Curioso - Últimos técnicos campeões em clubes brasileiros

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Jonhnes #1.208 @jonhnes.carvalho em 22/09/2016 às 15:24

Fala nação,

Um tema que está sendo abordado diariamente a questão dos técnicos velhos, técnicos ultrapassados, nova geração e etc... Lógico que o futebol muda a cada dia, assim como tudo na vida. Eu já li o nome de muitos treinadores que a 'torcida gourmet' antiga 'torcida da Master League' gostaria de ver treinando o Corinthians. Acredito que seja muito válido, analisarmos os últimos técnicos que ganharam títulos pelos clubes brasileiros, vamos lá;

Campeonato Brasileiro 2015 / Tite / Experiente

Campeonato Brasileiro 2014 / Marcelo Oliveira / Experiente

Campeonato Brasileiro 2013 / Marcelo Oliveira / Experiente

Campeonato Brasileiro 2012 / Abel Braga / Experiente

Campeonato Brasileiro 2011 / Tite / Experiente

Campeonato Brasileiro 2010 / Muricy / Experiente

Copa do Brasil 2015 / Marcelo Oliveira / Experiente

Copa do Brasil 2014 / Levir Culpi / Experiente

Copa do Brasil 2013 / Jayme de Almeida / Surpresa, cadê ele?

Copa do Brasil 2012 / Felipão / Experiente

Copa do Brasil 2011 / Ricardo Gomes / Nunca se firmou, mas já rodou vários clubes.

Copa do Brasil 2010 / Dorival Júnior / Experiente

Agora eu pergunto, é possível analisar o trabalho de um treinador, sem considerar o que ele já ganhou de título na vida?

Eu fico impressionado com a 'gourmetização' da torcida que reclamam de todos os treinadores experientes que estão no mercado para aceitar que um Eduardo Baptista escolha se deixa ou não o comando da grande Ponte Preta?

E aí, o que vocês acham?

467 visualizações e 22 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhor resposta

Iago Rodrigues Barreto #4.694 @coerente em 22/09/2016 às 16:43

Cogitar Luxemburgo é piada de mau gosto. Última vez que ele fez um bom trabalho foi em 2004 e depois daquilo acabou, conseguiu até ser demitido por estar na zona de rebaixamento da grande série B da CHINA, mesmo o nível do campeonato sendo tenebroso.

Nós vimos muito bem o que aconteceu na última copa quando 2 técnicos 'experientes' na seleção brasileira enfrentaram a seleção alemã que tinha um técnico bem mais jovem que eles. Resultado: maior humilhação da história do futebol. O Brasil parecia um time juvenil, sem organização nenhuma em campo, enquanto a Alemanha sabia perfeitamente o que fazer com a bola. Parece que o 7x1 não serviu pra nada.

Últimas respostas

Jonhnes Carvalho #1.208 @jonhnes.carvalho em 25/09/2016 às 09:35

Cara, acho que vale o teste.

Iago #4694 @coerente em 22/09/2016 às 16:43

" "

Cogitar Luxemburgo é piada de mau gosto. Última vez que ele fez um bom trabalho foi em 2004 e depois daquilo acabou, conseguiu até ser demitido por estar na zona de rebaixamento da grande série B da CHINA, mesmo o nível do campeonato sendo tenebroso.

Nós vimos muito bem o que aconteceu na última copa quando 2 técnicos 'experientes' na seleção brasileira enfrentaram a seleção alemã que tinha um técnico bem mais jovem que eles. Resultado: maior humilhação da história do futebol. O Brasil parecia um time juvenil, sem organização nenhuma em campo, enquanto a Alemanha sabia perfeitamente o que fazer com a bola. Parece que o 7x1 não serviu pra nada.

Publicidade

Oilson Amorim Dos Reis #2 @reyes em 24/09/2016 às 19:05

Belo tópico, ótica interessante. Que a Direção reflita e decida com sabedoria.

Arnaldo Costa #138 @arnaldo.costa em 24/09/2016 às 19:00

Eu acho que tem que juntar esses técnicos antigos quase todos e dar um fim neles...

Jogar no ostracismo mesmo... Só salva uns 3 ou 4 no máximo

Iago Rodrigues Barreto #4.694 @coerente em 24/09/2016 às 18:54

Técnicos precisam de oportunidade pra mostrarem o trabalho. Todos os vencedores do Brasil foram jovens um dia. Roger mostra ter muito potencial, conseguiu mesclar a molecada da base com experiência do elenco. Conseguiu resultados interessantes, e nos jogos grandes foi muito bem. Goleou nosso time lá no sul, dominou completamente o atlético mg, jogou melhor que a porcada. O problema do Grêmio foi a inconstância, mas isso é normal no Brasil, apenas os melhores times não sofrem tanto com isso.

Jonhnes #1208 @jonhnes.carvalho em 22/09/2016 às 20:03

" "

Técnico novo que não ganha nada também não adianta!

Jonhnes Carvalho #1.208 @jonhnes.carvalho em 22/09/2016 às 20:03

Técnico novo que não ganha nada também não adianta!

Iago #4694 @coerente em 22/09/2016 às 16:43

" "

Cogitar Luxemburgo é piada de mau gosto. Última vez que ele fez um bom trabalho foi em 2004 e depois daquilo acabou, conseguiu até ser demitido por estar na zona de rebaixamento da grande série B da CHINA, mesmo o nível do campeonato sendo tenebroso.

Nós vimos muito bem o que aconteceu na última copa quando 2 técnicos 'experientes' na seleção brasileira enfrentaram a seleção alemã que tinha um técnico bem mais jovem que eles. Resultado: maior humilhação da história do futebol. O Brasil parecia um time juvenil, sem organização nenhuma em campo, enquanto a Alemanha sabia perfeitamente o que fazer com a bola. Parece que o 7x1 não serviu pra nada.

Adriano De Souza Franco #33 @adrianer em 22/09/2016 às 18:13

O que tem que se levar em conta é o que o profissional pode oferecer

Não dá para pagar 500 mil em um treinador que vive de passado

Mas também não dá para pagar 100 mil em um treinador sem experiencia, sem algo a mais para oferecer como foi o Cristóvão

Tem que achar um meio termo

Luxemburgo é o mais vitorioso no País, apesar de nunca ganhar um título internacional de expressão, somente títulos caseiros, então não encaixa no perfil, queremos treinador que sabe jogar em qualquer campeonato, seja Libertadores, Paulista ou Brasileiro, e o Luxemburgo esta acomodado, vive pulando de clube em clube igual Ronaldinho Gaúcho em fim de carreira, parece que não se atualiza, não procura estudar, se modernizar

Mas também não dá pra apostar no Roger, por exemplo, que pra mim, ainda carece malicia, carece experiencia, apesar de ter treinado o Grêmio por um ano e meio, não acho que foi um ótimo trabalho, foi apenas razoável, mas para assumir o Corinthians ainda falta um pouco a mais, como disse um grêmista, ele é bom treinador, mas teimoso em suas convicções, e demora para mexer no time quando está indo mal

Walter Tejeda #867 @tejeda em 22/09/2016 às 17:23

Com exceção de luxemburro (que nem está nessa lista), nada contra técnico medalhões.

Danilo Nobrega #931 @danilo.nobrega.de.ol em 22/09/2016 às 17:19

Cara, estava assistindo o Bola da Vez com o Abel Braga e ele comentou exatamente isso. E concordo com vocês em partes.

Ultimamente criou-se um negócio de que os treinadores 'medalhões' não prestam, são ultrapassados. Mas se parar pra analisar são eles que trazem títulos.

Inclusive o termo 'medalhão' viria do fato de terem muitas medalhas.

Concordo que a experiência é fundamental, mas tem técnicos que pararam no tempo. Não se atualizaram. Não dá mais pra depender de técnico 'motivador', o cara tem que ter conhecimento tático, variação de treinamentos. Luxemburgo é um que, na minha opinião, parou no tempo.

Iago Rodrigues Barreto #4.694 @coerente em 22/09/2016 às 16:43

Cogitar Luxemburgo é piada de mau gosto. Última vez que ele fez um bom trabalho foi em 2004 e depois daquilo acabou, conseguiu até ser demitido por estar na zona de rebaixamento da grande série B da CHINA, mesmo o nível do campeonato sendo tenebroso.

Nós vimos muito bem o que aconteceu na última copa quando 2 técnicos 'experientes' na seleção brasileira enfrentaram a seleção alemã que tinha um técnico bem mais jovem que eles. Resultado: maior humilhação da história do futebol. O Brasil parecia um time juvenil, sem organização nenhuma em campo, enquanto a Alemanha sabia perfeitamente o que fazer com a bola. Parece que o 7x1 não serviu pra nada.

Jack Tadeu Bahde #153 @tadeu54 em 22/09/2016 às 16:33

Não acho o Eduardo Batista uma boa não, vamos dar tempo ao tempo e deixar as coisas amadurecerem com calma, a vitória de ontem nos deu tranquilidade por enquanto, vamos deixar o F. Carille trabalhar, mostrar serviço, aos poucos as coisas vão se ajeitando, outras opções podem surgir no mercado, todos sabem.