Corinthians - Era Andrés Sanchez

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

André #4.221 @andre.caliman em 28/07/2015 às 13:41

Vou criar este tópico para analisarmos a gestão do Corinthians a partir de 2007, quando a chapa do Andres assumiu a direção do Corinthians para tentarmos entender como se chegou na situação atual, para onde está indo tanto dinheiro e quais os principais erros e acertos. Por favor, complementem com mais informações.

2007: Dualib renuncia em Setembro. Andres assume. O time estava em 13º lugar com 33 pontos, na 25º rodada. Foi rebaixado, ficando com 44 pontos em 38 rodadas. O time era fraquíssimo, mas, o Andres não fez nada para tentar escapar do rebaixamento. Dizem as más línguas que ele defendeu a seguinte postura em reunião dos conselheiros:

&Ldquo;Se a gente mexer e o time cair, vamos levar a culpa. Se não mexer, e isso acontecer, a culpa vai ser do “velho” (Dualib)”, disse Andres.

&Ldquo;Depois, se o time subir, os heróis vai (sic) ser a gente”, complementou.

Acertos: Vender William por valor recorde.

Erros: Montagem do time, troca de técnico constante e não fazer mudanças para evitar queda

FATURAMENTO: 135 milhões de Reais

DÍVIDA: 101,6 Milhões de Reais.

2008: Assume Mano Menezes, o time começa do zero. É feita uma faxina geral no elenco. Só restando o goleiro Felipe entre os titulares.

Felipe, aliás, começou criando problemas com Andres, pois, mesmo com o rebaixamento, exigiu um aumento significativo para ficar.

Mano Menezes trás um monte de jogadores relativamente desconhecidos, nenhuma estrela e vai ajustando o time da defesa para o ataque. Termina o Paulista em 5º, com a melhor defesa, é vice campeão da Copa do Brasil e ganha a série B.

Paulo Rosenberg assume o marketing e faz uma revolução no futebol brasileiro. São abertas lojas, diversos produtos são lançados, fiel torcedor bomba.

Acertos: Montou uma defesa sólida, revelou o Dentinho, houve progresso durante o ano todo, devolveu a auto-estima dos Corinthianos, voltou para primeira divisão. Marketing revolucionou o futebol brasileiro. Sócio torcedor, lojas poderoso Timão.

Erros: Algumas apostas nunca vingaram. Acosta (que deveria ser a estrela), Perdigão (sic), Eduardo RAmos, Diogo Rincón. Perder a final da Copa do Brasil e a vaga para Libertadores.

Faturamento: 117,50 milhões.

Dívida: 128.607 milhões

2009:

Mano Menezes continua a frente do time. O entrosamento cresce. Ronaldo chega e o Corinthians entra num dos melhores momentos da sua história.

O marketing consegue aproveitar bem o fator Ronaldo e torna o Corinthians o time com maior faturamento do Brasil.

Em campo, o time está entrosado. Ronaldo cai como uma luva. A zaga entrosada, o meio de campo quase perfeito, com Cristian, Elias e Douglas. Jorge Henrique faz papel tático fundamental, Dentinho ganha espaço e Ronaldo brilha.

Ganhamos o campeonato paulista de forma invicta, com direito a gols e jogos memoráveis, como Corinthians e SPFC (gols do Christian com comemoração histórica e gol do Ronaldo, na arrancada em cima do zagueiro Rodrigo após ser chamado de ex jogador pelo diretor do SPFC), e Corinthians e Santos. (Gol de cobertura, antológico).

Na copa do Brasil, fomos campeões, com Ronaldo brilhando na final contra o Inter e garantindo a vaga para a Libertadores no centenário.

No segundo semestre, entra em cena o Sr Mario Gobbi, escolhido diretor de futebol, por motivos somente políticos. Após algum tempo, ele dá entrevista dizendo que não entende nada de futebol. No segundo semestre, vende de uma vez só Cristian, Douglas e André Santos. O time cai de rendimento no segundo semestre e acaba em 10º no Campeonato Brasileiro.

Pontos positivos: Ronaldo, marketing, entrosamento, Mano Menezes, Rosenberg. Faturamento se torna o maior do país. Divida caí.

Pontos negativos: Venda da espinha dorsal do time por valores ridículos. Mário Gobbi diretor de futebol.

Faturamento: 181 milhões de reais

Divída: 99,8 milhões de Reais

2010:

Ano do centenário, disputada da Libertadores, Ronaldo e Roberto Carlos no time, nunca houve tanta expectativa. Mano Menezes é mantido e aposta em medalhões para disputar a Libertadores. Tcheco, Danilo e Iarley são contratados. Ralf e Jucilei entram bem no time. Leandro Cástan e Paulinho são 'achados' por Mano Menezes, e fazem parte do elenco, mesmo sem muito espaço. Tcheco e Iarley não se encaixam.

Campeonato Paulista é deixado de lado e time não se classifica para semifinais.

Na Libertadores, time é o melhor classificado da primeira fase. Encontra o Flamengo nas oitavas e é eliminado. No primeiro jogo no Rio de Janeiro, sob chuva muito forte, o Flamengo jogou com um a menos a maior parte do tempo. Mano Menezes quis segurar o empate, e acabou perdendo, com gol de pênalti de Adriano.

No segundo jogo, o time jogou muito bem, venceu por 2 x 1, mas foi eliminado. Mesmo com a derrota, Pacaembu aplaude o time no final do jogo.

Campeonato Brasileiro começa com o time voando. Parte da torcida pede pela saída de Mano Menezes, que é mantido até julho quando vai para a seleção e entrega o time em primeiro lugar para Adilson Batista. Adilson assume e faz péssima campanha e é demitido após 17 jogos, entregando o time em terceiro lugar, 5 pontos atrás do líder. Tite assume, Cruzeiro e Fluminense passam a perder pontos fáceis, o time do Corinthians engata uma boa invencibilidade, mesclando empates fora de casa e vitórias em casa e assume a liderança na rodada 35. Os três últimos jogos foram contra Vitória (que terminou rebaixado) fora de casa, Vasco (12º Colocado) em casa e Goiás (que terminou rebaixado). O time não consegue se impor nos jogos fora de casa e empata os dois jogos. Contra o Vasco, vence por 2 x0, acabando em terceiro lugar no brasileiro classificando-se assim para a pré-libertadores.

Pontos positivos: Jucilei, Ralf e Bruno César tem bom ano. Paulinho e Cástan são contratados. Faturamento continua crescendo.

Pontos negativos: Saída do Mano, contratação de Adilson, Tcheco e Iarley. Time muito conservador sob comando de Tite, não se impõe em jogos fora de casa. Dívida cresce.

Faturamento: 212,6 milhões de reais

Dívida: 122 milhões de reais.

2011:

O ano começa com Tite no comando. Ronaldo e Roberto Carlos ainda estão no time.

Ronaldo muito fora de forma e desmotivado.

Logo em Janeiro, o primeiro jogo com o tolima e 0x0 no Pacaembu, dia 02 de Fevereiro, derrota por 2 x 0 para o Tolima e todo planejamento é refeito.

Ronaldo encerra a carreira. Roberto Carlos pede para sair. Andres Sanchez mantém Tite, mesmo com imprensa e torcida exigindo a saída. Liedson é contratado, Jucilei é vendido e Paulinho entra no time.

No campeonato Paulista, chegamos até a final e perdemos por 2x1 o segundo jogo contra o Santos.

No Brasileiro, após um início arrasador nas 10 primeiras rodadas, time enfrenta uma fase de altos e baixos e chega a ficar em 4º lugar na rodada 25. Após isto, consegue se recuperar e é campeão brasileiro.

Pontos Positivos: Faturamento, Conquista do Campeonato Brasileiro, Paulinho no time titular. Bruno César e Dentinho são vendidos, mas há titulares a altura. William entra bem no time, Fabio Santos assume vaga de Roberto Carlos. Emerson Sheik e Alex são contratados.

Pontos Negativos: Ronaldo gordo, eliminação para o Tolima, altos e baixos no brasileiro. Marquinhos é integrado ao time e não ganha oportunidades. Time toma poucos gols, mas faz poucos também. Time não se impões em jogos fora de casa.

Faturamento: 290,4 milhões de reais

Dívida: 178 milhões de reais

1.026 visualizações e 38 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Edmilson E. Gomes #262 @torcedoracional em 28/07/2015 às 15:12

Alguns erros : achar que aquilo que deu certo com o Ronaldo daria certo com o Adriano e depois com o Pato(pra mim neste caso foi onde o erro se agravou devido o valor surreal para o futebol brasileiro ), oCorinthians está muito à mercê dos empresários, '' jogadores saem de graça!

Nei Lima #1.568 @edineinetoudinei em 28/07/2015 às 15:03

Eita eu lhe tudo lendo e pasasndo um filme na minha cabeçaaaaaaaaaa

Últimas respostas

Maria Das Graças #2 @gracinhado.timao em 30/07/2015 às 07:28

Exatamente.

Freddy #3 @kruege em 29/07/2015 às 20:35

" "

Verdade! Gobbi só fez atrasar o lado do Clube

Publicidade

Freddy Krueger "mito" #3 @kruege em 29/07/2015 às 20:35

Verdade! Gobbi só fez atrasar o lado do Clube

Maria #2 @gracinhado.timao em 29/07/2015 às 16:06

" "

Que também culminou e foi a gota d'água para Rosemberg pular fora.

Freddy Krueger "mito" #3 @kruege em 29/07/2015 às 20:01

Sim. Mas o Andres foi contra essa contratação. Ele deveria ter dado ouvido ao Andres não ao Roberto de Andrade...

Anderson #2001 @andersonbarbosa em 29/07/2015 às 00:20

" "

Amigo, leia a entrevista do Rosemberg. Quem convenceu o Gobbi a contratar o Pato foi o Roberto de Andrade. Gobbi disse que não havia dinheiro em caixa. Roberto de Andrade até telefonou para o Rosemberg para que ele tentasse convencer o Gobbi.

André Caliman #4.221 @andre.caliman em 29/07/2015 às 17:48

Minha conclusão?

O Corinthians foi um retrato do Brasil nestes últimos anos. Chegou a patamares nunca antes alcançados. Porém, este crescimento parece ter favorecido muitos interesses pessoais, houve muita negociata, muito 'esquema' e bem pouco planejamento.

Thiago #82 @thiagosouto em 29/07/2015 às 15:41

" "

Faltou a sua conclusão sobre tudo isso!

Coringa Sccp #3.514 @mhp81 em 29/07/2015 às 16:22

A conclusão que eu tiro de tudo isso: O 'CARA' mesmo é o Luis Paulo Rosenberg. Ele é foda!

Maria Das Graças #2 @gracinhado.timao em 29/07/2015 às 16:06

Que também culminou e foi a gota d'água para Rosemberg pular fora.

Freddy #3 @kruege em 28/07/2015 às 21:54

" "

O Andres foi contra o Gobbi contratar o zé roela do Pato, e o Gobbi foi até o final com essa história e o resultado foi um baita prejuízo financeiro, pra um cara que admitiu não entender nada de futebol ele foi bastante arrogante em fazer uma transação dessas

Maria Das Graças #2 @gracinhado.timao em 29/07/2015 às 16:04

Oh se é.

NEI #1568 @edineinetoudinei em 28/07/2015 às 15:03

" "

Eita eu lhe tudo lendo e pasasndo um filme na minha cabeçaaaaaaaaaa

Maria Das Graças #2 @gracinhado.timao em 29/07/2015 às 16:03

Até porque em termos de futebol e retorno de mídia o Ronaldo é imbatível.

Edmilson #262 @torcedoracional em 28/07/2015 às 15:12

" "

Alguns erros : achar que aquilo que deu certo com o Ronaldo daria certo com o Adriano e depois com o Pato(pra mim neste caso foi onde o erro se agravou devido o valor surreal para o futebol brasileiro ), oCorinthians está muito à mercê dos empresários, '' jogadores saem de graça!

Caio Barradas Badaró #1.251 @caiobbadaro em 29/07/2015 às 16:01

Pra mim, depois da saída do Rosenberg a gestão do Andres nunca mais foi a mesma. A receita do sucesso eram os dois, não só o Presidente!

Quanto a jogadores e times formados, é natural que hajam erros e acertos, mas de uma maneira geral foram bem sucedidos. Foi um período cheio de títulos pra nós!

A explosão das receitas e contratações de impacto vieram num momento aonde o Brasil estava crescendo. Agora estamos vivendo o contrario, todos os setores da nossa economia estão em crise... é preciso ter criatividade. No nosso caso, com os títulos que temos nas divisões de base percebe-se claramente que o caminho é por aí... E a diretoria já se mexe nesse sentido. Acho que vamos bem, veremos no que vai dar!

Thiago Souto #82 @thiagosouto em 29/07/2015 às 15:41

Faltou a sua conclusão sobre tudo isso!