O que precisamos fazer para encaixar uma trinca de títulos brasileiros?

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Adriano #144 @rene.campeao em 01/12/2015 às 14:19

Nos anos 90, a Porcada era toda pimpona por causa do 'bi'.
Lá mesmo, naqueles tempos, fomos.

Os bambis se vangloriaram do 6-3-3...e cá estamos com seis também, mas esse 6 foi feito em três anos seguidos por eles.
Poderíamos, como o Cruzeiro e mais ainda, dominar o cenário nacional por um bom tempo.

Mas o que seria preciso?

O que seria necessário pra conseguirmos isso e jogando um futebol de alto nível, como o que mostramos no início e no fim da temporada?

441 visualizações e 51 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Bruno Japa #151 @brunosaito em 01/12/2015 às 14:22

Acho que a chave está no próprio Cruzeiro: manter uma espinha dorsal.

Dominaram por dois anos mas o presidente resolveu fazer um desmanche, vimos no campo o resultado esse ano.

Felipe B. #2.046 @felipems em 02/12/2015 às 02:04

1 - Manter o técnico por muito tempo.

2 - Fazer uma boa pré-temporada/utilizar reservas em boa parte dos campeonatos estaduais.

3 - Ter bons reservas para quase todas as posições.

4 - Manter pelo menos 75% do time titular do ano anterior.

Últimas respostas

Felipe B. #2.046 @felipems em 02/12/2015 às 02:04

1 - Manter o técnico por muito tempo.

2 - Fazer uma boa pré-temporada/utilizar reservas em boa parte dos campeonatos estaduais.

3 - Ter bons reservas para quase todas as posições.

4 - Manter pelo menos 75% do time titular do ano anterior.

Publicidade

Roger Leal #714 @roger1979 em 02/12/2015 às 02:04

O SP só foi tri consecutivo do BR porque sempre caía cedo na Libertadores, porque é muito difícil ganhar as duas competições ao mesmo tempo.

Robson Jesus #353 @robson.jesus em 02/12/2015 às 02:03

  1. Tirar o podem dos empresários sobre os atletas.
  2. Manter o elenco
  3. Fazer contratações pontuais
  4. Manter salários em dias
  5. Diretoria comprometida
  6. E nos entrega as taças.

Jhonatan Camargo #5.780 @jhonatantimao em 02/12/2015 às 01:48

Além da manutenção do elenco, acredito que o começo da temporada é o fator principal, mesclar o time durante o estadual é extremamente importante para ter folego até o fim do ano e Não ter muitas contusões.

Ronivon Matos #4.146 @ronnivon em 01/12/2015 às 22:25

O essencial é manter elenco, segurar pelo menos os jogadores mais regulares e sempre fazer contratações pontuais e jogadores bom de grupo e compromissados com o clube.

Danilo Felix #1.146 @danilo.felix2 em 01/12/2015 às 22:12

Manter o máximo possível dessa equipe e trazer mais alguns caras ai.

Hep7a Sete #289 @terrorista10 em 01/12/2015 às 20:05

Manter a base do time.

No time de hoje se resume na nossa defesa, os laterais e o meio campo.. Mantendo as principais peças dessa equipe chegaremos pra brigar pelo título ano que vem de novo;)

Além disso, devemos trazer reforços pontuais para as posições carentes..

Enfim, manter a sintonia/entrosamento pra mim é o principal, e isso só é possível com o mesmo técnico, no nosso caso, Tite!

Maria Lisboa #12 @maricida1639 em 01/12/2015 às 19:54

Apoiado.

Estabilidade. Inteligência. Bom senso. Saúde financeira.

Pronto.

Charles #1424 @charles.dodgson em 01/12/2015 às 19:48

" "

1- Acho que a palavra chave é manutenção. Manutenção de comissão técnica e principais jogadores (e manutenção até da linha de trabalho da diretoria). Você citou os exemplos de Palmeiras, São Paulo e Cruzeiro. Em cada um dos três casos, o mesmo técnico ganhou os títulos. E além disso, a base de jogadores também foi mantida. Portanto, o que devemos fazer agora, é manter os principais jogadores (em especial: RA, Jadson, Elias, Fagner, Gil e Felipe) e comissão técnica, claro.

2- Outro fator importantíssimo é inteligência na hora de contratar. É preciso fazer contratações pontuais. Qualificar ainda mais o elenco. É melhor trazer poucos jogadores com muita qualidade do que muitos jogadores de baixa qualidade (chega de 'ibsons'!). É preciso se precaver, por exemplo, para trazer jogadores que possam, sem deixar cair o nível do time, atuar nas vagas de RA, Jadson e Elias, quando estes não puderem jogar.

3- Não ficar com invencionices de trazer jogadores caros, meramente por questões de marketing (caso do Pato). O futebol do jogador é o principal, não importa se ele é 'famosinho'. Devemos fugir de contratações de 'grandes estrelas' que demandarão alto custo de aquisição e alto salário. Enfim, chega de 'Patos' e 'Adrianos' no nosso time. O clube não pode gastar uma quantidade absurda de dinheiro, como foi feito no Caso Pato.

4- O clube tem que se preocupar em ter a maior porcentagem no passe dos seus atletas (ter só 5% de passe de jogadores é ridículo). Isso é importantíssimo pra saúde financeira do clube. Não adianta fazer grandes vendas, se a maior parte do dinheiro não ficará com o clube. Tem que se livrar desses empresários sanguessugas. O Clube tá perdendo deixando de ganhar muito dinheiro por causa disso. Apesar do que eu disse no item 1, é importante uma venda de jogador, de vez em quando, desde quê não configure desmanche. E tem que botar multa rescisória caríssima, e vender caro mesmo. Fazer jogo duro com esses europeus, se quiserem levar jogador nosso vão ter que abrir os cofres. Citei a venda de jogadores, mas, nesse último item, quero frisar a importância de tudo que envolve a saúde financeira do clube. Afinal pra se manter no topo, tem que estar bem financeiramente.

Charles Dodgson #1.424 @charles.dodgson em 01/12/2015 às 19:48

1- Acho que a palavra chave é manutenção. Manutenção de comissão técnica e principais jogadores (e manutenção até da linha de trabalho da diretoria). Você citou os exemplos de Palmeiras, São Paulo e Cruzeiro. Em cada um dos três casos, o mesmo técnico ganhou os títulos. E além disso, a base de jogadores também foi mantida. Portanto, o que devemos fazer agora, é manter os principais jogadores (em especial: RA, Jadson, Elias, Fagner, Gil e Felipe) e comissão técnica, claro.

2- Outro fator importantíssimo é inteligência na hora de contratar. É preciso fazer contratações pontuais. Qualificar ainda mais o elenco. É melhor trazer poucos jogadores com muita qualidade do que muitos jogadores de baixa qualidade (chega de 'ibsons'!). É preciso se precaver, por exemplo, para trazer jogadores que possam, sem deixar cair o nível do time, atuar nas vagas de RA, Jadson e Elias, quando estes não puderem jogar.

3- Não ficar com invencionices de trazer jogadores caros, meramente por questões de marketing (caso do Pato). O futebol do jogador é o principal, não importa se ele é 'famosinho'. Devemos fugir de contratações de 'grandes estrelas' que demandarão alto custo de aquisição e alto salário. Enfim, chega de 'Patos' e 'Adrianos' no nosso time. O clube não pode gastar uma quantidade absurda de dinheiro, como foi feito no Caso Pato.

4- O clube tem que se preocupar em ter a maior porcentagem no passe dos seus atletas (ter só 5% de passe de jogadores é ridículo). Isso é importantíssimo pra saúde financeira do clube. Não adianta fazer grandes vendas, se a maior parte do dinheiro não ficará com o clube. Tem que se livrar desses empresários sanguessugas. O Clube tá perdendo deixando de ganhar muito dinheiro por causa disso. Apesar do que eu disse no item 1, é importante uma venda de jogador, de vez em quando, desde quê não configure desmanche. E tem que botar multa rescisória caríssima, e vender caro mesmo. Fazer jogo duro com esses europeus, se quiserem levar jogador nosso vão ter que abrir os cofres. Citei a venda de jogadores, mas, nesse último item, quero frisar a importância de tudo que envolve a saúde financeira do clube. Afinal pra se manter no topo, tem que estar bem financeiramente.

Chacal/sc Corinthians Paulista #84 @todo.poderoso.timao. em 01/12/2015 às 19:35

Três títulos por década é o suficiente para dominar o palmares de títulos do Brasileirão no pais. Nesse sentido a nossa década mais vencedora foi a de 1990, muito pelo bi consecutivo. Na década de 2000 apenas um (2005), e agora na década de 2010-2020, já temos dois. Então estamos com saldo positivo, partindo de 90 claro. Tendo mais 5 anos pra vencer mais um ou dois. Acho que nunca um time conseguiu 4 títulos em uma década, o que ao meu ver caracteriza uma hegemonia.