Um futebol sem vergonha de um time sem vergonha

Roberto Gomes Zanin

Jornalista, diretor da RZ Assessoria, Bicampeão do mundo. Não sou ligado a nenhuma corrente política do clube. Quero apenas o melhor para o Timão. Discorde à vontade, mas com o respeito aos irmãos

ver detalhes

Um futebol sem vergonha de um time sem vergonha

2.4 mil visualizações 65 comentários Comunicar erro

Um futebol sem vergonha de um time sem vergonha

Carille e seu homem de confiança.

Foto: Daniel Augusto Jr. Agência Corinthians

Horroroso, triste, medonho, ridículo, vergonhoso o futebol do Corinthians contra o SP.

Justo no dia do aniversário da quebra do tabu, tivemos que ver isso.

Noves fora o roubo da arbitragem, que não deu falta clara em Avelar no lance que deu origem ao gol adversário, foi um dos episódios mais tristes que vi nesses meus anos de corinthianismo.

Um time passivo, olhando o adversário, não acertando um passe, a cabeça em descompasso com os pés.

Só Boselli se salvou pelo empenho. Chega a dar dó do argentino. Corre, se posiciona, mas não tem um filho da mãe para passar a bola para ele.

Vagner Love foi o melhor jogador...do SP. Grande armador de contragolpes. Não conseguiu dominar uma bola.

Difícil julgar, mas Clayson parece, além de péssimo jogador, estar de sacanagem, tal a displicência com que joga.

Mateus Vital precisa de sangue nas veias. O moleque tem 20 anos e é mole demais.

Não sei se virou o fio do preparo físico, não sei se querem derrubar o técnico, mas é inaceitável o Corinthians jogar assim.

Demos moral para um monte de time ruim.

O time é tão condicionado em se defender, em ficar sem a bola, que quando a recupera não sabe o que fazer com ela.

Se no lugar do SP estivesse um time mais qualificado, teríamos tomado uma goleada acachapante.

Carille e esse elenco nos decepcionaram muito este ano.

A posição do técnico ficou insustentável.

O novo Carille regrediu como treinador e como gestor de grupo.

Expôs publicamente os jogadores que não são seus “parças”.

Isso racha qualquer elenco.

A culpa Carilliana se refere ao péssimo trabalho, de modo geral.

Estamos quase no final do ano e o time não encaixou.

Mas essa derrota coloco na conta dos jogadores.

Raça é obrigação!

Veja mais em: Majestoso.

Coluna do Roberto Gomes Zanin

Por Roberto Gomes Zanin

Jornalista, diretor da RZ Assessoria de imprensa, bicampeão do mundo. Não sou ligado a nenhuma corrente política do clube. Quero apenas o melhor para o Timão. Discorde à vontade, mas com o respeito.

O que você achou do post do Roberto Zanin?