Corinthians alimenta a alma. E agora também o estômago

Teleco

@Teleco1910 é um torcedor comum que gosta de conversar sobre o Corinthians. Ele não conseguirá responder aos comentários aqui, mas está sempre cornetando em 140 caracteres no Twitter.

ver detalhes

Corinthians alimenta a alma. E agora também o estômago

Coluna do Teleco 1910

Opinião de Teleco

24 mil visualizações 151 comentários Comunicar erro

Corinthians alimenta a alma. E agora também o estômago

Layout para restaurante em shopping

Foto: SportFood

O Corinthians lançará em breve uma rede de restaurantes com a marca do clube. Conversei com Fernando Ferreira da SportFood, que me deu alguns detalhes sobre o empreendimento.

Fernando, como será a rede de restaurantes do Corinthians?

Hoje a rede se enquadraria no conceito casual food, o produto terá alta qualidade e preço competitivo. Tão importante quanto a comida, a rede será um ambiente corinthiano, com músicas do Corinthians, narração de gols históricos, documentários e obviamente os jogos passando nas TVs dos restaurantes. Decoração, fotos de ídolos e especialmente da torcida, o alicerce do Corinthians. Serão servidos sanduíches e pratos, todos temáticos e com nomes ligados à história do clube, reforçando a identidade corinthiana; o trabalho de arquitetura e marketing é bem sério neste ponto, para que o torcedor se sinta em casa ao entrar em uma unidade da rede.

Qual será o nome da rede?

O nome será dado pela própria torcida corinthiana, em um concurso; cada um pode sugerir um nome e serão selecionados de cinco a dez nomes para irem a votação.

Além do concurso para escolher o nome, teremos um outro muito interessante: o Chef do Povo, uma espécie de MasterChef do Corinthians. O vencedor do concurso terá seu prato no cardápio dos restaurantes da rede.

Há um plano de divulgação da parceria?

Teremos uma campanha que deve ser detalhada esta sexta pelo marketing do Corinthians. Está planejada uma Websérie e divulgação em todas as redes sociais.

O cardápio será focado em determinado prato, como hambúrger por exemplo?

Teremos hambúrgueres também, mas o cardápio não será estruturado em torno de um prato específico. A comida será variada, como varia muito o perfil de quem torce para o Corinthians: o Corinthians é maioria em todas as classes sociais, em todos os espectros culturais, o corinthiano é maioria em tudo, uma coisa impressionante. O cardápio será mais universal, refletindo essa variedade.

A rede estará em todos os lugares, então?

O plano não é fazer uma simples lanchonete, é criar uma rede de restaurantes. Queremos estar no dia a dia dos corinthianos, a gente quer colocar em shopping, em loja de rua. Nós não queremos que o restaurante seja um local apenas para o corinthiano levar seu filho nos fins de semana, queremos estar no dia a dia dos frequentadores.

Onde será o primeiro restaurante?

Vamos abrir uma unidade de 530 metros quadrados na Praça Sílvio Romero, no Tatuapé. A ideia é que esteja funcionando até janeiro, com capacidade para pelo menos duzentas pessoas. As obras começam na próxima semana.

E os demais?

A primeira unidade é própria e as demais são franquias; o cadastramento de franqueados abriu hoje. Esperamos bater o recorde de interessados, pelo tamanho e interesse que o clube gera.

Qual é o valor do investimento? Em quando tempo se paga?

O investimento total é a partir de R$ 400.000 para lojas de rua e shoppings, de 75 a 150 metros quadrados. O retorno será de 24 a 36 meses.

Eu ouço sobre esta rede há três anos, por que demorou tanto?

O primeiro clube que ia ter esta rede era o Corinthians, mas por uma série de situações acabamos por iniciar o projeto com outro clube. O que pode ser bom, porque temos uma excelente operação com altos níveis de satisfação e podemos usar a experiência adquirida para tornar este projeto um sucesso ainda maior.

Na torcida para Porco Assado à Moda do Teleco entrar no menu. Ouça-me em Podcastimão, me xingue no Twitter ou leia minha coluna sobre 2005. Vai Corinthians!

Coluna do Teleco 1910

Por Teleco 1910

@Teleco1910 é um torcedor comum que gosta de conversar sobre o Corinthians. Ele não conseguirá responder aos comentários aqui, mas está sempre cornetando em 140 caracteres no Twitter.

O que você achou do post do Teleco?