Razões para acreditar

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Wandeson @wandesoncunha em 22/12/2016 às 23:22

O status do time que passou de 2014 para 2015 é o mesmo do de 2016 para 2017. Haviam bons jogadores em uma fase não muito legal. Posso listar para vocês a situação ali:

- Anderson Martins teve empréstimo encerrado e retorno solicitado pelo time dos sheiks.

- Elias vinha sendo usado por Mano mais recuado. Sem ritmo, andava em campo e era duramente criticado.

- Renato era o canela de vidro que finalmente tinha conseguido passar 6 meses sem se machucar, mas também sem muito brilho.

- Jadson estava acima do peso, desmotivado, reserva e na mira para ser negociado na primeira oportunidade que aparecesse.

- Petros era o titular mais contestado por ser escalado como meia armador, mas ser fraquíssimo nos passes. Mais marcava do que armava.

- Fagner só não era reserva pela falta de alguém melhor. A torcida pedia dia e noite para o Mano trocá-lo pelo Ferrugem.

- Felipe: Quem?

- Tite acabara de ser recontratado pelo Roberto de Andrade depois de um ano só estudando. Seus últimos seis meses de Corinthians tinham sido agonizantes por apego a um esquema tático manjado e dívida de gratidão com jogadores que já não estavam na melhor forma. Maioria esmagadora da torcida considerava um terrível erro tirar o Mano Menezes depois de conquistar a vaga na Libertadores.

O resultado vocês já sabem.

Eu gostaria que nosso time fosse reforçado, mas, sendo racional, é perceptível que o time tem certas qualidades individuais que não renderam o esperado no ano. M. Gabriel e G. Augusto foram ótimos no ano passado e, com certeza, não desaprenderam a jogar bola. Acredito que o Corinthians sofreu muito mais por falta de acerto tático. Com a casinha arrumada, o brilho individual pode aparecer mais fácil.

543 visualizações e 24 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhor resposta

Lucas Mariano @lucas.mariano10 em 22/12/2016 às 23:49

Concordo contigo...Deixando o Carille e o Loss trabalharem esse elenco pode render e muito...ao menos 8 contratações pra qualificar a equipe

Últimas respostas

Maria Das Graças @gracinhado.timao em 23/12/2016 às 08:48

Aff se o Fagner perdesse a vaga para o Ferrugem seria uma insanidade, taí um jogador longe de ser ruim.

Publicidade

Márcio Suman @suman.caragua em 23/12/2016 às 08:45

Eu acredito que com 23 contratações nosso time vai mudar... Rsrs

César Augusto @cesinha.saron em 23/12/2016 às 08:43

Concordo com você mas o Corinthians tinha o Tite neh.

Sandra Lima @sandra.lima4 em 23/12/2016 às 08:35

Torcendo pra em 2017, temo de volta um time competitivo e de qualidade.

Thiago G @thiago000 em 23/12/2016 às 05:25

A diferença em um caso a transição era mano - Tite - mano - Tite e na outra é Cristóvão - Carille - oswaldo - Carille quase diferença nenhuma só detalhes!

Nilson Matheus Kawakami @nilsonjp em 23/12/2016 às 01:46

Vou fazer uma analogia dramatica aqui, quem quizer pode e deve deixar sua opiniao, mesmo que seja contra, pois bem, em 2014 / 2015 tínhamos uma 'béla adormecida', com jogadores de extraodinario potencial técnico, que não estavam rendendo o esperado, e um comandante que dele tudo se poderia esperar, em 2016 /2017 temos uma 'sobra', 'sucata' do que restou apos 2 desmanches, minha única esperança em relação ao amado SCCP, é que aconteça um 'milagre', que o clube acabe contratando reforços, ou que surja da base, jogadores que explodam derepente!

Marcelo Lodeiro @marcelo.76 em 23/12/2016 às 00:42

Renato Augusto em 2013 e 2014 passou mais tempo no departamento médico mesmo e era um jogador com um custo benefício ruim aos olhos da mídia e torcida. Jadson começou bem e caiu muito em 2014. Mesmo assim o que demonstrou em 2014 foi que o time evoluiu muito. Nem nos classificamos no Paulista e depois ganhamos o returno do Brasileiro. Terminamos com 69 pontos deixando o caminho bem pavimentado para a volta do Tite que foi mais inteligente ao enxergar que Renato e Jadson podiam enfim jogar juntos após a saída do Lodeiro que não mostrou para que veio. Já agora, o Carille terá que sozinho motivar um time inteiro, que ficou em decimo sexto no returno, que vive tomando gols de bola parada, que ninguém marca no meio de campo, e isso estoura na defesa que fica exposta. Fora a quantidade de gols perdidas por não termos um centroavante de referência. Mesmo assim, eu acho que agora Carille aprendeu com erros do passado de saber que jogador não pode ser bancado publicamente, que a titularidade vem com o desempenho nos jogos, e terá um campeonato paulista apenas para entrosar esse time e fazer os jogadores correrem por ele.

Ninja Da Fiel @jhony.10 em 23/12/2016 às 00:16

Vamos cair na real, com esse elenco esqueçam títulos me 2017, é forma um time competitivo para nus manter na primeira divisão!

Claudio Rissi @migo.pr em 23/12/2016 às 00:14

Sem comparações.

Hoje nós não temos técnico. Hoje nós não temos credibilidade. Hoje nós temos uma bagunça generalizada.

Hoje nós temos um ataque com Romero, Lucca, Gustavo e Bruno Paulo. E Mendoza vem aí.

Ah, e Fagner e Rodriguinho podem sair.

Samu Zlsp @samu.zlsp em 23/12/2016 às 00:03

Vocês se iludem demais, na primeira goleada para rival na arena quero ver o que vão dizer desses dois amadores. Amadores não funcionam no SCCP.