Depois da humilhação: a melhor saída para Andrés Sanchez

Walter Falceta

Walter Falceta Jr. é paulistano, jornalista, neto de Michelle Antonio Falcetta, pintor e músico do Bom Retiro que aderiu ao Time do Povo em 1910. É membro do Núcleo de Estudos do Corinthians (NECO).

ver detalhes

Depois da humilhação: a melhor saída para Andrés Sanchez

Coluna do Walter Falceta

Opinião de Walter Falceta

198 mil visualizações 306 comentários Comunicar erro

Depois da humilhação: a melhor saída para Andrés Sanchez

Andrés: a renúncia anteciparia o trabalho de reconstrução do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

1) Não se perde para o maior rival nacional, em casa, por 5 a 1. O torcedor fiel não merece esse golpe de punhal no coração. Você não merece! Não merecemos!

2) Nada justifica a passividade de um elenco que vê o adversário passear por suas linhas até anotar o quinto tento. Doeu ver a humilhação imposta pelo rubronegro ao Timão.

3) O Corinthians é hoje uma coleção viva de problemas. Preparo físico sofrível, ausência de qualquer padrão de jogo e total descontrole emocional. Atletas mergulhados em profunda crise depressiva.

4) O depoimento pungente de Cassio ao fim do jogo exibe as dimensões do desastre. Até os críticos do arqueiro são compelidos a mostrar compaixão. O problema mosqueteiro é estrutural.

5) Até os seres inanimados conhecem a razão dessa brutal humilhação: a gestão calamitosa de Andrés Sanchez e o legado ruinoso de Duílio Monteiro Alves, ex-diretor de futebol, agora candidato à presidência.

6) Já mostramos aqui, em números, os equívocos monstruosos cometidos por ambos. Andrés vai largar o clube com mais de R$ 900 milhões em dívidas (sem contar os compromissos relativos à arena de Itaquera), mais de metade desse valor a ser quitado em menos de um ano. Como?!

7) Em parceria com Duílio, torraram dinheiro de forma IRRESPONSÁVEL, contratando para agradar os agentes tubarões. Dezenas e dezenas de atletas, entre o time profissional e o Sub-23, numa farra vergonhosa que esvaziou os cofres da instituição.

8) Esse dinheiro é fruto do esforço da Fiel, do trabalhador decente, seja ele um empresário bem-sucedido ou um humilde servidor de limpeza. É o que pagamos em ingressos, contribuições associativas, compra de material licenciado, pay-per-view ou aquisição de produtos dos anunciantes da TV aberta.

9) O desprezo pelo empenho contributivo do torcedor tem sido a marca da funesta administração de Andrés Sanchez. A gastança se completa com absoluta ineficiência.

10) O presidente já manifestou sua insatisfação com o cargo. Diz que está fatigado, que pretende sair e não voltar mais. Poderia, pois, nos conceder um favor e abandonar já o cargo, ainda que lhe reste apenas um rabo de mandato.

11) Seria nobre da parte dele permitir que pessoas dignas, auxiliadas pelo CORI e pelo Conselho Deliberativo, minimizem os enormes danos produzidos à instituição. O Corinthians precisa urgentemente de uma solução de bom senso e decência. Não basta fugir da Série B. É preciso devolver o Corinthians aos verdadeiros corinthianos.

Veja mais em: Andrés Sanchez e Campeonato Brasileiro.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Walter Falceta

Por Walter Falceta

Walter Falceta Jr. é paulistano, jornalista, neto de Michelle Antonio Falcetta, pintor e músico do Bom Retiro que aderiu ao Time do Povo em 1910. É membro do Núcleo de Estudos do Corinthians (NECO).

O que você achou do post do Walter Falceta?

x