O começo do fim dos baderneiros e talvez a volta das famílias aos estádios novamente

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

J #2.849 @jnadersss em 18/05/2015 às 18:25

Informações de hoje.

Autoridades responsáveis pela segurança nos estádios anunciaram, nesta segunda-feira, um pacote de medidas contra a violência no futebol paulista. Entre as mudanças divulgadas pela FPF (Federação Paulista de Futebol), o MP-SP (Ministério Público de São Palo) e a SSP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo) está a implantação do serviço comunitário para o torcedor que for impedido de ir ao estádio.Hoje, quem for punido por algum tipo de ocorrência relacionado a futebol é banido temporariamente dos estádios e precisa se apresentar à delegacia na hora dos jogos. O problema é que, na prática, esse mecanismo não funciona tão bem. Agora, os torcedores 'banidos' terão de prestar serviços comunitários por seis horas em dias de jogos.A punição começa duas horas antes do início do jogo e termina só duas horas depois, tudo para impedir que ele se aproxime do estádio.Os locais de prestação de servições serão o IML (Instituto Médico Legal), o Instituto de Criminalística e o Centro de Reabilitação Lucy Montoro. A medida é a mais importante do pacote anunciado pelas autoridades, que tentam aprimorar a luta contra a violência no futebol paulista depois de um primeiro semestre marcado por muitos conflitos e até mortes em torcidas organizadas.''Nada dará certo se a impunidade prevalecer. A partir do momento que os torcedores, os baderneiros perceberem que há punição, vão pensar várias vezes antes de praticar. A Justiça será rápida e eficaz', disse o secretário de Segurança Pública Alexandre de Moraes.Além da exigência do serviço comunitário, as autoridades também anunciaram a implantação de delegacias móveis nos estádios. A ideia é aumentar o potencial de atendimento de ocorrências da Polícia Militar em um dia de jogo.Por último, e não menor importante, há uma mudança estratégica da Secretaria de Segurança. A partir de agora, ocorrência do entorno dos estádios serão encaminhadas ao Juizado do Torcedor, setor especializado em violência no futebol. Até hoje, os casos eram levados a uma delegacia de polícia comum, o que por vezes atrasava o processo de apuração.

1.458 visualizações e 24 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Rodz Rds #1.005 @rodzrds em 18/05/2015 às 21:35

Olha, não existe limite para acreditar no que a TV diz...:

1) Volta das famílias ao estádios. Crente incondicional do que o sensacionalistas dizem, há anos as famílias já frequentavam o Pacaembu e seguem frequentando a Arena. Criancinhas, esposas, maridos, avós, avôs, etc.

2) Acreditar no que 'A Justiça será rápida e eficaz' no país das injustiças, aonde o Supremo é todo macunado com os políticos de plantão, aonde os funcionários da ' Justiça' tem salários muitas vezes superiores à média nacional sem para isto precisar entregar serviço de qualidade (Justiça) e com direito a aposentadoria vitalícia pelo teto... Ah isto advindo do Secretário de Segurança do estado...

Se acredita em cada coisa...

Renato Magalhaes #9 @rmagalhaes em 18/05/2015 às 19:07

Espero que realmente façam algo pelo bem do esporte e quem o ama de verdade.

Últimas respostas

Fabiano Silva #1.559 @fabiano.lopes4 em 19/05/2015 às 19:49

A violência continuará fora dos estádios.

Publicidade

J Nader #2.849 @jnadersss em 19/05/2015 às 14:12

Já vi que é uma pessoa exclarecida, e escreveu com paixão kkk

Lauro Oshiro #638 @lauro.oshiro em 19/05/2015 às 10:57

Tomara que isso aconteca, acabar com os baderneiros, torco muito para que de certo, mas não estou muito certo disso não, haja vista que a nossa Lei é fraca, se funcionar, pelo menos para o Futebol, é uma grande vitória para os amantes do Futebol...

Eu Eu #734 @campina em 19/05/2015 às 10:43

Cara podem me criticar mas tem que ter torcida única nos estádios

J Nader #2.849 @jnadersss em 18/05/2015 às 22:11

Muitas.

J Nader #2.849 @jnadersss em 18/05/2015 às 22:10

Se a gente não acreditar que um dia as coisas possam mudar, é sinal que já fizemos a nossa parte na terra. E é hora de mudar.

Luiz #6146 @luiz.fernando136 em 18/05/2015 às 18:45

" "

Hahaha, uma ótima ideia, pena que não vai ser colocado em prática, assim como todas as outras leis desse país.

J Nader #2.849 @jnadersss em 18/05/2015 às 22:09

Joel, não existe isso que escreveu, agressão como tentativa de assassinato? é a mesma coisa você estar dirigindo em uma auto estrada e atropelar um transeunte e dizer que você teve a intenção de matar.

Mas entendo que as leis tem que ser mais severas, gosto dessa lei que obrigaria a ajudarem no hospital do cancer AC CAMARGO, SUS, CRECHES, E INSTITUTO MEDICO LEGAL. Asilos, para ver que a vida passa muito rápido e não há tempo a perder.

J Nader #2.849 @jnadersss em 18/05/2015 às 22:05

Discordo quanto ao álcool, porque segundo a lei que estão tentando implantar, a pessoa poderia beber antes no intervalo e depois do jogo, nunca durante o jogo cerveja. Vamos ser sinceros ninguém vai brigar por ter tomado no máximo 2 ou 3 copos de cerveja.

J Nader #2.849 @jnadersss em 18/05/2015 às 22:01

Parece que já tem um para testar as tornozeleiras kkkkkk

Rodz Rds #1.005 @rodzrds em 18/05/2015 às 21:35

Olha, não existe limite para acreditar no que a TV diz...:

1) Volta das famílias ao estádios. Crente incondicional do que o sensacionalistas dizem, há anos as famílias já frequentavam o Pacaembu e seguem frequentando a Arena. Criancinhas, esposas, maridos, avós, avôs, etc.

2) Acreditar no que 'A Justiça será rápida e eficaz' no país das injustiças, aonde o Supremo é todo macunado com os políticos de plantão, aonde os funcionários da ' Justiça' tem salários muitas vezes superiores à média nacional sem para isto precisar entregar serviço de qualidade (Justiça) e com direito a aposentadoria vitalícia pelo teto... Ah isto advindo do Secretário de Segurança do estado...

Se acredita em cada coisa...