Com bom retorno após a Copa América, Corinthians terá sequência com três desafios

Rafael Bianco

Rafael Bianco é estudante de jornalismo na Cásper Líbero e apaixonado pelo Corinthians. Com paixão herdada pela família, acompanha o dia a dia do clube em busca de informações e números do Timão.

ver detalhes

Com bom retorno após a Copa América, Corinthians terá três desafios para mostrar que evoluiu

Coluna do Rafael Bianco

Opinião de Rafael Bianco

9.6 mil visualizações 32 comentários Comunicar erro

Com bom retorno após a Copa América, Corinthians terá três desafios para mostrar que evoluiu

Elenco do Corinthians terá três desafios pela frente para mostrar a evolução da equipe

Foto: Danilo Fernandes/Meu Timão

O técnico Fábio Carille foi bastante criticado por não encontrar uma maneira efetiva do Corinthians jogar até a metade da temporada, prometendo uma grande evolução durante a parada para a Copa América.

Com algumas dúvidas por conta dos três amistosos realizados nos período, os três confrontos seguintes, já válidos por competições importantes, mostraram uma melhora significativa da equipe com relação ao que vinha sendo apresentado anteriormente.

Nos dois jogos pelo Campeonato Brasileiro, contra CSA e Flamengo, além da partida pela Copa Sul-Americana, contra o Montevideo Wanderers, o Corinthians foi capaz de mostrar mais movimentação e se impor, conquistando duas vitórias e um empate, em um saldo relativamente positivo.

A equipe, que antes era a que menos finalizava no Brasileirão, passou a ser justamente a que mais chutou a gol nessas duas primeiras rodadas do segundo semestre. O grande problema a ser solucionado está ainda justamente na efetividade, já que o número de gols ainda é muito baixo, tendo marcado nove gols em dez jogos, a terceira pior marca do campeonato.

Dessa forma, o grande desafio do Corinthians começa a partir deste domingo. Depois das três partidas em casa, o Corinthians faz três jogos fora, visitando o Fortaleza, o próprio Wanderers, e na sequência, recebe o Palmeiras.

No primeiro confronto, o Timão se vê obrigado a buscar pelo menos um ponto fora de casa para não se distanciar dos líderes e se manter no alcance da zona de classificação para a Libertadores. Além disso, a distância para a zona de rebaixamento também não é muito grande, já que o Corinthians está atualmente na décima posição.

Depois, o objetivo é concretizar a classificação para as quartas de final da Copa Sul-Americana, vista como a grande chance de mais um título do Corinthians na temporada. Depois de vencer o Montevideo Wanderers por 2 a 0 na Arena, o Timão pode até mesmo perder por 1 a 0 no jogo da próxima quinta-feira, disputado no Uruguai, que ele se classifica.

Por fim, o jogo contra o Palmeiras marca mais uma rodada decisiva do Brasileirão. Em jogo que acontece novamente na Arena Corinthians, o Timão precisa se impor e ir atrás de um bom resultado contra o líder do Brasileirão. E dependendo dos resultados anteriores, essa partida pode ter uma importância ainda maior.

Mesmo assim, com o retorno da temporada, pode até ser que o discurso de Carille de que a parada para a Copa América iria transformar o time da água para o vinho não se tornou realidade, muito por conta dos problemas enfrentados no período. Mas o treinador foi capaz de organizar um pouco mais o Corinthians e apresenta, agora sim, um futebol capaz de dar um pouco mais de esperança aos torcedores.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana.

Coluna do Rafael Bianco

Por Rafael Bianco

Rafael Bianco é estudante de jornalismo na Cásper Líbero e apaixonado pelo Corinthians. Com paixão herdada pela família, acompanha o dia-a-dia do clube em busca de informações e números do Timão.

O que você achou do post do Rafael Bianco?