'O clima no Corinthians é melhor do que eu imaginava', por Danilo Augusto

Danilo Augusto

Corinthiano e programador dedicado que tem um orgulho imenso de ter criado essa comunidade chamada Meu Timão.

ver detalhes

O clima no Corinthians é melhor do que eu imaginava

Coluna do Danilo Augusto

Opinião de Danilo Augusto

50 mil visualizações 152 comentários Comunicar erro

O clima no Corinthians é melhor do que eu imaginava

Tite observando o treino do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Lembram o que sentíamos 40 dias atrás, após a conquista do hexa, a goleada histórica de 6 a 1 no São Paulo e o recorde de pontos conquistados no Brasileirão? Lembro que várias vezes aqui no site nós usamos a chamada "2016 promete...", projetando um time muito forte, com o melhor elenco do Brasil, jogando a Libertadores da mesma forma brilhante que jogou durante o Campeonato Brasileiro.

Mas aí chegou 2016, e em questão de uma semana perdemos quatro titulares. Foi triste, deu dó. Alguns tiveram pena, outros raiva, mas todos os corinthianos sentiram algo. Várias baixas importantes no elenco podem desanimar parte da torcida, mas não desanimaram, nem de longe, o elenco que permaneceu no time.

Nesta quinta-feira assisti ao treino do Corinthians em Orlando e reparei que o clima é bem agradável, todos se esforçando no gramado. Tite parece ter optado por enxergar o "desmanche" de outra forma, como um desafio de retomar o bom futebol de 2015 com um elenco mais modesto.

Os reforços parecem animados por mostrar futebol, tiram fotos, ouvem e observam tudo e começam a aprender como é jogar no Timão. No final da atividade, o treinador deu uma entrevista coletiva, evitou falar de reforços e saídas de jogadores e manteve o tempo todo o bom humor, chegou a imitar o coitado do Gil, que sempre sofre com turbulências em voos mais longos.

Quando vejo tudo isso, penso em 2015. Tite tinha acabado de chegar e pouca gente acreditava que terminaríamos o ano jogando da forma que jogamos. Talvez 2016 não seja tão diferente.

Não escondo que admiro demais o trabalho do nosso treinador e penso que, se ele está calmo, devemos ter mais confiança. Talvez demore um pouco para o time encaixar. Na entrevista, ele contou que a ideia dele é experimentar o Rodriguinho no lugar do Renato Augusto e, se não der certo, pode mudar de tática e sair do 4-1-4-1.

O fato é que, o clima no Corinthians parece muito mais de renovação do que o de o fim de uma era. Tomara que a torcida tenha paciência e enxergue isso da mesma maneira.

Coluna do Danilo Augusto

Por Danilo Augusto

Corinthiano e programador dedicado que tem um orgulho imenso de ter criado essa comunidade chamada Meu Timão.

O que você achou do post do Danilo Augusto?