O dia em que meu pai chorou

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Kaeddy #995 @kaeddy.carlos.targa em 07/04/2017 às 11:51

O dia em que meu pai chorou

Domingo, 16 de dezembro de 2012. Uma manhã comum para a maioria dos brasileiros. Meu pai sempre foi presente em minha vida e, claro, esta não foi a única vez em que o vi emocionado, mas este episódio foi diferente. Meu velho me ensinou muita coisa nessa vida, entre elas, o amor ao futebol e, principalmente, ao Sport Club Corinthians Paulista: nosso time do coração.

Esse 16 de dezembro é um dia lembrado por todo amante do futebol, mas principalmente para o corinthiano. Copa do Mundo de Clubes da FIFA de 2012, a grande final entre Corinthians x Chelsea da Inglaterra. Esse ano já havia entrado para história do clube paulista com a conquista da Copa Libertadores da América após 102 anos de história, depois de uma campanha invicta.

Se há uma coisa em nossa casa que sempre nos manteve unidos, com certeza, é o futebol. Mas naquele ano meu pai estava trabalhando em outra cidade e não tivemos a oportunidade de assistir juntos nenhum dos 14 jogos da campanha da Libertadores. Após o Corinthians se classificar à final do mundial, meu pai me ligou. Era sexta-feira e ele me convidou para assistir o jogo em sua casa. Como era no domingo às oito horas da manhã poderíamos, depois de muito tempo, acompanhar uma partida de futebol juntos. E pra lá fui eu... Cheguei com meia-hora de antecedência. Minha madrasta havia preparado o café. Meu pai e um de meus irmãos já estavam acordados e, finalmente, começou o jogo: e que jogo meus amigos.

A atmosfera no estádio de Yokohama era incrível. Público de 68.275 expectadores. Os “loucos” haviam invadido o Japão. Aproximadamente 30 mil fanáticos corinthianos cruzaram o mundo para apoiar o time, e como eles fizeram a diferença, empurraram do início ao fim. Meu pai, meu irmão, eu e os outros quase 30 milhões torcíamos das casas, bares e clubes.

No primeiro tempo, o goleiro corinthiano Cássio se tornou santo, fez milagres literalmente e fechou o gol. Em casa quase morríamos do coração, mas não perdíamos a esperança, embora pressionados, seguimos confiantes no time e também no Seu Adenor, o Tite, nosso treinador. Não sei o que ele fez no intervalo para motivar os atletas, mas foi outro time que voltou para o segundo tempo: agressivo e aguerrido atacou muito mais e a “Fiel Torcida” empurrava cada vez mais.

Aos 23 minutos do segundo tempo me lembro como se fosse hoje: Danilo cortou a marcação e bateu prensado e a bola subiu, subiu, subiu e foi caindo. Paolo Guerrero subiu e de cabeça fez o gol. Gooooooooooooool!

O mundo parou! Quase derrubamos a casa. Meu irmão e eu não gritávamos gol. A gente só gritava. Acabamos acordando nosso irmão caçula, mas meu pai não: ele ficou paralisado, comemorou. Mas queria mesmo que o jogo acabasse.

Depois de balançar a rede, o time e a torcida só cresceram. Chelsea não tinha reação, até que aos 40 minutos Fernando Torres teve tudo pra fazer o gol de empate, mas o “Santo” Cássio realizou mais um milagre, o maior de todos. Foi então que aos 46 minutos o Chelsea marcou o gol. Ficamos calados, sem acreditar naquilo. Uma reação de poucos segundos. Torres estava em posição de impedimento. Comemoramos como se fosse um gol, não tinha mais volta, estávamos há dois minutos de conquistar o mundo.

E, enfim, o árbitro apitou: Final de jogo, sim, o bando de loucos conquistou o mundo.

Eu não sabia o que fazer. Abracei meus irmãos, gritamos, corremos pela casa. Já meu pai se ajoelhou, ergueu as mãos para o céu, agradeceu a Deus, com os olhos cheios d'água, nos abraçou por alguns minutos e para disfarçar a emoção, voltou para frente da TV para ver a entrega das medalhas e dos troféus - mas ninguém se importava com isso.

Esse dia entrou para história das nossas vidas: 16 dezembro de 2012. Título do Mundial de Clubes do Corinthians: o dia que meu pai chorou.

663 visualizações e 36 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Últimas respostas

Mateus Monteiro #186 @mateus.monteiro5 em 09/04/2017 às 09:03

Namoral naquele dia eu estava nervoso demais, ficava com as perna bamba nem aguentava ficar em pé kkkkkk só consegui ficar em pé depois gol, aquela bola do Moses até hoje lembro, aquela bola foi caindo em câmera lenta e eu já pensei que tinha dado merda, vem a mão do Cássio lá no alto!

Publicidade

Alan Dourado #1.096 @alan.dourado em 08/04/2017 às 20:19

Meu pai tem 66 anos e nem entende muito de futebol mas as vezes ele parece mais fanático do que eu kkk ele fica bravo com os caras, xinga todo mundo, sai gritando na hora do gol e as vezes eu até vejo ele com làgrimas nos olhos em momentos de títulos mas eu nem falo nada rs é impressinante o amor que a torcida tem pelo Corinthians

Kaeddy Carlos Targa #995 @kaeddy.carlos.targa em 07/04/2017 às 18:35

[email protected]!

Márcio #879 @marcio.rodrigo.costa em 07/04/2017 às 18:17

" "

Jamais será só um jogo. Jamais será só um time!

Márcio Costa #879 @marcio.rodrigo.costa em 07/04/2017 às 18:17

Jamais será só um jogo. Jamais será só um time!

Kaeddy Carlos Targa #995 @kaeddy.carlos.targa em 07/04/2017 às 17:40

Jamais

Philippe #79 @phil.dutra em 07/04/2017 às 17:29

" "

Esse dia foi louco, nunca esquecerei da emoção que senti.

Philippe Dutra #79 @phil.dutra em 07/04/2017 às 17:29

Esse dia foi louco, nunca esquecerei da emoção que senti.

Sandra Lima #1 @sandra.lima4 em 07/04/2017 às 17:27

Ainda bem que a Minha bb torce para o Timão.

Thiago #2576 @thithibarros em 07/04/2017 às 17:25

" "

Quando morava com ele quando era Corinthians x São Paulo víamos o jogo em cômodos diferentes rs

Thiago Barros Silva #2.576 @thithibarros em 07/04/2017 às 17:25

Quando morava com ele quando era Corinthians x São Paulo víamos o jogo em cômodos diferentes rs

Sandra #1 @sandra.lima4 em 07/04/2017 às 17:13

" "

Nossa deve ser complicado.

Sandra Lima #1 @sandra.lima4 em 07/04/2017 às 17:17

Nossa amigo que tristeza.

Não consigo nem imaginar.

PAULO #1426 @paulopulga em 07/04/2017 às 13:51

" "

Infelizmente para mim só não foi 100% alegria pois meu filho de 1 ano e 8 meses havia falecido a 3 meses antes... Quando o SCCP ganhou a Libertadores eu já estava sonhando em assitir o jogo com meu filho, infelizmente Deus não quis assim...

Sandra Lima #1 @sandra.lima4 em 07/04/2017 às 17:13

Nossa deve ser complicado.

Thiago #2576 @thithibarros em 07/04/2017 às 14:39

" "

Kkkkkkk mesmo caso que eu. Pai Bambi