O que o Carille pode aprender com esse jogo da seleção

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Nelson @nelson.ferreira.juni em 01/09/2017 às 00:19

Claro que não dá para comparar os elencos do Corinthians e dos comandados de Tite (eles por exemplo não tem o Deusmero) kkkk brincadeiras à parte, o primeiro tempo do jogo a seleção sofreu o mesmo problema que enfrentamos contra Vitória e Atlético GO, uma forte marcação e praticamente 11 jogadores se defendendo.

E qual foi a saída para fugir dessa retranca? (Muitos diriam que um jogador diferenciado poderia, num lance individual, fazer toda a diferença, porém Neymar só encerou e não fez nada, absolutamente nada no jogo de hoje)

A resposta é mudar o padrão tático! Não sei se o Carille tem peças no elenco para promoverem uma mudança tática, mas seria de suma importância aproveitar essa pausa e buscar uma nova alternativa de jogo para enfrentar adversários fechados.

VAI CORINTHIANS!

1.045 visualizações e 38 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Gustavo Rodriguez @gustavo.rodriguez1 em 01/09/2017 às 00:45

Carille já fez algo parecido, quando colocou Pedrinho contra o Botafogo.

Quando colocou Camacho contra a Chapecoense.

Abre o olho aí fio kkk

Lucas Batista Ferreira @lucasbf em 01/09/2017 às 08:36

O que o Tite fez foi adiantar os dois laterais (D. Alves e Marcelo) pra criar uma linha de passe melhor pros caras da frente (Neymar, R. Augusto [Coutinho], Willian e G. Jesus) fugirem da forte marcação do Equador.

O que o Carille já fez, mas é impossível adiantar tanto porque Rodriguinho não tem a mesma qualidade defensiva que o Paulinho (que jogou mais recuado no 2° tempo) e Gabriel não tem a qualidade de passe do Casemiro (que liga o a defesa ao ataque em um toque, sem dificuldade).

Mas boa análise! Padrão tático foi feito pra ser alterado e modificado.

Últimas respostas

Sandra Lima @sandra.lima4 em 01/09/2017 às 18:20

O que?

Publicidade

B. Correa @sccpminhavida em 01/09/2017 às 16:42

Acho e que falta e mais qualidade nas pecas de reposição quando não temos Arana e Jô princilpalmente

Carlos Dal Ponte @carlos.dal.ponte em 01/09/2017 às 16:39

Na minha opinião o Carille sempre tenta isso, sempre faz de tudo para buscar a vitória, nos últimos 3 jogos, por exemplo, veja as substiruições:

Vitória: Sai Balbuena, entra Jadson (OBS: tivemos 2 pênaltis não marcados)

Chapecoense: Sai Gabriel, entra Camacho

Atlético Goianiense: Sai Gabriel, entra Camacho; sai Moisés, entra Carlinhos (OBS: mais uma vez pênalti não marcado)

Romeroloko Mito @sestovani em 01/09/2017 às 16:31

Cara geralmente ele tira o Gabriel e põe o Pedrinho ou Kazim.

Contra o Altetico GO ele jogou com 2 centroavantes... Ele tenta, mas Corinthians não tá fazendo os gols...

André Moretti @ice.cube em 01/09/2017 às 16:27

Como você mesmo disse, não tem como comparar um time que está num estágio diferente, com jogadores mais experientes e cascudos, o time do Corinthians nem está formado ainda assim como o Carille, agora ano que vem vão estar melhores se manterem 90% do time titular!

Rafael Marques @rafa.235 em 01/09/2017 às 16:19

Só a diretoria contratar o Coutinho e o Carille põe ele no banco, aí quando precisar, coloca ele no segundo tempo...

Kkkkkkk

É lógico que foi numa individualidade que se resolveu o jogo, o segundo gol foi o quê?

Neymar não é o único capaz de resolver jogos no Brasil..

Se o Tite tivesse que colocar Giovanni Augusto nessa tiriça no jogo pra resolver, aí eu queria ver... Kkk

William Pereira @william.pereira1 em 01/09/2017 às 09:04

O Carille faz isso quando tem o Pedrinho a disposição, o problema foi ele ter feito a cirurgia, ai ficamos com jogadores que fazem suas funções e nada mais, Coutinho desequilibrou ontem porque é diferente tecnicamente melhor do que o Renato Augusto (Que é perfeito taticamente, mas perdeu pique na china) e o Pedrinho muda o jogo aqui pelo mesmo motivo

Ell Memo @ellfiel em 01/09/2017 às 08:51

O gol saiu de uma bola parada gol do Paulinho... Só trazer o Paulinho de volta hahaha

Lucas Batista Ferreira @lucasbf em 01/09/2017 às 08:36

O que o Tite fez foi adiantar os dois laterais (D. Alves e Marcelo) pra criar uma linha de passe melhor pros caras da frente (Neymar, R. Augusto [Coutinho], Willian e G. Jesus) fugirem da forte marcação do Equador.

O que o Carille já fez, mas é impossível adiantar tanto porque Rodriguinho não tem a mesma qualidade defensiva que o Paulinho (que jogou mais recuado no 2° tempo) e Gabriel não tem a qualidade de passe do Casemiro (que liga o a defesa ao ataque em um toque, sem dificuldade).

Mas boa análise! Padrão tático foi feito pra ser alterado e modificado.

Magnun Oliveira @magnunsccp em 01/09/2017 às 08:32

O que é aparente é que o Carille muda, porém demora demais. E quando muda, falta talentos individuais, coisa que no último jogo não tivemos com Kazim, Moisés, Clayson, Rodriguinho etc.. Sem peças que rendam o esperado não há esquema tático que funcione.