Condição física de reforços pode dificultar permanência de Sylvinho no Corinthians

Vitor Chicarolli

Jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi, tem 22 anos e trabalhou no Diário Lance!. Atualmente, acompanho diariamente o Corinthians pelo Meu Timão.

ver detalhes

Condição física de reforços pode dificultar permanência de Sylvinho no Corinthians

Coluna do Vitor Chicarolli

Opinião de Vitor Chicarolli

9.3 mil visualizações 128 comentários Comunicar erro

Condição física de reforços pode dificultar permanência de Sylvinho no Corinthians

Sylvinho espera por reforços para tentar engrenar no Corinthians

Foto: Danilo Fernandes/ Meu Timão

Dois dos sete jogos pedidos por Duilio Monteiro Alves para avaliar a permanência de Sylvinho no Corinthians já foram disputados. A equipe alvinegra sofreu para vencer o Cuiabá e não viu a cor da bola contra o Flamengo. Conforme noticiado pelo Meu Timão na manhã desta segunda-feira, a pressão sobre o treinador aumentou nos bastidores do clube durante esse período.

Um dos fatores que ainda garantem Sylvinho no cargo são as chegadas de reforços. A diretoria entende que os meias Giuliano e Renato Augusto devem elevar o nível de competitividade do Corinthians. E certamente vão! Porém, um detalhe pode dificultar esse processo.

A dupla recém-chegada ao CT Joaquim Grava não joga há um tempo e precisará de ritmo para atingir o condicionamento desejado. Renato Augusto não entra em campo desde dezembro, enquanto Giuliano não disputa partidas oficiais há pouco mais de três meses.

Diante desse cenário, não acredito que os jogadores darão uma resposta imediata dentro das quatro linhas. Será necessário um tempo para readquirir o físico de meses atrás.

Vou usar como exemplo dois atletas do futebol brasileiro: Hulk, do Atlético-MG, teve dificuldades no início da temporada e só conseguiu se firmar no Brasileirão. Douglas Costa, por outro lado, ainda sofre com a falta de ritmo no Grêmio e já é alvo de algumas críticas. Ambos estavam há um tempo sem jogar quando foram contratados - e olha que nem citei a situação de Dudu no arquirrival.

Imagino que o mesmo pode acontecer com os corinthianos citados no início do texto, já que também vieram de mercados tecnicamente inferiores. A tendência é que Giuliano esteja à disposição para o clássico contra o Santos, no próximo fim de semana. Renato, que ainda não trabalhou com bola no CT, deve voltar a atuar apenas contra o Ceará.

Não criem expectativas que os meias vão chegar decidindo jogos e mudando a postura do time. Na minha opinião, claro, só veremos eles minimamente adaptados ao futebol brasileiro em - pelo menos - cinco partidas.

E a pergunta que eu faço para vocês é a seguinte: Sylvinho conseguirá fazer o Corinthians render neste período sem ter Giuliano e Renato em alto nível? O prazo de sete jogos está próximo do fim...

Veja mais em: Sylvinho, Giuliano e Renato Augusto.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Vitor Chicarolli

Por Vitor Chicarolli

Jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi, tem 23 anos e trabalhou no Diário Lance!. Fala de Corinthians diariamente no Meu Timão.

O que você achou do post do Vitor Chicarolli?

x