Tiago Nunes faz milagres, mas precisa de uma ajuda

Roberto Gomes Zanin

Jornalista, diretor da RZ Assessoria, Bicampeão do mundo. Não sou ligado a nenhuma corrente política do clube. Quero apenas o melhor para o Timão. Discorde à vontade, mas com o respeito aos irmãos

ver detalhes

Tiago Nunes faz milagres, mas precisa de uma ajuda

13 mil visualizações 54 comentários Comunicar erro

Tiago Nunes faz milagres, mas precisa de uma ajuda

Este homem merece mais reforços

Foto: Daniel Augusto Jr. Agência Corinthians

Como é bom ver o Corinthians jogar como Corinthians!

Em primeiro lugar, é falsa a ideia de que colocamos fim a uma era de anti-futebol.

Anti-futebol apenas o time de Carille 2019 jogou.

O Corinthians de Mano, Tite e Carille 2017 também jogava bola, com estilos diferentes.

Mas como foi bom ver o time de Tiago Nunes demonstrar atitude, conceito de jogo, linhas bem definidas, marcação alta, concentração, troca de passes e até um certo entrosamento, com menos de 20 dias de trabalho.

Cássio deve ter pensado: ano passado, qualquer time vinha aqui e me obrigava a trabalhar. Hoje, no primeiro tempo, não chutaram um bola ao gol.

Tivemos boas novidades.

Boselli sendo Boselli. Matador. Para sê-lo, é necessário ser municiado. Poderia ter feito cinco gols. Um foi anulado por poucos centímetros e, no lance que originou o pênalti, o argentino tirou do goleiro mas a bola bateu na trave.

Lucas Piton fez um bom jogo. Estaremos bem servidos no setor com ele e Sidcley.

Richard foi bem e Camacho está mais à vontade sob o comando de Nunes.

E Luan?

Ufa, depois de um bom tempo o Corinthians voltou a ter um jogador capaz de desequilibrar jogos, amedrontar adversários e encantar a torcida.

Durante muito tempo fomos aos jogos por amor e para ver o Corinthians jogar.

Mas faltava “o cara”, aquele de quem se espera um lance mágico, aquele cuja camisa nosso filho quer de presente.

Mas alerto. Tiago faz milagres até certo ponto. Precisamos ainda de reforços. Pelo menos mais um atacante de beirada, um zagueiro e um homem de criação.

Narrador e comentarista da TV Corinthians zombam de nossos ídolos

Não pude ir à Arena, mas foi muito bonita e justa a homenagem aos campeões mundiais de 2000.

A nota triste, lamentável, até, fica por conta do “narrador” e do “comentarista” da TV Corinthians, que transmitiu o amistoso.

Passaram o jogo inteiro falando bobagens e desrespeitando alguns dos nossos ídolos, que estavam fora de forma.

“Dinei parece uma tanajura! Não poderiam dar um calção maior para ele?” O atacante fez um gol, tirou a camisa e os idiotas ironizaram a barriga do ex-jogador, de forma baixa e desrespeitosa.

“Que cena horrível, lamentável”, disseram.

No segundo gol dele, gritaram: “Não tira a camisa de novo, não. O Dinei entra na lista dos homens que têm seio!”

Vampeta foi chamado de “Nhonho”. Maurício tomou um gol e foi humilhado pela dupla.

Inacreditável ouvir isso na TV oficial do clube!

Após o jogo, as luzes do estádio foram apagadas para exibição de cenas do Mundial no telão.

Então o “comentarista” disse que “a luz não foi cortada por falta de pagamento, mas para fazer uma homenagem”.

Nem os antis falariam isso.

Ah, Zanin, mas o cara faz humor!

Nada contra o humor, mas tudo contra a vulgaridade e o desrespeito à nossa história.

Viva os Campeões de 2000!

Veja mais em: Tiago Nunes, Campeonato Paulista e Luan.

Coluna do Roberto Gomes Zanin

Por Roberto Gomes Zanin

Jornalista, diretor da RZ Assessoria de imprensa, bicampeão do mundo. Não sou ligado a nenhuma corrente política do clube. Quero apenas o melhor para o Timão. Discorde à vontade, mas com o respeito.

O que você achou do post do Roberto Zanin?