Essa situação escancara um dos maiores problemas do Corinthians em 2020

Vitor Chicarolli

Jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi, tem 22 anos e trabalhou no Diário Lance!. Atualmente, acompanho diariamente o Corinthians pelo Meu Timão.

ver detalhes

Essa situação escancara um dos maiores problemas do Corinthians em 2020

Coluna do Vitor Chicarolli

Opinião de Vitor Chicarolli

16 mil visualizações 173 comentários Comunicar erro

Essa situação escancara um dos maiores problemas do Corinthians em 2020

Diretoria precisa se posicionar em relação ao futuro de Coelho

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O planejamento ruim do Corinthians para atual temporada, que já era notório desde o início do ano, ganhou ainda mais destaque após a demissão de Tiago Nunes. Isso porque, além de outros problemas, o clube vive um período de indecisão até a eleição presidencial que acontece em 28 de novembro.

Técnico interino, Dyego Coelho deve permanecer à frente do profissional somente em caso de resultados positivos nos próximos compromissos. Se isso não acontecer, a tendência é que a pressão aumente e o clube procure de imediato um novo comandante para assumir o Timão.

Essa situação acontece justamente pela proximidade da eleição, mas obviamente não deveria ser assim. Falta um bom planejamento.

A impressão que passa é que o Corinthians está apenas contando os dias até o próximo pleito. Ou seja, a torcida tem a sensação de que nem a própria diretoria sabe o que fazer no atual momento.

Em caso de vitória, Coelho ganha sobrevida e vai ficando. Se perder, já fica na corda bamba. Como um profissional consegue ter tranquilidade para trabalhar nessa situação? Não sei, mas enquanto isso, o time se afunda no Brasileirão com um desempenho constrangedor e flerta com a zona de rebaixamento.

Não podemos deixar de destacar que essa indecisão também afeta o rendimento do time. Afinal, as semanas vão se passando, assim como as rodadas da competição nacional, e o tempo para ajustar a equipe vai ficando mais curto. Sim, isso é muito (!!) preocupante.

Como você conseguiria trabalhar de forma séria e pensando a longo prazo se não sabe nem quem será o seu chefe na semana que vem? Não dá!

Isso tudo sem falar de reforços chegando em setembro e outras carências que estão longe de serem solucionadas, como o contestado lado esquerdo do ataque corinthiano. Portanto, o futuro preocupa (ao menos deveria).

O Corinthians precisa agir rápido e definir logo o caminho a se trilhar nos próximos meses. A situação é bastante complicada para esperar o dia 28 de novembro chegar para ai sim decidir o que fazer.

Não sei se seria o caso de uma reunião entre candidatos para definir o assunto ou bancar um nome imediatamente, seja com contrato curto ou por uma temporada. O presidente Andrés Sanchez também poderia vir a público para colocar um ponto final nessa história.

Enfim... Cuidado, Corinthians. Pode ser tarde demais quando alguém decidir cair na real!

Veja mais em: Dyego Coelho, Diretoria do Corinthians, Andrés Sanchez e Técnicos do Corinthians.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Vitor Chicarolli

Por Vitor Chicarolli

Jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi, tem 23 anos e trabalhou no Diário Lance!. Fala de Corinthians diariamente no Meu Timão.

O que você achou do post do Vitor Chicarolli?