Corinthians tem 2 ótimos técnicos no banco, veja o que o Loss está fazendo...

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Lucas #1.014 @lucasmave.sccp em 14/07/2017 às 15:09

É muito trabalho, muito estudo, tem quem ainda ache que é só sorte.

2.940 visualizações e 52 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Wilson Saad #324 @wsaad em 14/07/2017 às 15:16

Temos tudo, menos diretoria...

Guilherme Magalhães #1.769 @guilherme.magalhaes6 em 14/07/2017 às 15:51

Loss: não conte o segredo do seu trabalho. Senão os antis vão copiar.

Últimas respostas

Marcelo Sccp #141 @marcelo1978 em 17/07/2017 às 03:20

Trabalho e estudo são a chave do sucesso.

Publicidade

Alan Henrique Lucena #83 @ler12 em 16/07/2017 às 12:32

Se loss continuar assim.. Algum time safado vaiandar proposta para ele.

Alan Henrique Lucena #83 @ler12 em 16/07/2017 às 12:32

Nunca vi um auxiliar técnico ser entrevistado..

Só no Timão mesmo

Gustavo Vieira Amadio #1.209 @gustavo.vieira.amadi em 15/07/2017 às 02:37

Acho muito interessante isso. Mas não é definitivo, tem que estar sempre atualizando e acompanhando.

Além disso tem que ver o motivo de cada coisa.

A maioria dos gols foi feito de dentro da Área, mas qual o percentual de chutes que chegou a ir na direção do gol? Na Inglaterra e na Europa de modo geral, eles fazem muitos gols de chutando de fora, mas eles acertam um percentual muito maior de chutes na direção do gol.

Ter posse de bola funcionou bem para o Audax no Paulistão do ano passado, mas nem sempre funciona. Vai de cada equipe.

Em estatística, não existe verdade absoluta, existem diversas formas de se interpretar certos dados.

No últimos anos, temos visto poucos gols de falta, não devemos parar de treinar cobranças diretas por termos poucos gols, devemos treinar mais para conquistar esse diferencial.

Caio Fernando @caio.fernando15 em 15/07/2017 às 02:24

Sensacional o trabalho dos jogadores e da comissão técnica, mesmo a diretoria fazendo de tudo pra dar errado desde ano passado.

Eduardo Pereira #1.738 @eduardo.pereira39 em 14/07/2017 às 20:42

Muito pertinente essa postagem, Carille e Loss = Parreira e Zagalo em 94...to muito orgulhoso desse time, sem estrelismo somente trabalho, só peço aos amigos de fórum que tenham a mesma humildade dos jogadores e apoiem independentemente de vitória ou derrota...Corinthans até o fim.

Rafael Souza #11.277 @rafael.souza102 em 14/07/2017 às 20:32

Os times grandes fazem esse tipo de análise. Com diferenças mínimas. Uns enfocam métricas estatísticas específicas, outros fazem análises mais táticas e assim por diante. Esse blog aqui o cara trabalhava com o Grêmio e ele conta algumas análises que eles usavam: https://eduardocecconi.wordpress.com Análise Tática no Futebol | por Eduardo Cecconi Análise Tática no Futebol | por Eduardo Cecconi por Eduardo Cecconi eduardocecconi.wordpress.com

O ponto é entender que isso não é e não deve ser monopólio. A profissionalização do futebol brasileiro deve partir da ideia de que os clubes devem SEMPRE inovar nesse quesito. Isso não deveria ser exclusivo de um ou outro time. O Corinthians saiu na frente há alguns anos atrás e minha esperança é que o Corinthians se solidifique cada vez mais com esse modelo racional de gestão do futebol.

Tiago Pexe #538 @tiagopexe em 14/07/2017 às 19:52

A comissão técnica, jogadores estão de parabéns.

Se a diretoria corintiana fosse desse nível estaríamos jogando a Champions League.

Robson Alexandre Da Sliva #1.055 @robcruz em 14/07/2017 às 19:41

Parabéns a 'Comissão Tecnica' toda! Fale tudo ao contrario, não seja INOCENTE, passe esses DADOS INVERSOS! Hoje o Timão, é muito visado.

Andre Luiz Marinho Thiesen #830 @andre77 em 14/07/2017 às 19:33

Isso só mostra o que acho desse atual Corinthians, jogamos da forma que o adversário vier, temos sim um padrão de jogo que é jogar em passes curtos e rápidos, já na questão de avançar, depende do adversário, se eles vem pra cima, esperamos o melhor momento de sair, se eles ficam, partimos pra cima, basta ver os jogos contra o botafogo e ponte preta, fora outros que tivemos que ditar o ritmo.