Caixa deve voltar à camisa do Corinthians nos próximos dias

Marco Bello

Setorista do Corinthians desde 2009 pela Rádio Transamérica, Marco Bello acompanha o dia a dia do clube

ver detalhes

CAIXA deve voltar à camisa do Corinthians nos próximos dias

Coluna do Marco Bello

Opinião de Marco Bello

59 mil visualizações 187 comentários Comunicar erro

CAIXA deve voltar à camisa do Corinthians nos próximos dias

Negociações estão avançadas para o retorno do banco estatal

Foto: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

O Corinthians e a Caixa Econômica Federal estão em fase final de negociação para o retorno do nome do banco estatal à camisa do futebol profissional do clube.

A Caixa foi patrocinadora master do Timão entre novembro de 2012 e fevereiro de 2016.

No final do ano passado, a diretoria do banco e o departamento de marketing do Corinthians se desentenderam sobre os valores para a renovação.

A Caixa queria manter o valor de R$ 30 milhões por ano para o patrocínio do peito e das costas do uniforme.

Já o Corinthians queria um aumento de cerca de R$ 10 milhões anuais, ou então a liberação da parte de trás da camisa.

O acerto está sendo feito com a alta cúpula do banco, em Brasília. O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, é quem está à frente das negociações por parte do clube.

A tendência é que a Caixa mantenha o valor que era pago, de R$ 30 milhões anuais, mas apenas pela parte principal da camisa.

Assim o Corinthians poderia vender os espaços das costas e da barra, aumentando assim o faturamento total.

A estimativa do clube é chegar a quase R$ 70 milhões anuais com todos os patrocínios do uniforme.

A negociação do patrocínio do uniforme não tem nenhuma ligação com a negociação sobre os Naming Rights da Arena Corinthians.

Coluna do Marco Bello

Por Marco Bello

Marco Bello é jornalista, apresentador e repórter da Rede Transamérica de Rádio, setorista do Corinthians desde 2009

O que você achou do post do Marco Bello?