Uma solução, Uma Posição

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Bira #297 @deodato em 06/05/2014 às 07:32

A mídia tem promovido a ineficiência do ataque em alguns jogos, mas a solução é menos complexa do que parece. Quando Mano quis que o Ralf saísse mais para o jogo, a intenção era não depender de determinado jogador. Ralf não tem o tino, logo caiu no Guilherme. Guilherme não arranca e carrega a bola, ele é mais de posse de bola, passe e lançamento. Quando Bruno Henrique entra, este carregador de bola, o time muda imediatamente. Tendo impacto direto em Jadson e Petros. 2/3 do problema ofensivo é na transição da defesa para o meio campo e ataque. O outro 1/3 se resolve com um bom atacante.

1.657 visualizações e 45 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Últimas respostas

Bira Deodato #297 @deodato em 07/05/2014 às 13:41

Cara entendo a sua preocupação, mas o tino ofensivo que o cara mostrou na Penapolense não sumiu. A gente tá tratando o Petros como se tivesse aqui há muito, cara chegou a pouco, ele vai se soltando aos poucos. Elias e ele vão fazer sucesso.

Publicidade

Bira Deodato #297 @deodato em 07/05/2014 às 12:37

Sossego cara, mas eu acho o Guilherme um jogador regular, o Petros dá estabilidade ao time, Elias e Petros daria equilíbrio ao time, Elias pela direita e o Petros pela esquerda. O time ía encaixar pra recompor e atacar melhor. Hoje o Guilherme é mais pela direita, além de não ter a técnica do Petros. Petros além disso roubou mais bola que ele. Abraço

Bira Deodato #297 @deodato em 07/05/2014 às 10:29

Cara infiltração não acontece só em contra-ataque, exatamente aonde você tá passando por cima. Várias vezes os zagueiros e volantes dependendo do lado aonde o jogo acontece, deixam espaços. Esses espaços só são achados por jogadores como o Elias. Contra-ataque a zaga tá toda desfeita e voltando, bem diferente. Elias, Ramires, Essien são jogadores com físico de velocistas e fazem esse tipo de jogada em progressão. São raros.

Cara o que você tá falando é meio obviedade. Sair com rapidez e troca de passes efetiva é pra poucos, como o Elias. Se você tem um cara como o Elias é claro que ele vai trazer efetividade nas duas situações. Quanto a saída rápida ser só útil ao contra-ataque, discordo fortemente. Como disse no parágrafo anterior, muitas vezes os jogadores em questão, podem armar bem mas não dão dinâmica ao jogo. Alguns exemplos: Danilo, Douglas, Guilherme, Bruno Cesar entre outros são jogadores que seguram a bola, precisam de jogadores em volta que deem dinâmica de jogo. Não estou dizendo que o Danilo não foi efetivo, foi extremamente, mas sabemos que várias vezes espaços abertos momentâneos quando tinha troca de passe, não eram aproveitados. Diversas vezes o time ganhava apertado, pela falta de presença de um jogador dinâmico.

Cara novamente, você acredita nisso e supõe que o Mano pense assim, você não é dono da verdade, como eu também não sou. O debate é de ideias e a sua é relativa.

Bira Deodato #297 @deodato em 07/05/2014 às 07:28

Cara acho que menino só cresce jogando, um reserva para o Guerrero é essencial concordo, mas pra ponta eu colocaria o Malcolm mais vezes, deixaria entre os 3 restantes.

Sidney #174 @juniorgabriel em 06/05/2014 às 16:09

" "

Ele tem que ir entrando, ele claramente não esta confortável e não tem a malicia ainda, ira ganhar com o tempo, os que eu citei seria para vir e serem titulares. E que a gente conta sempre estanto todos bem, mais direto o GUerreiro se machuca, entre outros necessitamos de banco. Esse moleque se for trabalhado vai ainda dar muitas alegrias.

Bira Deodato #297 @deodato em 07/05/2014 às 07:22

Novamente isso é sua opinião. A bola não sai de trás como fala, qualquer um em sã consciência nota isso, o Guilherme cadencia jogo e deixa o time adversário se armar defensivamente. Essa visão de troca de passe e girar jogo é muito generalista, ela não analisa nada, simplesmente fala que não existe planejamento só uma troca de passes e giro de jogo qualquer gera espaço e não é assim. Todo time precisa de variação de jogadas, triangulações e inclusive, pegar o adversário desprevenido através de infiltrações rápidas. Pegar o adversário desprevenido é o Jadson ter a bola na meia e o Elias infiltra por trás da zaga adversária, como ele fazia aqui antes. Não serve só pra contra-ataque, um jogador com o arranque do Elias, a zaga abre o mínimo espaço ele infiltra e faz o gol, ou faz tabela. No vídeo abaixo é fácil ver como isso é essencial e diferencial, no primeiro gol ele chega atrás do segundo zagueiro com facilidade, quase como atacante. Outros ele infiltra na entrada da grande área, outra ele infiltra entre o zagueiro e o lateral:

Matheus Lança Silva #2.929 @matheus.lanca em 06/05/2014 às 22:16

Elias vai resolver isso fácil.

Felipe Castro #70 @felipe.castro10 em 06/05/2014 às 22:13

Isso se resolverá de uma vez por todas com a entrada do Elias.

Fabiano De Alencar Rissoli #5 @faoloco em 06/05/2014 às 21:37

Verdade, o bom do Bruno Henrique é que ele é mais dinâmico, ocupa vários espaços dentro do campo, o próprio Mano já ressaltou isso. E com a entrada do Elias vamos melhorar ainda mais neste sentido.

Robson Oliveira #12 @robson.oliveira4 em 06/05/2014 às 21:35

Os melhores meias de ligação do mundo (2º Volante) são jogadores dinâmicos, que correm do próprio gol até o gol adversário. Eu não vejo o Guilherme fazendo isso, eu ainda acho que ele pode render jogando de 1º Volante

Bruno Veloso #1.337 @bruno.veloso1 em 06/05/2014 às 21:08

Eu lembro que uma vez o Tite falou isso, que com a saída do paulinho e entrada do Guilherme, ele teve que trocar o lateral, tirou o Alessandro e colocou o edenilson, justamente por fazer essa funcao, carregar a bola...