Comentário de MARCOS em "O público e o privado no estádio corintiano"