Romarinho Arrebentando no Qatar. Diretoria lixo, fora Gobbi! Fora Mano!

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Michel #86 @corinthiano.michel em 13/09/2014 às 19:30

Não é assim que muitos torcedores fazem? Quando o jogador é nosso é um 'lixo', um perna de pau, ai faz 1 golzinho no novo clube vira craque e a diretoria passa a ser automaticamente ser chamada de lixo.

2.219 visualizações e 53 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

João Guilherme #1.095 @joepublicitario em 13/09/2014 às 21:25

Concordo com você, mas ainda assim acho a nossa diretoria muito fraca, não necessariamente pela saída do Romarinho (que é um jogador mediano, mas depois do Guerrero era o melhor que tínhamos), mas sim por muitos outros motivos, inclusive quando tivemos proposta melhor e não vendemos (http://globoesporte.globo.com/futebol/times/corinthians/noticia/2013/05/gobbi-nega-saida-de-romarinho-so-se-um-besouro-fumar-no-meu-olho.html), perdemos muito dinheiro, com essas renovações de contrato mal feitas (Sheik, Danilo, FS), a limpeza do elenco feita as pressas, fora de época, dando jogadores que se negociado no momento certo tinham valor de mercado. Sem contar que o Mano esta pedindo atacantes e a direção vendendo os poucos que temos. O caso Cleber é outra situação que expões o amadorismo da diretoria...

Rodrigo Souza #202 @mano.da.fiel em 13/09/2014 às 20:56

Pelo valor que o time do qatar pagou não tinha como não vender, uma pena que não é a melhor momento, e com certeza o dinheiro que entra nessa venda será usado pra pagar contas e não na vinda de um outro atacante

Últimas respostas

Priscila Gonçalves #36 @pricki em 14/09/2014 às 12:21

Romarinho nunca foi craque, apenas bom jogador, mas nossa diretoria é um lixo, o ruim foi vender o Romarinho, emprestar o Sheik, emprestar o Pato, e deixar o time sem atacantes e sem contratar ninguém.

Publicidade

Everton Silva #397 @everton.silva20 em 14/09/2014 às 10:45

Pagar contas e salários para jogadores em outros clubes

Rodrigo #202 @mano.da.fiel em 13/09/2014 às 20:56

" "

Pelo valor que o time do qatar pagou não tinha como não vender, uma pena que não é a melhor momento, e com certeza o dinheiro que entra nessa venda será usado pra pagar contas e não na vinda de um outro atacante

Gustavo Silva #1.621 @klosher em 14/09/2014 às 09:38

Como você mesmo disse, ele está arrebentando... No Qatar.

Antonio Benedito Panebianchi Filho #446 @pereirense em 14/09/2014 às 08:25

Fora isso, essa diretoria paga 400mil Pato, 300mil ou 600mil Sheik, para estarem

Hoje estampados nas manchetes dos jornais e notícias em geral como colecionadores

De mulheres lindas!, Isso com dinheiro mal administrado do Corinthians, e se eles

Ganhassem o que nós ganhamos como trabalhadores, iriam ter essa mulherada toda?

Thiago Rodrigues #393 @thiagunner em 14/09/2014 às 06:49

Romarinho jogador mediano, Corinthians vendeu muito bem ele, o problema real não é ele ter saído, mas sim ele começar a fazer falta.

Michel Prigol' #86 @corinthiano.michel em 14/09/2014 às 01:53

Eu não consigo entender esse termo que vocês falam 'oportunismo'...

É como se alguém precisasse esperar acontecer alguma coisa pra ganhar atenção das outras pessoas.

Se for isso, eu tenho pena.

Lucas Elias #116 @lucas07 em 14/09/2014 às 01:01

Pô cara, vi o título do seu tópico e já estava me exaltando aqui, preparando a lista de xingamentos

Tobogã Do Pacaembú #824 @portao23 em 14/09/2014 às 00:08

Concoro, mas um cara com o futebol dele não despertou interesse na Europa.

Rogério Cardoso #48 @rogerackbar em 14/09/2014 às 00:04

O Nilmar queria um salário desproporcional ao futebol dele.

O Corinthians acertou ao não contratá-lo.

Tobogã #824 @portao23 em 14/09/2014 às 00:01

" "

Por isso que vem a pergunta: seria Nilmar tudo isso?

Tobogã Do Pacaembú #824 @portao23 em 14/09/2014 às 00:01

Por isso que vem a pergunta: seria Nilmar tudo isso?

Rogério #48 @rogerackbar em 13/09/2014 às 23:54

" "

O futebol do Oriente Médio não é referência. Ainda que o Romarinho faça muitos gols, mantenho a opinião de que o negócio foi bom para ambas as partes (clube e jogador).