O jogador mais perseguido da história da Arena Corinthians

Rodrigo Vessoni

Formado pela FIAM, trabalhou na Rádio Transamérica e por 12 anos foi repórter e editor no Diário Lance!. Participa, quando convidado, de programas esportivos no SporTV e na Band.

ver detalhes

O jogador mais perseguido da história da Arena Corinthians

Coluna do Rodrigo Vessoni

Opinião de Rodrigo Vessoni

5.6 mil visualizações 72 comentários Comunicar erro

O jogador mais perseguido da história da Arena Corinthians

Alexandre Pato, hoje no São Paulo, não deixou saudade no Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Alexandre Pato será o jogador mais vaiado da história da Arena Corinthians. Neste domingo, o sáo-paulino estará em Itaquera pela primeira vez e, eu não tenho dúvidas, que será o mais perseguido de todos os adversários que já visitaram o estádio. E olha que já foram 174 jogos...

Guerrero foi bastante vaiado e perseguido nas vezes em que foi atuar pelo Flamengo. Verdade. Valdivia quando retornou à Arena Corinthians foi bastante com a camisa do Colo-Colo. Verdade também. Mas nada vai se comparar ao que veremos no domingo.

Pato deixou o Parque São Jorge e levou consigo um sentimento de insatisfação do torcedor do Corinthians. O pênalti de cavadinha, o 'não' à China quando poderia render milhões ao clube, as brincadeiras nas redes sociais que soaram como provocação em jogos ao vivo.... tudo isso contribuirá para a minha previsão.

Espero que, como sempre ocorreu na Arena Corinthians, a perseguição, a pressão e a cobrança se mantenham na esfera esportiva, com vaias, marcando o atacante a cada vez que pegar na bola. Nada de violência ou qualquer tipo de prática nesse sentido.

Para o bem do jogador, do esporte, do futebol e, claro, do próprio Corinthians.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians, Arena Corinthians e Torcida do Corinthians.

Coluna do Rodrigo Vessoni

Por Rodrigo Vessoni

Formado pela FIAM, trabalhou na Rádio Transamérica e por 12 anos foi repórter e editor no Diário Lance!. Participa, quando convidado, de programas esportivos no SporTV e na Band.

O que você achou do post do Rodrigo Vessoni?