A verdade Sobre Mendoza! O que todo mundo queria saber

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Jordan #6.434 @jordan.miguel em 08/01/2018 às 16:17

Para quem não entendia o tratamento da diretoria e do Carille com o mendoza está ai um texto sobre o assunto.

Texto de Agosto 2017.

Depois de seis meses fazendo ouvidos moucos aos pedidos do Corinthians para que aceitasse uma proposta e deixasse o clube para poder jogar, finalmente o atacante colombiano Stiven Mendoza fez as malas e partiu. Vai jogar até o fim do ano no Bahia, para alívio dos dirigentes corintianos. Lidar com ele e seu comportamento bipolar não era uma tarefa fácil.

Mendoza estava de volta ao Corinthians desde novembro, quando foi devolvido pelo New York City, o time que tinha Pirlo, Lampard e David Villa. Apesar de ter chegado no meio do campeonato e ter sofrido uma lesão que o deixou fora de alguns jogos, ele tinha feito cinco gols e sua contratação estava nos planos do técnico Patrick Vieira. Mas sua irresponsabilidade pôs tudo a perder.

No jogo de volta da Conferência Leste contra o Toronto, em Nova York, ele chegou ao estádio meia hora depois do horário combinado (o time não se concentrava para os jogos em casa, e os jogadores tinham um horário para se apresentar diretamente no estádio), foi cortado da partida e Vieira desistiu de tentar sua contratação. A última vez que entrou em campo foi no dia 30 de outubro, na partida de ida contra o Toronto.

Voltou ao Corinthians dizendo que queria ficar e lutar para ser titular, embora a diretoria desde o começo tenha deixado claro que não fazia parte dos planos e que o melhor para ele seria ir para outro clube. O técnico Fabio Carille gosta de seu futebol, mas o acha muito inconstante. Um dia arrebentava nos treinos, nos dois seguintes parecia um bicho-preguiça em campo. Sua indisciplina tática também era um problema, desde os tempos de Tite.

As propostas por Mendoza chegavam e ele as rechaçava. Algumas de imediato, em outras ele dava a entender que iria aceitar e no fim recusava – o que irritava muito os dirigentes. O atacante afirmava que se via em condição de ser titular no Corinthians e que acabaria conseguindo isso. Nem o fato de não ter sido inscrito no Paulistão o fez mudar de ideia. Além de confiar em seu futebol, o colombiano se baseava nos elogios que sempre recebeu do italiano Marco Materazzi (seu treinador na Índia em 2014 e 2015, ano em que foram campeões e Mendoza fez 13 gols em 16 jogos), na ótima impressão que causou a Roberto Donadoni quando fez um período de testes no Parma em 2014 (não ficou porque o clube estava quebrado financeiramente) e no que ouvia de Patrick Vieira nos Estados Unidos antes de pisar na bola.

No início do ano ele recusou ofertas da Ponte Preta, do Bahia e do Botafogo. A Ponte voltou à carga na reta final do Paulistão, pensando em contar com ele no Brasileiro, e até o zagueiro Yago (que foi companheiro de Mendoza no Corinthians) entrou no circuito para tentar convencê-lo. Mendoza continuou irredutível, e o clube de Campinas depois fechou com Emerson Sheik. O Grêmio também sondou o Corinthians, mas a conversa não chegou a avançar.

Pouco antes do início da Série B o Goiás tentou levá-lo. Financeiramente, era a melhor proposta para ele: R$ 150 mil por mês (ganhava R$ 130 mil no Corinthians), R$ 300 mil de luvas na assinatura do contrato e bônus por número de gols, jogos disputados e no caso de o time subir para a Série A. O meia Danilo, um de seus amigos no clube, falou bem a ele da estrutura do Goiás e da cidade de Goiânia. Mas Mendoza não quis saber. E fincou pé: no Brasil, só sairia para Flamengo, São Paulo ou Palmeiras.

O colombiano também não aceitou as ofertas que chegaram do exterior. E foram seis: Barcelona de Guayaquil, Jorge Wilstermann (ambos na Libertadores), uma de um clube da Segunda Divisão espanhola e três da Ásia: Coriea do Sul, Emirados Árabes Unidos e uma da Segunda Divisão da China.

Na Coreia o salário seria de 70 mil dólares (R$ 231 mil por mês). Nos Emirados, 800 mil dólares por ano (R$ 220 mil por mês). E o clube chinês se dispunha a comprá-lo por 3 milhões de dólares (R$ 9,9 milhões) e lhe oferecia 800 mil dólares no primeiro ano, 900 mil no segundo (R$ 247,5 mil por mês) e 1 milhão no terceiro (R$ 275 mil por mês).

Nada feito. Mendoza disse ao escritório colombiano que cuida de sua carreira que só iria para a Europa se fosse para um time de médio para cima, nunca na Segunda Divisão. E que para jogar na Ásia queria 2 milhões de dólares (R$ 6,6 milhões) por ano.

A direção corintiana chegou a pensar em afastá-lo do elenco como fez com Cristian, para tentar forçá-lo a aceitar alguma oferta. Mas no dia em que o gerente de futebol Alessandro ia chamá-lo para essa conversa o colombiano arrebentou no treino, fez três gols e deixou o dirigente sem clima para lhe dizer que a partir do dia seguinte não treinaria mais sob as ordens de Carille. E o clube foi empurrando o caso com a barriga, à espera de que um dia Mendoza acordasse disposto a sair.

Esse dia chegou, mas o negócio já não foi tão bom como teria sido se ele tivesse ido para Salvador no início do ano. Naquela ocasião o Bahia se comprometia a pagar integralmente o salário, agora o Corinthians tem de arcar com metade (R$ 65 mil).

Na Colômbia, o staff que cuida de sua carreira lamenta que ele tenha saído com quase seis meses de atraso. Se estivesse jogando desde janeiro, acreditam que na janela de julho/agosto conseguiriam arrumar um clube europeu que o comprasse. Agora, terão de esperar pelo menos mais seis meses.

4.740 visualizações e 79 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Jorge Vercillio #542 @vercillio em 08/01/2018 às 16:24

Isso é bom ser lido por quem critica a diretoria ou mesmo o Carille. Um cara desse estraga o ambiente de trabalho.

Andy - 8 #422 @andy-8 em 08/01/2018 às 16:24

Vai pra França agora, finalmente.

Últimas respostas

João Marcos #161 @jjjjjjjjjjjjjjj em 09/01/2018 às 13:56

Chora criança!

Pedro #639 @jr23forte em 09/01/2018 às 13:37

" "

Criança é que quando não tem o que falar, vai falar da mãe dos outros

Publicidade

Pedro Fernando Forte Junior #639 @jr23forte em 09/01/2018 às 13:37

Criança é que quando não tem o que falar, vai falar da mãe dos outros

João #161 @jjjjjjjjjjjjjjj em 09/01/2018 às 13:07

" "

Papinho de criançinha hein! Nessa idade com papinho infantil haha cresceum pouco!

Pedro Fernando Forte Junior #639 @jr23forte em 09/01/2018 às 13:35

Quem falou em vender, você que o time começou a oscilar, pediu pra que metade do time saísse, tem memória curta é criança

João #161 @jjjjjjjjjjjjjjj em 09/01/2018 às 13:04

" "

A onde falai que era para vender metade dos time? Kkkk além de tudo é mentiroso hahaha fraco demais

Pedro Fernando Forte Junior #639 @jr23forte em 09/01/2018 às 13:33

Realmente não da pra discutir com quem comecou a ver futebol outro dia

João #161 @jjjjjjjjjjjjjjj em 09/01/2018 às 13:07

" "

Papinho de criançinha hein! Nessa idade com papinho infantil haha cresceum pouco!

João Marcos #161 @jjjjjjjjjjjjjjj em 09/01/2018 às 13:07

Papinho de criançinha hein! Nessa idade com papinho infantil haha cresceum pouco!

Pedro #639 @jr23forte em 09/01/2018 às 12:59

" "

Me diz ai o que você estava fazendo em 02 de dezembro de 2007, jogando videogame com os amiguinhos da 5ª serie

João Marcos #161 @jjjjjjjjjjjjjjj em 09/01/2018 às 13:04

A onde falai que era para vender metade dos time? Kkkk além de tudo é mentiroso hahaha fraco demais

Pedro #639 @jr23forte em 09/01/2018 às 12:50

" "

Realmente fui eu que quando perdeu nos argumentos, recorreu a velha forma de denegrir,
'vc deve ser do tipo...'
deve ser.. Não é argumento que se use

Foi bem eu mesmo que quando o time caiu começou a achincalhar meio time, quer pagar de torcedor que apoia, mais é só ler seus fracos posts, pedindo saída de metade do time quando o campeonato engrossou, até parece que pelo que você falou de mim sem nem me conhecer, que apoia o time incondicionalmente

Pedro Fernando Forte Junior #639 @jr23forte em 09/01/2018 às 12:59

Me diz ai o que você estava fazendo em 02 de dezembro de 2007, jogando videogame com os amiguinhos da 5ª serie

João #161 @jjjjjjjjjjjjjjj em 09/01/2018 às 12:46

" "

Bem, debater com um mlk que a mamae não deixa nem colocar foto de perfil né kkk já era de se esperar um debate de merda kkk

Pedro Fernando Forte Junior #639 @jr23forte em 09/01/2018 às 12:55

Coitado, quer pagar de torcedor raiz, o cara que mau é da geração tevez

João #161 @jjjjjjjjjjjjjjj em 09/01/2018 às 12:46

" "

Bem, debater com um mlk que a mamae não deixa nem colocar foto de perfil né kkk já era de se esperar um debate de merda kkk

Pedro Fernando Forte Junior #639 @jr23forte em 09/01/2018 às 12:53

Obrigado pelo mlk

João #161 @jjjjjjjjjjjjjjj em 09/01/2018 às 12:46

" "

Bem, debater com um mlk que a mamae não deixa nem colocar foto de perfil né kkk já era de se esperar um debate de merda kkk

Pedro Fernando Forte Junior #639 @jr23forte em 09/01/2018 às 12:50

Realmente fui eu que quando perdeu nos argumentos, recorreu a velha forma de denegrir,
'vc deve ser do tipo...'
deve ser.. Não é argumento que se use

Foi bem eu mesmo que quando o time caiu começou a achincalhar meio time, quer pagar de torcedor que apoia, mais é só ler seus fracos posts, pedindo saída de metade do time quando o campeonato engrossou, até parece que pelo que você falou de mim sem nem me conhecer, que apoia o time incondicionalmente

João #161 @jjjjjjjjjjjjjjj em 09/01/2018 às 12:45

" "

Realmente não da para discutir com pessoas com mentalidades futil, mais um vez mostrou como é um torcedor fraco, só sabe falar a mesma coisa sempre, não sabe debater em nada, sem ideia sem nada, FRAQUINHO AMIGO ME DESCULPA!

Ve se não responde novamente com os mesmo argumentos!