Comentário de Queren em "O que você grita no jogo contra o São Paulo?"

Quando entra na estatística mortes de LGBTs não é morte por assalto ou batida de carro, mas sim mortes causadas pelo simples fato da pessoa ser LGBT. São crimes brutais de ódio e intolerância. Ninguém está querendo lacrar. Estamos querendo educar pessoas que sempre aprenderam que humilhar o diferente é algo engraçado ou certo. Ninguém escolhe ser gay. Você escolheu ser hétero? A estratégia aqui é bem simples: Mostrar que não faz sentido nenhum usar da orientação sexual como formar de chacota e ofensa.

em Post > O que você grita no jogo contra o São Paulo?

Em resposta ao comentário:

Quando o cara que militar com estatística e se perde sozinho:
Segundo o 'jornalista', um LGBT é morto a cada 19 horas
Pois mal sabia ele que no Brasil uma pessoa é assassinada a cada 8 MINUTOS (independente de orientação sexual)
Parece que, de acordo com a lógica apresentada, é uma baita vantagem ser gay, não?
Reveja sua estratégia de lacre, Walter Faceta...

Responda o comentário da Queren

  • 1000 caracteres restantes