Baltazar Cabecinha de Ouro - 1945–1957

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

André #17 @andre.anjoss em 22/12/2015 às 09:01

Títulos pelo Corinthians

Pequena Taça do Mundo: 1954

Campeonato Paulista: 1951

Campeonato Paulista: 1952

Campeonato Paulista: 1954

Torneio Rio-São Paulo: 1950

Torneio Rio-São Paulo: 1953

Torneio Rio-São Paulo: 1954

Torneio Internacional Charles Miller: 1955

Títulos pela Seleção Brasileira

Campeonato Pan-Americano de Futebol: 1952

'Gol de Baltazar
Gol de Baltazar
Salta o Cabecinha, 1 a 0 no placar'.

Iniciou sua carreira profissional no Jabaquara, com suas boas atuações e gols logo chamou atenção de um grande clube da capital, o Corinthians. Baltazar chegou ao Corinthians em 1945, começou como meia-direita, mas logo passou para centroavante, posição na qual se consagrou.

Jogou no Corinthians durante 12 anos, até 1957. Esteve presente nos títulos do Rio-São Paulo em 1950,1953 e 1954; e também no bicampeonato paulista de 1951 e 1952 e na conquista do paulista do 4º Centenário da Cidade de São Paulo em 1954.

Em 1957, já em final de carreira seguiu para Juventus, retornou ao Jabaquara e encerrou a carreira no União Paulista em 1959.

Seis anos após sua despedida dos gramados, foi convidado pelo Corinthians para o cargo de auxiliar técnico, cargo que exerceu até ser efetivado para técnico em 1970. Como treinador alcançou bons resultados levando a equipe a fase final do Campeonato Brasileiro, em 1971, nessa época a equipe corintiana já amargava um jejum de 17 anos sem títulos; mas as derrotas, no mesmo campeonato, combinadas a uma série de desentendimentos entre treinador e diretoria, acabaram causando sua demissão. Insistiu na carreira de técnico por alguns anos em equipes menores, contudo, sem sucesso.

Fora dos gramados, passando por dificuldades, se defendeu como pôde, vendendo livros, comerciante e por quatro anos trabalhando como carcereiro no extinto presídio doCarandiru.

Mantém ainda hoje a posição de segundo maior artilheiro do Corinthians, atrás apenas de Cláudio Christovam de Pinho, seu contemporâneo.

Era um dos melhores atacantes de todo o futebol brasileiro em sua época, defendeu a seleção em 1950 e 1954. Em 31 jogos Baltazar marcou 17 gols, e tem antis que dizem que não temos história na seleção, mas a seleção brasileira só existe no Brasil a partir de 1958, quando o melhor jogador do mundo, Pelé, iniciava sua carreira, que em grande parte, não foi relatada em vídeo, somente em áudio pois no Brasil não havia TV em 1950 e meados da década de 60.

Infelizmente o final de sua vida foi triste, magoado pela falta de apoio dos clubes para com seus antigos atletas, Baltazar encontrou um pequeno apoio na Portuguesa de Desportos clube que no qual nunca jogou.

O que o magoava não era a falta de ajuda financeira, mas sim a falta de reconhecimento e consideração com seu passado glorioso; chegou a ficar desaparecido por uns dias, sendo encontrado perambulando pelas ruas de Itanhaém, sem destino, como um indigente. Baltazar faleceu em 1997, em São Paulo, em decorrência de seus múltiplos problemas físicos.

Assim como Neco, Luizinho e Cláudio, também há um busto em sua homenagem no Parque São Jorge.

Salve nação, quem gostou, deixe um comentário aí.

983 visualizações e 43 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Cirio Castre #11 @tibas em 22/12/2015 às 10:03

Como vale a pena ler tópicos como esse.

Que trazem parte da história do SCCP.

Valeu mesmo amigão. Parabéns.

Arlindo Pereira Silva #661 @arlindo.pereira.silv em 23/12/2015 às 13:14

Ganhou tudo que era disputado na época. Um dos maiores da história corintiana. Formou com Cláudio Luizinho, Carbone e Mário o melhor ataque do Corinthians em todos os tempos.

Últimas respostas

Antonio Vendramini Neto #314 @toninho.vendramini em 24/12/2015 às 10:25

Ei vi ele jogar. Meu pai me levava aos campos. Quando tinha dez anos, vi o Corinthians ser campeão. Meu pai me deu uma camisa amarela com o distintivo do Timão.

Publicidade

Marcos Santos Sa #324 @marcos.santos.sa em 24/12/2015 às 09:43

Nossa história e linda o clube tem que valorizar isso

Renato Magalhaes #9 @rmagalhaes em 23/12/2015 às 22:15

Se pudesse voltar ao tempo!

Nesta época o Timão era demais papava tudo...depois daí que veio a seca!

All Colatra #73 @all.colatra em 23/12/2015 às 22:10

A pergunta é:

Quem foi o idiota que negativou o tópico? KKKKKKKKKKKKKKKKKK

Mas deixa para lá, falar de história e de ídolos do passado sempre é bom, quem dera existissem mais tópicos como esse ao invés de cornetagens e especulações

Fernando Lemos @fer.lemos em 23/12/2015 às 22:06

Saudações corinthiana e boa noite fiel. Até hoje o melhor tópico que vi nesse fórum... Parabéns ótimo

Benivaldo Silva Feitosa #938 @ninhofei em 23/12/2015 às 21:20

Grande lembrança André, foi um atacante que marcou época como grande artilheiro do Coringão, parabéns pelo tópico. Vai Corinthians, siga o seu rumo de sucesso em 2016 e aproveito para desejar a todos os amigos corinthianos desse nosso fórum um feliz natal e um ano novo cheio de realizações para todos, valeu e vai Corinthians!

Rogerio Polidorio #460 @rogerio.gp em 23/12/2015 às 20:29

Triste saber que antes tinham mais amor e respeito pelos clubes. Mais eram tão poco compensados. Agora na maioria das vezes é totalmente ao contrário...

Neto Do Vale #928 @netozoio em 23/12/2015 às 20:24

Monstro!

Chacal/sc Corinthians Paulista #124 @todo.poderoso.timao. em 23/12/2015 às 19:48

Esse time do início dos anos 50 e Baltazar, fez simplesmente do Bracelona de Kubala, já multicampeão espanhol, sua pu..tinha. Que pena não existir Brasileirão e nem Libertadores naquela época, que pena!

Cirio Castre #11 @tibas em 23/12/2015 às 15:14

Amigão obrigado, que seja um natal de paz e alegria e um próximo ano lotado de saude e sucesso.