A venda que acabou com o ano do Corinthians

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

André #5.076 @andre.caliman em 26/12/2016 às 11:39

Desde 2009, o Corinthians sempre contou com um primeiro volante capaz de dar sustentação a zaga e apoio ao meio campistas e laterais.

Acredito que nos esquemas utilizados por Mano Menezes e Tite, este jogador tenha sido a peça fundamental para o funcionamento da engrenagem.

Em 2009, Christian fazia a função. Do final de 2009 até 2015, Ralf foi o dono da posição, com algumas alternações de titularidade com o Bruno Henrique.

Notem que diversos zagueiros foram consagrados neste período, e que a maioria deles não tiveram o mesmo sucesso após sair do Corinthians. William, Chicão, Paulo André, Anderson Martins, Leandro Cástan, Gil e Felipe. Parecia que o Corinthians tinha encontrado a fórmula mágica de substituição de peças da zaga.

Após a venda (doação) do Bruno Henrique, o Corinthians deixou de brigar pelas primeiras posições e passou a ter aproveitamento de luta contra o rebaixamento. Os zagueiros passaram a ser questionados, e deixaram de passar segurança. A defesa, que nos últimos 8 anos era a mais sólida do país, passou a ser muito vazada.

A diretoria precisa urgentemente encontrar um primeiro volante que saiba exercer a função de 1 no 4-1-4-1 que o Carille deve adotar. Se não fizer isto, não vai adiantar contratar zagueiros consagrados ou técnicos de renome. Acho ainda que neste momento deveriam contratar somente um jogador para está posição para poder ajustar o esquema tático e após isto fazer uma análise do rendimento dos demais jogadores em um time que esteja com uma proteção a zaga e sustentação ao meio de campo e laterais corretas. Daria para fazer isto até o final do Paulista. E, após o Paulista, pensar em meias, zagueiros e segundo volantes baseando-se no desempenho dos jogadores atuais em uma estrutura tática encaixada.

Vale lembrar que o Ralf não queria sair do Corinthians, e que o presidente considerou liberá-lo para a China uma espécie de premiação pelos serviços prestados e, depois de 6 meses vendeu o Bruno Henrique por um preço mínimo. Amadorismo total.

11.937 visualizações e 205 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Ricardo Crispim #389 @ricardo.crispim em 26/12/2016 às 11:55

O Ralf pago com dinheiro do seu próprio bolso pra poder sair mano como ele não queria sair?

Alisson Ferreira Alves #2.565 @afalves em 26/12/2016 às 11:45

Excelente análise. Não há no elenco ninguém capaz de atuar nessa posição.

Últimas respostas

Herbie :. #2.075 @herbie em 27/12/2016 às 19:00

Ele tinha uma multa baixa, foi receber em dia e um valor maior... A gente ainda poderia cobrir a oferta!

Ricardo #389 @ricardo.crispim em 27/12/2016 às 10:02

" " Sim mano mais nesse caso a culpa não é da diretoria foi escolha do Ralf sair

Publicidade

Matheus Miranda Alves @matheus.miranda.alve em 27/12/2016 às 18:27

Isso e verdade não tem como negar.

Ricardo #389 @ricardo.crispim em 27/12/2016 às 18:24

" " Mesmo assim ele Ralf queria sair ele não foi jogado pra fora do Corinthians

Ricardo Crispim #389 @ricardo.crispim em 27/12/2016 às 18:24

Mesmo assim ele Ralf queria sair ele não foi jogado pra fora do Corinthians

Matheus Miranda @matheus.miranda.alve em 27/12/2016 às 18:21

" "

Cara ele se você trabalha e chega uma empresa e te oferece 5x mais, você não iria mudar de emprego?

Agora falta um primeiro volante e o BH queria sair também, saiu barato porqueiria encerrar o contrato.

Matheus Miranda Alves @matheus.miranda.alve em 27/12/2016 às 18:21

Cara ele se você trabalha e chega uma empresa e te oferece 5x mais, você não iria mudar de emprego?

Agora falta um primeiro volante e o BH queria sair também, saiu barato porqueiria encerrar o contrato.

Ricardo #389 @ricardo.crispim em 26/12/2016 às 11:55

" "

O Ralf pago com dinheiro do seu próprio bolso pra poder sair mano como ele não queria sair?

Vagner Silva #34 @vagner.silva13 em 27/12/2016 às 16:23

O Ralf pagou sua própria multa rescisória, como não queria sair? Acredito eu que a maioria dos nossos jogadores saíram por estarem insatisfeitos

Ricardo Crispim #389 @ricardo.crispim em 27/12/2016 às 15:48

Kkkk tem nada mano só estranhei aqui mas de boa vai Corinthians

celso #1452 @fidelissimo em 27/12/2016 às 12:36

" "

Ricardo, mil perdones! Não era sobre seu comentário!Digitei o nome errado, perdão mano, mesmo porque o Ralf é volante de contenção, e o Pedro Henrique é zagueiro! Abração mano

Gerson Marques #7.577 @gerson.marques em 27/12/2016 às 15:35

A venda que acabou com o time foi o Felipe, moleque rasgava tudo, salvava o Fagner em todos os jogos. Valia por 2 ou 3 lá trás.

Rodrigo Manoel #713 @rodrigo.akim em 27/12/2016 às 15:28

Muito bem lembrado!

André #5076 @andre.caliman em 27/12/2016 às 10:31

" "

O presidente coloca o orgulho acima do Corinthians.

Além destes que você citou, teve o jucilei também.

Victor De Castro @victor.de.castro2 em 27/12/2016 às 15:24

André, foi coincidência. A saída de Tite e a contratação de técnicos ruins foram os motivos para a nossa queda. O início do Cristóvão foi muito bom e foi exatamente na época que tinha jogo quarta e domingo. Ele manteve o estilo do Tite nesse período. Quando passou a ter a semana inteira para implantar seu estilo, a equipe piorou. A equipe ficou com as linhas espaçadas e as transições defensivas mais lentas. Depois, Carille e Oswaldo não conseguiram retomar esse padrão defensivo nem as triangulações de saída de jogo pelas laterais. A queda dos jogadores de defesa foi causada por esses problemas táticos. Claro, BH estava bem e os substitutos não mantiveram o nível. Porém, não acho que a saída do BH foi o ponto crucial da queda de 3o no campeonato para 17o do segundo turno. Você acha que se o Tite continuasse aqui e o BH saísse, o Corinthians cairia do jeito que caiu?

André #5076 @andre.caliman em 26/12/2016 às 21:56

" "

Victor, até a saída do Bruno Henrique, na 21º rodada, tínhamos a 2º melhor defesa do campeonato e estávamos 3 pontos atrás do líder. Nossa zaga era Yago, Balbuena, Pedro Henrique e Vilson e o técnico era o Cristóvão. Será que foi coincidência ter uma decadência tão grande nos números do time exatamente após a saída dele?

Carlos Roberto Dos Santos Lourenço @carlos.roberto.dos.1 em 27/12/2016 às 13:58

Concordo em partes o Corinthians não se preparou pra saída de seus jogadores de defesa mas a maioria quis sair do clube até entendo uma nova fase na carreira todos tem esse direito só acho que os que chegaram não tem perfil pra essa função ou se muda o estilo de jogo pra adaptar os jogadores ou vá atrás de quem tenha esse perfil