Olímpico João Havelange

Olímpico João Havelange

O Estádio Olímpico João Havelange, também denominado, a partir de 2010, Stadium Rio, e conhecido popularmente por Engenhão, é um estádio poliesportivo localizado no antigo terreno da Rede Ferroviária Federal, localizado no bairro do Engenho de Dentro, na cidade do Rio de Janeiro. Construído no governo Cesar Maia e de propriedade municipal, mas arrendado pelo Botafogo F.R. [5] no ano de sua inauguração até 2027, com possibilidade de renovação de maneira unilateral por mais 20 anos, portanto até 2047, o local foi levantado para sediar as competições de atletismo e futebol dos Jogos Pan-americanos de 2007. Atualmente, tem capacidade total para mais de 46 mil pessoas sentadas, porém, sofrerá ampliação para 60 mil espectadores visando a realização da Olimpíada de 2016.

Considerado o estádio mais moderno da América Latina à época de sua construção, seu gramado tem dimensões de 105 x 68 m, onde o Botafogo manda suas partidas.

Inicialmente orçado em R$ 60 milhões, o Estádio Olímpico João Havelange teve um custo final mais de seis vezes do esperado, R$ 380 milhões. O projeto do estádio foi elaborado pelos arquitetos Carlos Porto, Gilson Santos, Geraldo Lopes e José Raymundo Ferreira Gomes que, desde 1995, vinham estudando projetos de estádios no mundo todo, para fazer um estádio moderno para o Pan 2007. A pedra fundamental foi lançada em 16 de dezembro de 2003, sendo a primeira construção iniciada para os Jogos Pan-americanos de 2007, e a obra finalizada a pouco menos de um mês para o início do evento. A data de conclusão da obra foi adiada cerca de quatro vezes, estava prevista para ser concluída em meados de 2006, passou para o final do mesmo ano, posteriormente para a metade do primeiro semestre de 2007, até a semana de inauguração.

As obras foram administradas pelo Consórcio Odebrecht e OAS, sob fiscalização da Riourbe, da Secretaria de Obras do Município do Rio de Janeiro. Cerca de quatro mil homens trabalharam na construção do Engenhão.

O estádio é conhecido popularmente pelo nome de 'Engenhão', devido à sua localização, no bairro Engenho de Dentro. A denominação oficial de 'Estádio Olímpico João Havelange' foi instituída pelo Decreto nº 23057 de 26 de junho de 2003 da prefeitura do Rio de Janeiro, em homenagem ao brasileiro presidente honorário da FIFA João Havelange. Previa-se, anteriormente, que levaria o título 'Municipal' ao lado do nome do agraciado, hipótese afastada por tal ato governamental. O homenageado, além de ex-presidente da Confederação Brasileira de Desportos, entre 1956 e 1974, e da FIFA, entidade a qual chefiou de 1974 a 1998, também é presidente de honra do Fluminense. Contudo, também possui estreitas ligações com o Botafogo, administrador da arena. João Havelange foi atleta de pólo aquático do clube alvinegro.

Localizado no bairro do Engenho de Dentro, o Estádio Olímpico João Havelange ocupa um terreno de 200 mil m² em 128 mil m² de área construída. Possui quatro entradas, chamadas Sul, Leste, Norte e Oeste. Estes acessos localizam-se, respectivamente, nas ruas Arquias Cordeiro, Dr. Padilha, das Oficinas e José dos Reis. Em frente à ala Sul do estádio, localiza-se a estação de trem do Engenho de Dentro.

No Estádio Olímpico João Havelange, encontram-se um campo de futebol com grama natural de tamanho 105 por 68 metros, uma pista de atletismo com nove raias no padrão standard da IAAF, dois setores para salto triplo e em distância, um para salto com vara, outro para salto em altura e uma pista de dardo. Toda esta estrutura repete-se no campo anexo ao estádio, utilizado para alguns treinamentos.

O Engenhão pode acomodar 46.931 espectadores, havendo 23.668 lugares no anel inferior, 21.549 no superior e 250 para cadeirantes.

O estádio foi inaugurado no dia 30 de junho de 2007, com uma partida de futebol entre Fluminense e Botafogo pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro de 2007.

Endereço

R. das Oficinas, Rio de Janeiro, RJ, BR

Últimos jogos do Corinthians no estádio Engenhão

Mostrando 1 a 10 de 12 jogos

Quais jogos você já viu no Engenhão?