Fiel Torcedor será dividido por setores do estádio

Marco Bello

Setorista do Corinthians desde 2009 pela Rádio Transamérica, Marco Bello acompanha o dia a dia do clube

ver detalhes

Fiel Torcedor será dividido por setores do estádio

Coluna do Marco Bello

Opinião de Marco Bello

40 mil visualizações 228 comentários Comunicar erro

Fiel Torcedor será dividido por setores do estádio

Fiel Torcedor será dividido por setores do estádio

Foto: Daniel Augusto/ Agência Corinthians

No próximo dia 16 de abril o diretor de marketing do Corinthians, Marcelo Passos, ao lado do presidente Roberto de Andrade, anunciará mudanças no programa Fiel Torcedor, como adiantado semana passada nesta coluna.

E as mudanças não serão pequenas. Hoje o programa é dividido em três módulos: Minha Vida, Minha História e Meu Amor. O Fiel Torcedor foi pensado para o estádio do Pacaembu, pois quando o programa nasceu não havia ainda a ideia da construção da Arena em Itaquera.

Por isso, a principal alteração será a criação de novos planos para cada setor do novo estádio do Timão. O setor Leste Inferior terá um plano específico, o setor Oeste terá outro, etc.

No mesmo dia, o presidente do Corinthians também anunciará o início das vendas das cadeiras cativas no estádio, as chamadas PSL, e os camarotes corporativos. Haverá cadeiras cativas no setor oeste superior, mas também haverá PSLs no oeste inferior, hoje o setor mais caro do estádio, e portanto o mais vazio. Assim a diretoria planeja preencher uniformemente todos os setores da Arena.

As vendas serão por pacotes de uma, duas ou três temporadas. Os camarotes tem como público-alvo as empresas. Empresários já estão sendo convidados para visitar os espaços, que comportam até 15 pessoas. Alguns camarotes já estão reservados, mas a partir do dia 16, o clube planeja acelerar as vendas para aumentar o faturamento.

A diretoria de marketing também está negociando com empresas os patrocínios complementares para a camisa do time, mas este anúncio não deve acontecer ainda na primeira fase da Libertadores. O dinheiro destes patrocínios será utilizado para o pagamento das dívidas de direitos de imagens dos jogadores. Lembrando que, apenas depois destes pagamentos, a diretoria se reunirá com os atletas em final de contrato para discutir as renovações.

Coluna do Marco Bello

Por Marco Bello

Marco Bello é jornalista, apresentador e repórter da Rede Transamérica de Rádio, setorista do Corinthians desde 2009

O que você achou do post do Marco Bello?