Comentário de Anderson Sccp em "Suspeito de matar jogador de futsal do..."

O governo passado ajudou pessoas como quem matou Douglas a conseguir uma arma ILEGAL. Como é que fica isso? Vão passar pano para o partido de 13 anos que armou BANDIDOS.

Outra coisa o atual GOVERNO que saiba para você ter uma teria que passar por vários PROCESSOS.

Ninguém iria no mercadinho comprar como se fosse como celular.

em Notícia > Suspeito de matar jogador de futsal do Corinthians é preso

Em resposta ao comentário:

O governo atual quer mesmo é colocar mais armas nas mãos das pessoas, defendendo que as 'pessoas de bem' vão apenas se defender. O que vai acontecer são mais casos como esse, quando o cidadão perde a cabeça e acaba com uma discussão de bar atirando no outro.

Responda o comentário do Anderson Sccp

  • 1000 caracteres restantes

Réplicas desse comentário

  • Foto do perfil de Lázaro

    Lázaro 7 comentários

    3.

    Esqueça a política!
    Uma pessoa mais esquentada, no calor da confusão vai atirar, e isso já ocorreu várias vezes com outras pessoas que tem posse de armas. Concordo que possuir a sua arma é um direito mas infelizmente nem todo mundo usufrui disso de forma adequada...

  • Foto do perfil de Lucas

    Lucas 2855 comentários

    2.

    As facções criminosas cresceram depois do final da Guerra Fria, estude antes de sair por aí defendendo político e ideologias idiotas.

    O Governo passado foi uma bosta, o atual é muito pior e se vocês continuarem a defender essa gente o País só vai afundar mais ainda.

    Com relação ao indivíduo da notícia, não tinha que ter nem julgamento, muito menos a defesa. A sentença já tinha que estar consolidada. Matou? 30 anos de prisão, sem possibilidade de diminuir o período de reclusão. Afinal mais ridícula que a lei de "saidinha" só a do "bom comportamento".

  • Foto do perfil de Wilson

    Wilson 88 comentários

    1.

    Anderson vai estudar, depois volte e discutimos governos passados, presentes e futuros. Seu texto é horrível, muito confuso e de pouco conteúdo.