Treinador do Corinthians não dá uma entrevista coletiva há exatos 136 dias. E não vai falar antes do Dérbi...

Rodrigo Vessoni

Formado pela FIAM, trabalhou na Rádio Transamérica e, por 12 anos, no LANCE!. Neste momento, também é repórter da Rádio 9 de Julho, SP (AM 1600). Participa ainda, quando chamado, de programas na TV.

ver detalhes

Treinador do Corinthians não dá uma entrevista coletiva há exatos 136 dias

Coluna do Rodrigo Vessoni

Opinião de Rodrigo Vessoni

3.0 mil visualizações 65 comentários Comunicar erro

Treinador do Corinthians não dá uma entrevista coletiva há exatos 136 dias

De boca fechada: Tiago Nunes não concede uma entrevista coletiva há exatos 136 dias. Ou, se preferir, 4 meses e 14 dias

Foto: Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians

O que pensa sobre o Dérbi? Como imagina o comportamento da equipe rival? Qual a expectativa pela estreia oficial de Avelar como zagueiro? Como será não ter a volta de Jô neste momento? Como recebeu as saídas de Pedro Henrique e Yony González? E a ausência da Fiel na Arena?

Todas essas perguntas não serão respondidas por Tiago Nunes antes do Dérbi, primeiro compromisso do Corinthians após a paralisação. E não serão respondidas porque o treinador... não vai falar. A coletiva virtual desta terça-feira será com Danilo Avelar, que deve fazer sua estreia oficial como zagueiro.

Sinceramente, acho um grande erro. É praxe no clube que o comandante da equipe seja o porta-voz antes de um jogo oficial. Se for um clássico, então, ainda mais. Afinal, ele é o chefe, é quem determina funções e coordena o dia a dia. Ninguém melhor do que o treinador para dar explicações.

Aliás, Tiago Nunes não concede uma entrevista coletiva há exatos 136 dias. Ou, se preferir, quatro meses e 14 dias. A última foi na cidade de Novorizonte, após o empate com o Novorizontino, por 1 a 1.

Na semana do jogo contra o Ituano, já sem público, na Arena, não falou. Após o jogo, falou apenas com a TV Globo, detentora dos direitos de transmissão. Veio a pandemia...

Durante a paralisação, uma única entrevista (ao canal BandSports). E uma enorme polêmica devido a uma palavra mal colocada (no caso, "sucateado", ao falar sobre o Cifut), que causou desconforto interno. Na sequência, uma aparição (em silêncio) na live de Andrés Sanchez no canal do Meu Timão. E, na volta ao CT, uma rápida entrevista à Corinthians TV.

E nada mais.

O Meu Timão mostrou que o Tiago Nunes não gostou nada de ver Pedro Henrique e Yony González, que seriam titulares no Dérbi, fora do clube. Seria por essa chateação que o treinador optou por não dar entrevista antes do Dérbi? Esse é seu incômodo?

O que Tiago Nunes tem que esconder? Do que Tiago Nunes tem medo de ser perguntado? O que Tiago Nunes não quer externar nesse momento?

Perguntas que eu deixo aqui...

Veja mais em: Tiago Nunes e CT Joaquim Grava.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Rodrigo Vessoni

Por Rodrigo Vessoni

Formado pela FIAM, trabalhou na Rádio Transamérica e, por 12 anos, no LANCE!. Neste momento, também é repórter da Rádio 9 de Julho, SP (AM 1600). Participa ainda, quando chamado, de programas na TV.

O que você achou do post do Rodrigo Vessoni?