PÓS-JOGO - Corinthians 1 x 0 Oeste - gol é gol, três pontos são três pontos

Yule Bisetto

Não dou notícia, não sei de bastidores, não faço análise tática. Sou CORINTHIANS de coração e adoro escrever sobre isso. Qualquer coisa além disso, não vai encontrar aqui.

ver detalhes

PÓS-JOGO - Corinthians 1 x 0 Oeste - gol é gol, três pontos são três pontos

Coluna da Yule Bisetto

Opinião de Yule Bisetto

4.7 mil visualizações 105 comentários Comunicar erro

PÓS-JOGO - Corinthians 1 x 0 Oeste - gol é gol, três pontos são três pontos

Foto: Agência Corinthians

Fala, Fiel!

Gol é gol e vitória ainda vale três pontos.

Nesse sentido, pouco importa se marcamos aos trinta segundos de jogo ou no último lance da partida. O fato é que vencemos mais uma e estamos melhor do que qualquer equipe na tabela de classificação.

Além de vencer, a partida contra o Oeste me animou um pouco em relação à formação da nossa equipe titular.

Eu penso que a defesa já não é um ponto de preocupação. Bem definido há alguns jogos, o setor tem mostrado desempenho consistente e, o mais importante, regularidade.

Em momento algum corremos o risco de perder a partida. Seria possível, talvez, que não ganhássemos (sai, zica!). Mas não perder. Estávamos melhores em campo, e os jogadores defensivos foram pouco exigidos.

O meio campo também estava melhor em seu aspecto de contenção. Eu gostei de Rodriguinho fazendo a função de segundo volante, parece um ofício mais adequado às características dele.

Sendo assim, o setor menos consistente e, sem dúvidas, pouco efetivo, foi o setor ofensivo. Com Guilherme ainda em adaptação, os atacantes também foram um pouco prejudicados. Giovanni Augusto, contudo, fez grande partida.

O gol premiou a equipe melhor e, sobretudo, a persistência e tranquilidade de um trabalho sério que está evoluindo jogo a jogo.

Que venha o próximo!!!

VAAAAAAAAAI, COOOOORIIIIIIIIINTHIAAAAAAANS!!!!!!!!

____

Notinha dos jogadores

Matheus - Bom goleiro. Porém, VOLTA CÁSSIO!

Fagner - Boa partida do nosso lateral que, dessa vez, mostrou bastante empenho ofensivo, também. Gosto muito dessa regularidade dele.

Felipe - Está empenhado na corrida pelo posto de próximo ídolo do Coringão.

Yago - Pouco exigido, mas boa atuação, exceto pelo cartão.

Uendel - Eu gosto do Uendel. Dito isto, preciso salientar que tenho a impressão de que estabeleceram um limite pra ele: olha, não ultrapasse a linha do meio de campo. Parece que ele fica muito distante do cara que está lá na frente. Ou, talvez, o Guilherme não tenha se achado ali no setor. Enfim, só um pensamento...

Bruno Henrique - Gosto bastante da vontade e dedicação dele. Acredito que o futebol ainda vai evoluir.

Rodriguinho - Gostei dele nessa posição, o que é muito bom considerado o fato de nosso melhor jogador estar lesionado. Além disso, marcou um golaço salvador. Ainda bem que ele não se deixou abater pelas cornetadas levadas nas últimas semanas.

Giovanni Augusto - Melhor jogador em campo, na minha opinião. Tem uma qualidade no passe, não tem medo de partir pra cima e parece ser diferenciado.

Guilherme - Não foi o dia dele. Mas todos temos que relevar que ele está tendo agora a sua chance, ao passo que os demais jogadores já estão há mais tempo em adaptação.

Lucca - Acho engraçado um pessoal estar reclamando do jogador. Ele tem sido sempre um dos melhores jogadores em campo. Dessa vez, excepcionalmente, foi abaixo, em grande parte por depender do Guilherme. Dia ruim, só isso.

André - Ainda entrando em forma, mesmo caso do Lucca. Se o meio não funciona ofensivamente, não tem como culpar o ataque. Fora isso, TREINO DE FINALIZAÇÃO URGENTE, PARA ONTEM!!!!

Luciano - Muito bom vê-lo de volta. Torcendo para que volte a jogar o que estava jogando quando machucou.

Romero -

Danilo -

Coluna da Yule Bisetto

Por Yule Bisetto

Não dou notícia, não sei de bastidores, não faço análise tática. Sou CORINTHIANS de coração e adoro escrever sobre isso. Qualquer coisa além disso, não vai encontrar aqui.

O que você achou do post da Yule Bisetto?