Comentário de Marcelo em "Oeste Superior segue às moscas: por quê?"