Michelle Gianella brilhante!

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Claudio #703 @claudio.marquesfiel em 19/08/2014 às 09:12

A jornalista Michelle Gianella escreveu tudo o que eu gostaria de ter escrito. Reproduzo o texto dela tirado do blog da Gazeta Esportiva.net para que os maus corinthianos reflitam:

'Petros punido:inacreditável.

O título já diz tudo, não estou acreditando na punição que foi dada ao meia Petros, do Corinthians: 180 dias pela “suposta” agressão ao juiz Rafael Claus na vitória do Corinthians contra o Peixe por 1 a 0.

Gente, o Suárez, na Copa do Mundo, pela mordida no Chiellini, sendo reincidente porque já tinha mordido meio mundo anteriormente, pegou 4 meses de suspensão do futebol. Como o STJD dá uma pena de seis meses ao Petros? Seis meses? Sim, seis meses por um suposto empurrão? ! INACREDITÁVEL. DESPROPORCIONAL. Até porque a atitude do Petros é subjetiva, como eles podem julgar dessa forma? Me desculpem, mas na faculdade de Direito eu aprendi sobre os princípios da proporcionalidade e da razoabilidade e não vi nenhum deles sendo usado pelo Tribunal.

Ele não socou o árbitro, ele não chutou o juiz, não cuspiu, não xingou, nada disso. Vejam, não estou defendendo o Corinthians, mas eu não enxergo aquele lance como agressão nem aqui nem na China! Nem mesmo o próprio juiz viu isso durante o jogo! Só no dia seguinte, com a repercussão entre os comentaristas de televisão, ele fez um adendo à súmula. Essa punição é um dos maiores absurdos que eu já vi no futebol. Cabe recurso ao Pleno do STJD e ela poderá ser revista, diminuída pela metade ou o jogador poderá até mesmo ser absolvido. Vamos aguardar.

2.059 visualizações e 51 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Fabinho Sccp #110 @fabinhosccp em 19/08/2014 às 09:32

Nesse julgamento foi usado um princípio muito comum ao STJD: cariocabilidade...

Adriano Campione #138 @rene.campeao em 19/08/2014 às 09:34

O princípio é o da Schimittabilidade.

Carioca mauricinho safado.

Últimas respostas

Jonathan Alan Lopes #2.119 @johnkie em 19/08/2014 às 13:44

Metade dessa pressão da mídia pela punição dele se deve ao imbecil do Juca Kfouri, que diz que é corinthiano, mas que foi o primeiro a bradar aos quatro cantos que tinha sido uma agressão covarde, que o Petros merecia ser punido exemplarmente e tudo mais.

Publicidade

Waldir De Mello #660 @profe em 19/08/2014 às 13:41

Para o bem do futebol brasileiro, pelo AMOR DE DEUS, acabem com esse STJD, pois ele é a vergonha das vergonhas do futebol brasileiro.

Herivaldo Camargo #1.056 @herivaldo em 19/08/2014 às 13:36

Em um país que presos do Mensalão estão soltos não me surpreende a punição. Injustiça!

Aguero . #283 @12586 em 19/08/2014 às 13:28

As vezes esqueço que a gazeta tem ótimos profissionais.

Tiago Rafael #1.662 @tiagocorintiano em 19/08/2014 às 13:27

Este tribunal não tem princípio nenhum.

Rinaldo Montanari #1.974 @rinaldo em 19/08/2014 às 13:21

Primeiro que o STDJ não é um tribunal, só tem suas decisões válidas para a CBF, o Legislativo brasileiro não reconhece o STJD como um tribunal. Portanto, não se verá NUNCA lá dentro, qualquer princípio das faculdades de Direito. O princípio do stjd é simples, fazer valer 'legalmente' (lembre-se, as decisões não tem valor legal, um tribunal judicial de verdade pode sim decidir legalmente) as decisões da CBF, no entanto, se qualquer clube estiver disposto a deixar de existir, ele pode confrontar a decisão do STJD e processá-lo, assim como a CBF, em um tribunal de verdade. Aliás, a FIFA também banirá qualquer clube que tentar tal atitude, portanto, Petros só ano que vem, e vamos pra frente, até a próxima punição absurda do stjd contra o Corinthians e algum clube qualquer que se coloque no caminho do Fluminense e da CBF (Sabem também que a CBF e o Fluminense são patrocinados pela unimed né? ! Só pra lembrar)...

Jon Gomes #176 @jow.inacio em 19/08/2014 às 13:02

Faltou ela citar o caso do Cajá e do cara que deu uma voadora no juiz

Ligia Goes #4 @corinthianagoes em 19/08/2014 às 12:53

Olá Claudio! Coerência, honestidade em comentar tendo conhecimento e uma visão ampla.Parabéns. Beijos mil!

Victor Brasil #1.353 @victordf em 19/08/2014 às 12:46

Infelizmente o clubismo no Brasil é levado em consideração em entrevistas de empregos, por cliente e até EM TRIBUNAIS. Quantos devem estar presos por torcerem para um time diferente do promotor ou do juiz ou quantos já foram dispensados de empregos mesmo tendo qualificação por ser torcedor de um time rival. Brasil O PAIS DO PRECONCEITO, somos julgados pela nossa cor, origem, naturalidade, religião e até PELO TIME QUE TORCEMOS.

Se alguém te perguntar para que time torce, RESPONDA que não gosta de futebol ou você pode morrer.

Marcelo Benedito Goncalves #2.459 @marcelo.benedito.gon em 19/08/2014 às 12:38

Amaríllia na Libertadores, virada de mesa do Fluminense, punição do Petros, Felipão na seleção (CBF puxando tapete do Mano), Del Nero na CBF, cada vez tenho mais nojo do futebol da América do Sul, principalmente o brasileiro, ainda vejo futebol pelo Corinthians!