'Naming Rights': Solução ou Ilusão?

Fórum do Corinthians
Tópico Épico Entenda as regras

Paulo #39 @paulo.52 em 01/05/2015 às 22:19

Esse episódio recente da postagem do colega que afirmava ter fonte segura de que hoje fecharíamos a venda dos chamados direito de nome, a par da enorme frustração que causou entre os frequentadores do fórum, pela não confirmação do negócio, e também por isso, suscita uma reflexão: seriam os 'Namings' realmente a solução para o crítico estado atual das nossas finanças?

Sim, porque, embora todo dinheiro seja sempre bem vindo, em qualquer situação, e mormente num momento angustiante como esse que vivemos, estamos falando em uma transação envolvendo 400 milhões por 20 anos (pelo menos é o que se especulou, naquela época das viagens frequentes do Andrés ao Oriente Médio).

Oras, isso dá 'somente' 20 milhões por ano, menos do que a CEF nos paga pelo patrocínio na camisa, pouco mais do que o Plano Fiel Torcedor e muito menos do que os direitos de TV.

Será que não estamos, portanto, depositando muitas fichas numa quimera?

4.655 visualizações e 76 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Sergio Brasil #8.720 @brasil.legal em 02/05/2015 às 08:38

Não concordo, o dinheiro do naming rights seria super bem vindo, o que ocorre que por mais bem intencionado que seja o andrés sanches eu acho que a venda do nome da arena devia ser colocada na mão de uma empresa especializada no assunto, pois para quem já atua nessa área como empresas americanas venderiam muito mais fácil que na mão de quem nunca fez isso antes!

Everton R. Carlos #112 @everton.r.carlos em 01/05/2015 às 23:31

Se fosse pra ser essa compania aérea já tinha fechado pois esse dinheiro de 20 anos é o preço de uma aeronave nova que eles compram semanalmente

Últimas respostas

Cláudia Fiore #11 @claribel em 07/05/2015 às 19:09

São sábias suas palavras meu querido Sergio, concordo com você, agora só nos resta esperar.

sergio #8720 @brasil.legal em 07/05/2015 às 13:18

" "

Minha querida claúdia se não me engano o Palmeiras colocou uma empresa americana especializada no assunto de vendas de NR e e venda de espaços dentro da arena como camarotes e espaços comerciais, por isso dei a ideia a gente não entende como uma arena que foi palco do mundial e será um das sedes das olímpiadas ainda não conseguiu vender seu NR, ou será algo muito grandioso ou há algo de errado nessa história, saudações corintianas, minha querida!

Publicidade

Sergio Brasil #8.720 @brasil.legal em 07/05/2015 às 13:18

Minha querida claúdia se não me engano o Palmeiras colocou uma empresa americana especializada no assunto de vendas de NR e e venda de espaços dentro da arena como camarotes e espaços comerciais, por isso dei a ideia a gente não entende como uma arena que foi palco do mundial e será um das sedes das olímpiadas ainda não conseguiu vender seu NR, ou será algo muito grandioso ou há algo de errado nessa história, saudações corintianas, minha querida!

Cláudia #11 @claribel em 02/05/2015 às 20:45

" "

Concordo com você meu querido Sergio. Porque fizemos a abertura da Copa do Mundo e não conseguimos fechar, agora vem as Olimpiadas, o jeito é esperar. Eu só não entendo como o Palmeiras conseguiu e nós não, e Olimpiadas será aqui na nossa casa e não porque lá na arena do Palmeiras? Muito estranho isso.

Paulo Paulo Paulo #39 @paulo.52 em 03/05/2015 às 08:46

Na verdade eu era pequeno demais, na época, e não lembro dele no SCCP. Comecei a ser corinthiano em 1969 mas só fui ao estádio pela primeira vez em 1971 ver o Coringão, contra os sardinhas - com Pelé e tudo. Quanto ao Ralf prefiro ao Taborda, rs. Aliás, pode notar que todos criticam, por ele não saber sair jogando, mas técnico nenhum abre mão. Cara é o que mais joga, nunca dá migué e raramente se contunde.

Ritchie Pop #277 @ritchie.sccp em 02/05/2015 às 23:56

Boa sorte

Cláudia Fiore #11 @claribel em 02/05/2015 às 20:45

Concordo com você meu querido Sergio. Porque fizemos a abertura da Copa do Mundo e não conseguimos fechar, agora vem as Olimpiadas, o jeito é esperar. Eu só não entendo como o Palmeiras conseguiu e nós não, e Olimpiadas será aqui na nossa casa e não porque lá na arena do Palmeiras? Muito estranho isso.

sergio #8720 @brasil.legal em 02/05/2015 às 08:38

" "

Não concordo, o dinheiro do naming rights seria super bem vindo, o que ocorre que por mais bem intencionado que seja o andrés sanches eu acho que a venda do nome da arena devia ser colocada na mão de uma empresa especializada no assunto, pois para quem já atua nessa área como empresas americanas venderiam muito mais fácil que na mão de quem nunca fez isso antes!

Wlisses Andre Gomes De Oliveira #1.809 @wandreh em 02/05/2015 às 20:45

Após as olimpíadas vai ser vendido esses namings rights anota ai

Jorge Ruiz Bichuete #337 @jorbi em 02/05/2015 às 20:44

NR, dentre outras formas de captar dinheiro, é solução. Não há como dispensar um valor que serviria para pagar 50% da nossa Arena.

Tiago Tavares #1.097 @tiagosccp1910 em 02/05/2015 às 20:31

Não é Fly Emirates, é só Emirates.

Renato Magalhaes #14 @rmagalhaes em 02/05/2015 às 19:59

É dinheiro que entra...mas tem que ser muito bem feito este contrato.

E dinheiro não leva desaforo...

É uma tendência e oportunidade natural das coisas..

Pode correr com as 2 coisas agregadas..

FT e NR na arena.

Giovani Antunes Cari #7.175 @giovani.antunes em 02/05/2015 às 19:12

Caros colegas corinthianos, eu li e já reli sobre esse assunto e ao contrário de muitos eu acho que não é só ilusão querer um parceiro para a nossa Arena; somente acho que isso sempre foi tratado com amadorismo por parte dos responsáveis pela transação nós todos acreditamos que o Corinthians é o maior de todos os clubes de futebol porém quando se trata de negócios estamos engatinhado ainda um exemplo claro que ficamos presos a Kalunga por vários anos apesar de não ser tão rentável aos cofres do clube, após este período de estagnação começamos a crescer porém muito lentamente; os profissionais que são responsáveis pela transação do Naming Rights deveriam ser mais 'profissionais' pois ficam plantando falsas noticias e nós torcedores nos iludimos; se fossem trabalhar sério teriam feito como o nosso rival que mesmo antes de ter os estádio pronto já se sabia como se chamaria eles sim foram profissionais me 'parece' que o Andres só foi de ferias para o Oriente Médio pois foi muita falação e pouca ação realmente, não estou duvidando da capacidade de negociar dele e dos outros mas fica a duvida no ar, o que acontece realmente nos bastidores da negociação pois é do conhecimento de todos que houve até o interesse por parte da Caixa mas eles queriam uma marca internacional pois bem essa marca seria a Fly Emirates que na verdade nunca demonstrou interesse no negócio pois a empresa citada não tem uma grande atuação no Brasil então para que eles dariam 'soco em ponta de faca' só se fossem burros. A solução é óbvia em primeiro lugar deixar profissionais cuidarem da negociação, depois expor as empresas o plano da parceria, expor realmente o valor a que se pretende pela parceria, ouvir a todas empresas interessadas não somente as internacionais pois se a marca não é conhecida nem no seu país como vamos expor essa marca para o mundo; negócio para ser bem feito também se exige o segredo pois como os mais velhos dizem 'o segredo é a alma do negocio' quem muito se expõe antes da hora tem 50% de4 dar errado. Se for Chevrolet, Caixa, American Airlines ou a marca que for tem de ser respeitada por todos mas se fica menosprezando a Marca A ou a Marca B esse negócio não sai é nunca; vamos ter fé e profissionalismo também essa parceria não é como patrocínio de camisa quem pagar mais este ano expõe sua logomarca no uniforme é algo para 20 anos ou mais.