Comentário de Leandro em "Suspeito de matar jogador de futsal do..."

O governo atual quer mesmo é colocar mais armas nas mãos das pessoas, defendendo que as 'pessoas de bem' vão apenas se defender. O que vai acontecer são mais casos como esse, quando o cidadão perde a cabeça e acaba com uma discussão de bar atirando no outro.

em Notícia > Suspeito de matar jogador de futsal do Corinthians é preso

Em resposta ao comentário:

O governo atual esta lutando para endurecer as penas para esse tipo de crime, mas o congresso luta para permanecer td como está!

Ou seja muita gente que é contra Bolsonaro por ele querer aumentar penas e punir assassinos, ladrões e estupradores logo mudam de opinião quando um crime desse acontece com alguém próximo, seja amigo ou familiar!

Infelizmente vivemos no País da hipocrisia!

Responda o comentário do Leandro

  • 1000 caracteres restantes

Réplicas desse comentário

  • Foto do perfil de cleber

    cleber 438 comentários

    2.

    Tudo bem se esse é o seu ponto de vista! Se você acha que esta uma "maravilha" do jeito que esta, onde só os bandidos tem a total liberdade de matar quem quer que seja, então que tudo continue como esta e que ninguém reclame quando por exemplo isso acontecer com algum parente seu ou até mesmo com você!
    Eu gostaria de poder me defender, pois não sou louco de sair por ai matando qualquer um!
    Quem é contra o projeto é porque não leu por inteiro, tem um monte de regras e procedimentos para pessoa ter a sua posse, mas saibam que muitos políticos que são contra a população de bem se defender, possuem armas em casa e tem seguranças armados pagos por você e por mim!

  • Foto do perfil de Anderson Sccp

    Anderson 85 comentários

    1.

    O governo passado ajudou pessoas como quem matou Douglas a conseguir uma arma ILEGAL. Como é que fica isso? Vão passar pano para o partido de 13 anos que armou BANDIDOS.

    Outra coisa o atual GOVERNO que saiba para você ter uma teria que passar por vários PROCESSOS.

    Ninguém iria no mercadinho comprar como se fosse como celular.