Meu Timão

Maestro voltou! Em boa fase, Douglas vira líder no Timão e revê palco de 'show' neste domingo

Douglas brilhou na goleada por 3 a 0 sobre o Flamengo, no Engenhão. Tem repeteco?

Douglas brilhou na goleada por 3 a 0 sobre o Flamengo, no Engenhão. Tem repeteco?

O assunto da última semana foi Ganso. Se a briga pelo novo maestro são-paulino esquentou os bastidores entre Santos e São Paulo, no Corinthians a presença de um meia-armador cerebral não tem sido problema faz tempo.

Após um início ruim em sua volta ao Timão no primeiro semestre, Douglas está fazendo jus ao apelido de Maestro. Curiosamente, a retomada do meia no clube começou no mesmo Engenhão, palco do duelo deste domingo, contra o Botafogo, às 16h, com transmissão em tempo real completo no Lancenet!.

Há exatos 68 dias, o técnico Tite deu início à prometida sequência de jogos que Douglas tanto pedia, com a saída de Alex para o Qatar. E a resposta foi imediata. O meia anotou dois gols na vitória sobre o Flamengo, por 3 a 0, no Engenhão.

De lá para cá, a regularidade cobrada pela comissão técnica, enfim, aconteceu. Jogador que mais atuou pelo Corinthians neste Campeonato Brasileiro ?' 23 no total ?' o camisa 10 precisou se adaptar ao esquema tático para render.

Acostumado a apenas criar jogadas, ele teve de entrar nos 'moldes'? da equipe e aprender a marcar. Tanto se adaptou que, hoje, é o quarto maior ladrão de bolas do time, com 35 desarmes no total ?' em média, com 1,5 por jogo, é o sexto.

A presença frequente em campo também o fez resgatar um status que tinha na primeira passagem pelo clube, entre 2008 e 2009, parte dela com Ronaldo: o de líder. Cada vez conselheiro, Douglas se destaca no papel nos momentos mais críticos. Como no clássico contra o Palmeiras, logo após o gol de Romarinho. Foi o primeiro a proteger o atacante na confusão e a servir como escudo.

?' É um jogador experiente. Tem esse lado de organizar a equipe e a palavra de liderança. Gesticula, posiciona-se perante ao grupo... É um líder técnico que temos no grupo ?' afirma Cleber Xavier, auxiliar técnico de Tite há alguns anos.

Líder e maestro, Douglas volta ao Engenhão, dois meses depois, com a imagem recuperada. Hoje, quem tem Douglas, precisa de Ganso?

Perda de peso e filha fizeram diferença

Douglas estreou pelo Corinthians no dia 12 de fevereiro, quando atuou por sete minutos no clássico contra o São Paulo, no Pacaembu. Sua forma física assustou a comissão técnica, que chegou a barrá-lo até do banco de reservas três dias depois, na estreia do Timão pela Libertadores, diante do Deportivo Táchira (VEN), na Venezuela.

Em alguns períodos, ele passou a fazer treinos extras com o preparador físico Fábio Mahseredjian. Mesmo sem condições plenas, era escalado desde o começo na equipe reserva que atuava pelo Paulistão , enquanto os titulares eram preservados para a Libertadores. O jogador começou a reclamar da falta de sequência com o time principal, pois só entrava nos minutos finais.

Pararelo à vida profissional, o jogador e sua mulher curtiam uma nova gravidez. No dia 9 de julho, cinco dias após a conquista da América, nasceu Maria Luiza, que o deixou mais família e tranquilo fora de campo. E Douglas virou titular com a venda do então dono da posição Alex para o Al-Gharafa.

Depois disso, o Corinthians chegou a divulgar que o jogador já havia perdido mais de cinco quilos desde sua reestreia pelo Timão.

Outro aspecto que o deixou mais feliz foi usar a camisa 10, com a qual fez sucesso na primeira passagem, em 2009. Quando ele foi contratado, a 10 estava com Adriano e depois passaria para Marquinhos na Libertadores. O Maestro era o camisa 15, mas 'recuperou'? o número.

LANCE!-FOOTSTATS NO BR-12

Partidas > 23
Gols > 3
Assistências > 4
Desarmes* > 1,5
Finalizações* > 1,2
Lançamentos* > 3,2

*Números em média

Fonte: Lancenet

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes
veja mais fechar

Mais notícias

Corinthians entra na briga pra contratar Lucca, do Tigre

O gerente de futebol do clube, Rodrigo Pastana, revelou que o garoto Lucca é o novo alvo de times como Corinthians e Flamengo.