 400 milhões exigidos pela diretoria alvinegra.

"O acordo pode ser fechado a qualquer momento", reconhece um dirigente próximo a Mario Gobbi. O assunto é tocado exclusivamente por Andrés desde o começo do ano, quando Luiz Paulo Rosenberg se licenciou da vice-presidência.

O nome da futura parceira alvinegra na Arena Corinthians é mantido sob absoluto sigilo. “Até gente da diretoria de futebol ainda não está sabendo direito do acordo. Vamos esperar a assinatura do contrato para dividir a notícia com todo mundo”, acrescenta.

O dinheiro dos naming rights não poderia vir em melhor hora. Afinal, o clube ainda não recebeu os R$ 400 milhões do financiamento, tampouco os R$ 320 milhões dos CIDs.

Visita...
Entre uma reunião e outra para tratar da venda dos naming rights, Andrés Sanchez almoçou na terça-feira com o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

...diplomática
Coincidência ou não, após o encontro com Andrés, Lula discutiu com amigos fórmulas para ajudar a tirar os 12 corintianos da cadeia em Oruro, na Bolívia. Há quem acredite que o prestígio de Lula pode contribuir para os torcedores, pelo menos, responderem ao processo em liberdade.

Rompidos
Lula, porém, ainda não sabe como ajudar. Tudo porque Evo Morales, presidente da Bolívia, deixou de ser seu aliado desde 2008, devido a uma crise diplomática por causa de gás.

Fonte: diario sp

felipesccp

ENVIADA POR:
felipesccp

199 notícias enviadas

177 amigos

1458 comentarios

ver perfil

Quer colaborar com o Meu Timão?

Envie uma notícia

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes
veja mais fechar

Mais notícias

No melhor momento da carreira, Guerrero iguala média de Tevez no Corinthians

Paolo Guerrero nunca fez tantos gols em sua carreira como está fazendo agora no Corinthians.