Presidente não garante Tite no Corinthians em 2016

Marco Bello

Setorista do Corinthians desde 2009 pela Rádio Transamérica, Marco Bello acompanha o dia a dia do clube

ver detalhes

Presidente não garante Tite no Corinthians em 2016

Coluna do Marco Bello

Opinião de Marco Bello

15 mil visualizações 214 comentários Comunicar erro

Presidente não garante Tite no Corinthians em 2016

Presidente disse que torce por Dunga e espera continuar com Tite, mas não garante o treinador

Foto: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

Qual o melhor treinador do Brasil na atualidade?

Esta pergunta é facilmente respondida por qualquer um dos mais de trinta milhões de corinthianos do Brasil. A resposta óbvia, Tite, sem dificuldade alguma.

Mas estranhamente não é tão simples assim a resposta daquele que escolheu Tite para comandar o clube em 2015. Do homem que paga o salário do técnico, que o conhece bem, e que, talvez, saiba qual será seu futuro.

Perguntei ao presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, qual o melhor treinador do país na atualidade, e a resposta foi:

- Podem existir outros treinadores. O momento é do Tite, pelo relacionamento que ele tem conosco, tudo isso é levado em conta. Se eu falar pra você agora que não tem outro treinador melhor e amanhã vem outro treinador, você vai falar isso pra mim: 'Pô, você falou que o Tite era o melhor...' Então eu prefiro falar que acho melhor aquele que trabalha pra mim. E por isso eu continuo achando o Tite o melhor treinador do Brasil.

Por causa desta resposta confusa, perguntei ao presidente se há algum medo de um convite da CBF para Tite dirigir a seleção em caso de fracasso do time de Dunga nestes próximos jogos contra Argentina e Peru:

- Não estou preocupado com essa situação, porque ela ainda não aconteceu. Caso venha a acontecer, quem tem que resolver é o Tite. Não sou eu que vou resolver por ele. Eu estou bem tranquilo, aguardando e torcendo para o Dunga.

O presidente já disse em várias oportunidades que conversará com a comissão técnica para acertar os reforços para o ano que vem. Será que essas conversas garantem Tite para a pré-temporada 2016?

- Eu estou falando isso hoje, mas amanhã eu posso ser chamado e ser surpreendido com qualquer outra notícia. Não é porque estou falando isso, que eu já conversei com o Tite, de forma nenhuma. Ainda não tem nada conversado de assunto nenhum.

E por fim, quando Tite foi contratado em dezembro de 2014, foi falado que havia um acordo de três anos entre as partes, mas sem multa contratual em caso de rompimento de qualquer lado. Perguntei ao presidente qual a chance de Tite ficar mais dois anos a frente do clube:

- Eu não posso te assegurar, mas espero que sim. Não posso assegurar, se os planos mudarem e ele quiser sair não tem problema nenhum. É um direito que ele tem e não é o Corinthians que vai 'podar' a sua ida à seleção brasileira ou qualquer outra situação. Mas continuo dizendo que acredito que o Tite possa ficar conosco.

Após esta entrevista com o presidente do Timão, conversei com pessoas ligadas ao treinador, que garantiram não haver qualquer pré-acordo entre Tite e a CBF. O treinador não conversou, não foi procurado, não pensa no momento em deixar o clube para dirigir a seleção.

Mas a reticência do presidente pode indicar que Roberto de Andrade tem alguma informação dos bastidores da CBF. Ou será uma intuição?

A verdade é que caso a seleção de Dunga passe vergonha nas partidas contra Argentina e Peru, o torcedor do Corinthians vai ter que se preparar. Tite é o primeiro nome para substituí-lo na CBF.

Afinal, ao contrário do presidente do Timão, o mandatário máximo da CBF não terá qualquer dúvida ao ser perguntado sobre qual o melhor treinador do Brasil.

Coluna do Marco Bello

Por Marco Bello

Marco Bello é jornalista, apresentador e repórter da Rede Transamérica de Rádio, setorista do Corinthians desde 2009

O que você achou do post do Marco Bello?