Meu Timão

Promotor boliviano vem ao Brasil para ouvir depoimento de menor

Em viagem à Bolívia na semana passada, o ministro da Justiça do Brasil, José Eduardo Cardozo, conseguiu importantes avanços em defesa dos 12 brasileiros presos em Oruro. O primeiro passo acontece ainda nesta semana, quando o fiscal boliviano Alfredo Santos Canaviri chega ao Brasil para ouvir o depoimento do menor H.A.M., de 17 anos, autor confesso do disparo do artefato que causou a morte do jovem Kevin Beltrán Espada.

José Eduardo Cardozo também conseguiu a garantia do Governo e da Polícia da Bolívia que os 12 corinthianos detidos terão um processo justo, dentro das leis locais. Além disso, em outro acordo firmado na viagem, foi aceita a possibilidade de uma perícia internacional, feita por um país neutro, caso pairem dúvidas sobre o processo.

Os avanços conseguidos em prol dos torcedores presos são os primeiros frutos da atuação conjunta entre Corinthians e Ministério da Justiça, em estratégia traçada há duas semanas quando o presidente Mário Gobbi foi a Brasília encontrar o Ministro José Eduardo Cardozo.

Fonte: Site Oficial do Corinthians

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes
veja mais fechar

Mais notícias

No caminho do Corinthians, Vélez bate Newells e tem vantagem

Em duelo estremamente disputado envolvendo dois dos principais times argentinos da atualidade, o Vélez Sársfield conseguiu bater o Newells Old Boys fora de casa nesta quarta-feira, por 1 a 0, no...