FIFA produz mini documentário oficial sobre as conquistas do Corinthians

Publicado nesta segunda, o documentário da FIFA estuda o poder do Corinthians e sua trajetória para a conquista da Libertadores
Tite foi um dos entrevistados pela FIFA no vídeo sobre a conquista

Tite foi um dos entrevistados pela FIFA no vídeo sobre a conquista

Foto: Reprodução Youtube

Divulgado nesta segunda, o documentário da FIFA estuda o poder do Corinthians e sua trajetória para a conquista da Libertadores. Publicado no canal oficial da instituição no Youtube, a descrição do vídeo trazia: "O Clube de futebol mais rico do Brasil ganhou de a Clubes da FIFA Copa do Mundo do ano passado, depois de afirmar sua primeira Copa Libertadores da história. O que os torna tão especial?".

Com a proposta de responder essa pergunta, o vídeo relembra a trajetória do Mundial, a primeira conquista da Libertadores e entrevista protagonistas como Sheik e Tite que exaltaram acima de tudo a torcida e toda a organização do Corinthians.

A passagem de Ronaldo pelo time também é comentada, assim como a construção do CT de alto nível e o o trabalho de marketing realizado nos últimos anos, que se tornaram os marcos mais importantes dessa transformação, que elevou o Corinthians ao patamar de clube mais rico do Brasil.

Clique para assistir o vídeo no canal oficial da Fifa no Youtube.

FIFA produz mini documentário oficial sobre as conquistas do Corinthians FIFA produz mini documentário oficial sobre as conquistas do Corinthians 0

Veja Mais:

  • Tite revelou nomes de jogadores de maneira bem descontraída

    Tite não esboça time, mas confirma oito nomes na equipe contra o São Paulo

    ver detalhes
  • Tevez não vai jogar no Corinthians

    [Marco Bello] Tevez não vai jogar no Corinthians

    ver detalhes
  • No placar agregado, Santa Fe venceu bolivianos por 6 a 1

    Santa Fe confirma favoritismo e integra grupo do Corinthians na Libertadores

    ver detalhes
  • O misterioso samurai do placar

    [Walter Falceta] O misterioso samurai do placar

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes