Mulheres e crianças são proibidas na invasão da Fiel em São Januário

Marco Bello

Setorista do Corinthians desde 2009 pela Rádio Transamérica, Marco Bello acompanha o dia a dia do clube

ver detalhes

Mulheres e crianças são proibidas na invasão da Fiel em São Januário

Coluna do Marco Bello

Opinião de Marco Bello

5.6 mil visualizações 60 comentários Comunicar erro

Mulheres e crianças são proibidas na invasão da Fiel em São Januário

Caravana da organizada não terá mulheres e crianças no Rio de Janeiro

Foto: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

A torcida do Corinthians prepara uma verdadeira invasão ao Rio de Janeiro para o jogo desta quinta-feira contra o Vasco da Gama. Nada comparado, claro, ao que aconteceu no Maracanã em 1976 ou mesmo em 2000.

Em 76, na fase semifinal do Campeonato Brasileiro, cerca de 70 mil corinthianos estiveram no estádio para acompanhar a classificação da equipe diante do Fluminense. Já em 2000, na final do primeiro Mundial de Clubes da Fifa no mesmo Maracanã, mais de 30 mil fiéis comemoraram o título em cima do Vasco da Gama.

Desta vez, o palco será mais modesto. São Januário, mesmo com a ampliação obtida nos últimos dias, comportará 21.880 torcedores no total. Destes, por um acordo entre os clubes, cerca de 2 mil serão corinthianos.

As entradas para a Fiel foram repartidas entre sócios-torcedores com mais pontos e membros de torcidas organizadas. Gaviões da Fiel, Pavilhão 9, Camisa 12, Coringão Chopp e Fiel Macabra receberam ingressos. Para a Gaviões, maior organizada do clube, foram liberados 1200 ingressos no total.

E a torcida prepara a saída de 25 ônibus para o Rio de Janeiro. Sairão de São Paulo na quinta-feira por volta do meio-dia e chegarão perto do horário do jogo.

Mulheres e crianças foram proibidas de comprar ingressos da torcida, por causa da periculosidade da partida. Há uma cooperação entre as organizadas do Vasco da Gama e do Palmeiras, e durante a semana várias ameaças foram feitas aos torcedores do Corinthians que forem ao Rio.

Alguns torcedores irão em carros particulares, mas não passarão de cem automóveis, também por questão de segurança. Todos irão ao mesmo tempo pela Via Dutra, rodovia que liga as duas cidades.

Após a partida, em caso de título, o plano dos torcedores é invadir a madrugada carioca, principalmente na região de Copacabana, onde fica o hotel em que os jogadores do Timão estarão hospedados.

A delegação do Corinthians volta do Rio de Janeiro em vôo fretado na sexta-feira, e tem previsão de chegada às 15hs no aeroporto de Guarulhos.

Para os torcedores que ficarem em São Paulo, a principal organizada do Corinthians preparou uma festa na quadra, que começará às 20 horas da quinta e não tem previsão de término.

Com o título, provavelmente a torcida emende até o domingo de clássico contra o São Paulo em Itaquera.

Coluna do Marco Bello

Por Marco Bello

Marco Bello é jornalista, apresentador e repórter da Rede Transamérica de Rádio, setorista do Corinthians desde 2009

O que você achou do post do Marco Bello?