Sobre a Imprensa tradicional e o Mil Grau

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Eduardo #2.652 @eduardo.minga em 19/02/2016 às 19:05

Já tem um monte de tópicos falando da treta do Edilson com o Mil Grau, portanto quero deixar esse assunto um pouco de lado. Para mim a questão importante é como os jogadores tratam de maneira diferenciada imprensa e o torcedores comum.

Desde sempre não é raro encontrar casos de membros da imprensa que perseguiram e muitas vezes afundaram a carreira de alguns jogadores. Por exemplo, hoje em dia caras como o Neto e o Milton Neves detonam qualquer jogador, técnico ou dirigente que não vá lamber as bolas deles lá na Bandeirantes. Entretanto MUITOOOO dificilmente vemos alguém do futebol peitar esses caras da imprensa. O Milton Neves fez a fama dele falando de 'apito amigo' e os jogadores do Corinthians estão sempre alegres e sorridentes quando participam do programa dele. Uma das poucas exceções a isso foi o Tite, ainda que de forma muito educada e ponderada, reclamar com o Milton Neves da história de 'apito amigo' no ano passado. Particularmente me encheria de orgulho ver um jogador do Corinthians enfiar o dedo na cara do Milton Neves pedindo respeito, pois quando ele fala que o Corinthians ganha por causa do 'apito amigo', ele na verdade está desrespeitando o trabalho de todos os jogadores e comissão técnica.

Já que os jogadores pipocam para a imprensa, que tem uma abrangência enorme, porque esses caras só 'viram macho' com gente muito menor, como por exemplo os torcedores comuns? Para deixar o caso do Mil Grau de lado e citar alguns exemplos históricos:

- O Pato forçou a saída do clube por causa da torcida.

- O Rivaldo após sair do Corinthians falou que jamais gostaria de voltar ao clube por causa da torcida.

- O Paulo Nunes quando foi embora em 2001 também culpou a torcida.

- O Edílson Capetinha foi para o Flamengo em 2000 colocando a culpa na torcida.

Gostem ou não do Mil Grau (eu gosto mas respeito quem não gosta), o cara é apenas um torcedor do Corinthians como qualquer um aqui. Colocar o dedo na cara dele é fácil... Quero ver fazer igual com os figurões da imprensa que falam muito mais merda do que ele na TV como se fossem pessoas de credibilidade.

Para finalizar, antes que alguém diga 'Mas o Mil Grau ganha dinheiro com o canal dele no youtube', na moral, compara o que ele ganha com um Neto ou um Milton Neves da vida... Fala sério né pessoal!

1.625 visualizações e 61 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Billy Timao #32 @alex.sccp3 em 19/02/2016 às 19:16

O certo e o certo em qualquer lugar mano.

Esse assunto já fedeu ne?

E outra assim como esse tal mil grau tem liberdade pra fazer a zueira dele, o Edílson também e livre pra aceitar ou não.

As vezes quem fala o que quer, também escuta o que não quer.

João Lincoln #1.514 @lombardi em 19/02/2016 às 19:44

Talvez por serem situações diferentes... O Milton fezes e o neto falam merda do Corinthians, o rapazinho do mil grau falou particularmente e especificamente do edilson. Acho que difícil jogador ter coragem de se expor por causa do Corinthians, eles são corinthianos até vir um clube da China com um caminhão de dinheiro na porta deles... Quem ama o Corinthians somos nós, torcedores! Abraços.

Últimas respostas

Eduardo Takayuki Takata #1.663 @edutakata em 20/02/2016 às 03:12

Um dia você vai ser canonizado!

Osvaldo #8233 @osvaldo.santos4 em 19/02/2016 às 22:35

" " Sim.

Publicidade

Lamir Vicchietti #2.834 @lamir.vicchietti em 20/02/2016 às 01:43

Achei desnecessário o Edilson peitar ele dessa forma. Até porquê, o Mil Grau promoveu muito o Edilson. O Ibson foi massacrado pela torcida também e não foi tirar esse tipo de satisfação.

Fabiano Lima #962 @fabiano.lima7 em 20/02/2016 às 01:29

Beleza, mas não entendi o que tem a ver a saída de jogadores por causa da torcida e peitar imprensa, realmente não entendi tua logica

André Anjos #17 @andre.anjoss em 20/02/2016 às 01:25

Ninguém tá certo e ninguém tá errado.

Marcelo Peçanha #469 @p.e.p.e em 20/02/2016 às 01:15

Engraçado é que qquer um aqui do fórum, defensor ou não do mil grau é ofendido aqui no fórum, já apela (inclusive eu), aí quando o Edilson faz parecido, o cara está errado? Mil Grau respeitou pra ser ser respeitado? ! Então querem cobrar o que do Edilson!? E mais...se o Mil Grau fosse homem de verdade, não pipocaria para o Edilson, abaixaria o dedo do cara e não faria mais piada depois que o cara subiu no onibus...O Mil Grau passou vergonha e mereceu

Eduardo #2652 @eduardo.minga em 20/02/2016 às 00:17

" "

Na verdade quem deveria ter tomado a atitude de resolver a parada em off, ao meu ver, era o Edílson já que era ele que estava incomodado. Ele chegou no Mil Grau enquanto ele estava filmando as paradas... Estava na cara que que o negócio iria para o ar depois. Fora que apesar do Edílson dizer que respeitava o cara, ele falou o tempo todo com o dedo na cara dele. Mano... Desde quando dedo na cara é sinal de respeito?

Se o Edílson fosse um cara esperto, mandava alguém da assessoria de imprensa do clube marcar um papo de 5 minutos entre ele e o Mil Grau fora da correria do embarque do ônibus para ele falar na boa que não curtia a brincadeira. Provavelmente o problema se resolveria na boa e ninguém saberia... Mas não, o Edílson foi querer dar uma de machão metendo o dedo na cara do Mil Grau, que independente de gostarem ou não, também é torcedor.

Charles Dodgson #2.257 @charles.dodgson em 20/02/2016 às 00:52

Você teria razão se alguma vez alguém da imprensa tradicional tivesse usado os termos 'cachaceiro' ou 'barriga de cadela velha' pra se referir ao Edilson, mas isso nunca aconteceu. É simples, o jogador pode ter a qualidade de seu futebol julgada, pela mídia e por toecedores, mas ninguém tem o direito de fazer ofensas pessoais contra os caras. O Mil Grau faz isso, por isso tomou o merecido enquadro.

Michel R. #816 @ninguem em 20/02/2016 às 00:50

Pode ser. Mas também devemos pensar no lado humano. Quando criticamos jogador 'A' ou 'B', que de repente cai de rendimento, pode ser por culpa de problemas pessoais, como quando o filho do Elias ficou com febre e ele claramente não jogou nada em determinadas partidas. Pode acontecer de um bacharel em direito ter segurado a onda da esposa chata, mimada, da filha rebelde que enche a cara em baladas raves e justo quando menos devia...perde a cabeça por culpa dos problemas! O mil grau tá aproveitando a proporção que as coisas tomaram, mas com certeza ele vai sofrer as conseqüências disso, ele com certeza sabe que passou do limite!

Eduardo Minga #2.652 @eduardo.minga em 20/02/2016 às 00:17

Na verdade quem deveria ter tomado a atitude de resolver a parada em off, ao meu ver, era o Edílson já que era ele que estava incomodado. Ele chegou no Mil Grau enquanto ele estava filmando as paradas... Estava na cara que que o negócio iria para o ar depois. Fora que apesar do Edílson dizer que respeitava o cara, ele falou o tempo todo com o dedo na cara dele. Mano... Desde quando dedo na cara é sinal de respeito?

Se o Edílson fosse um cara esperto, mandava alguém da assessoria de imprensa do clube marcar um papo de 5 minutos entre ele e o Mil Grau fora da correria do embarque do ônibus para ele falar na boa que não curtia a brincadeira. Provavelmente o problema se resolveria na boa e ninguém saberia... Mas não, o Edílson foi querer dar uma de machão metendo o dedo na cara do Mil Grau, que independente de gostarem ou não, também é torcedor.

Ruan Carlos De Oliveira #1.473 @super.corinthiano em 19/02/2016 às 23:44

'porque esses caras só 'viram macho' com gente muito menor, como por exemplo os torcedores comuns? ' As vezes a torcida unida chega a ser maior que os proprios jogadores

Fabio Moschetti #280 @fabio.moschetti em 19/02/2016 às 23:41

@eduardo.minga

Concordo com tudo que disse mas a única coisa é que no caso do Paulo Nunes eu odeio jogador burro e se ele tivesse o mínimo de discernimento ele saberia que não ia ficar barato o ato dele em 99 vir até a torcida do Corinthians pra mostrar a faixa de campeão da Libertadores após arregar para o Edilson.