Carlinhos e Pedrinho

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Igor #2.939 @igor.rykovski em 18/02/2018 às 10:51

Acabei de ler a notícia aqui do Meu Timão , do problema do Pedrinho com anemia. Ele diz que é porque está morando sozinho, longe da família, e que não consegue comer salada e legumes, etc.

Li também ontem sobre o Carlinhos não estar rendendo nos treinos. Até trabalho específico de finalizações andaram fazendo com ele, pra ver se acorda. O moleque está perdendo a chance de ouro da vida dele, pois há uma lacuna na posição que ele joga.

A gente não deve medir o mundo com a nossa régua, mas não tem como. É o maior parâmetro de comparação que eu tenho.

Meus pais começaram o processo de separação quando eu tinha 10 anos e ele só ocorreu de fato aos meus 17. Minha adolescência foi um inferno, além de tudo morando na periferia da ZS, perto de Diadema.

Com as brigas, minha mãe sumia, minhas irmãs sumiam, meu pai chegava tarde do trabalho, bêbado. Aprendi a cozinhar pra poder comer e alimentar a minha avó que havia ficado cega por conta de diabetes. Ela comeu por muito tempo farofa de ovo, até eu aprender a fazer outras coisas.

Após separarem de vez, minhas irmãs casaram e minha avó foi embora com a minha mãe. Resolvi ficar com meu pai alcoólatra, pra cuidar dele. Trabalhava desde os 16 anos. Aos 19 anos passei a sustentar a casa pois meu pai perdeu seu emprego. Eu meio que sustentei a casa até os meus 26 anos, quando ele largou de vez a pinga dois anos antes e voltou a trabalhar de verdade. Antes só fazia bico. Cheguei a praticamente passar fome em alguns períodos.

Voltando a Carlinhos e Pedrinho.

Quem me dera com 19 anos ser jogador do Corinthians. Eu comeria até pedra se falassem que faria meu corpo ficar mais preparado. Eu comeria grama se fosse preciso. Eu iria treinar como um leão. Correr como um leão.

Eu tentei ser jogador, mas a grossura não ajudou. Fui um zagueiro mais ou menos.

Então, antes de ficarem aqui criticando o Carille que não dá chance para nem um nem outro, avaliem se ambos merecem. E olha que o Pedrinho teve muito mais chances do que o Carlinhos. Na moral, não dá pra aceitar moleque mimado e moleque sem vontade.

Vão catar coquinho! Eles não fazem o mais básico, o mais simples.

8.060 visualizações e 179 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Marcelo Prado #5.993 @marcelo.prado2 em 18/02/2018 às 11:42

Na mosca..concordo com tudo

Pedrinho deveria morar no CT até corrigir essa bagaça aí..

Fabiano De Alencar Rissoli #5 @faoloco em 18/02/2018 às 13:39

Muitos metem o pau no Carille por não colocarem os dois, mas não vão saber o porque. Antes de formular uma opinião, criticar... Temos que ter conhecimento dos casos.

Últimas respostas

Rui Lopes @rui.lopes1 em 20/02/2018 às 15:08

Se de fato existe esse problema com as duas promessas, ai então é que eu culpo o Carille e toda a sua comissão técnica, ESTAMOS NO FUTEBOL PROFISSIONAL, aonde corre uma grana alta, será que não temos profissionais para fazer um trabalho de recuperação com os garotos, cadê os profissionais que recebem muito bem para gerenciar problemas! Alguém tem que fazer alguma coisa!

Publicidade

Deco 20 #91 @deco20 em 20/02/2018 às 10:56

100% de acordo!

Inaceitável esse lance do Pedrinho. Contrata uma nutricionista e uma cozinheira pra ficar 24h com ele, po. Vai gastar uns R$15k/R$20k no máximo por mês, o que não é nada para o clube perto do retorno que ele pode dar.

Fábio Chamusca De Carvalho #952 @fabiomcbaltz em 19/02/2018 às 20:49

Bem por aí.

Carlinhos parece ter desanimado com a falta de oportunidades. Tem tanta coisa que a gente não sabe, né? Fica difícil falar de maneira mais contundente sem o risco de ser leviano e tal...

Mas estou com a mesma sensação que você.

Carlos Eduardo Eugenio Dos Santos #804 @carlaofiel em 19/02/2018 às 15:01

Bem colocado mano. O pessoal fica pedindo chance, mas os moleques não fazem por merecer.

Maria Das Graças #2 @gracinhado.timao em 19/02/2018 às 13:39

Com certeza.

Allysson #4851 @51ehpinga em 19/02/2018 às 10:46

" "

Vamos buscar os pais do Pedrinho em Maceió, diretoria? ! Sai mais barato que as contratações que vocês andam fazendo.

Maria Das Graças #2 @gracinhado.timao em 19/02/2018 às 13:38

É verdade.

Fabiano #5 @faoloco em 18/02/2018 às 13:39

" "

Muitos metem o pau no Carille por não colocarem os dois, mas não vão saber o porque. Antes de formular uma opinião, criticar... Temos que ter conhecimento dos casos.

Maria Das Graças #2 @gracinhado.timao em 19/02/2018 às 13:37

Verdade.

Marcelo #5993 @marcelo.prado2 em 18/02/2018 às 11:42

" "

Na mosca..concordo com tudo

Pedrinho deveria morar no CT até corrigir essa bagaça aí..

Nelson Ferreira Prates Junior #857 @nerson em 19/02/2018 às 13:07

Assino embaixo Igor, é muita frescura, estes mlks estão tendo

Uma oportunidade única e estão deixando escapar.

Diogo Motta #9.046 @diogo.motta em 19/02/2018 às 11:35

Valeu irmão. Tamo junto.

O meu caminho é o inverso kkk (no sentido de pensar em sair do próprio negócio e buscar uma certa estabilidade).

Abri meu próprio escritório a 6 anos.

Venho em uma crescente e as coisas vão bem, mas é muito problema, muita dor de cabeça que as vezes falta motivação.

Mas é isso, foco e persistência que tudo da certo.

Boa sorte aí.

Igor #2939 @igor.rykovski em 19/02/2018 às 11:13

" "

Irmão, vou te dar um exemplo. Eu não paro quieto com carro, toda hora quero trocar e acabo perdendo grana. Decidi ano passado ser autônomo, e sabia que a grana ia encurtar. Trabalho com TI, sou desenvolvedor e analista. Tinha um Peugeot 307, vendi e fiquei a pé. Não aguentei, comprei um Renault Laguna 94 inteiro.

Adoro meu carro apesar dele ser verde, rs. Mas de vez em quando bate aquela coisa de pegar um carro mais novo, etc. Aí eu dou um jeito de dirigir um Palio, um Uno, um Gol, todos sem ar e direção. Volto a ficar apaixonado pelo meu Laguna, rs.

Eu larguei tudo por estresse, não aguentava mais. Cada dia mais ansioso, cada dia mais gordo por conta disso. Vou tentar a sorte em algo meu, mas se não der certo, ao menos eu voltarei renovado para o mercado.

Às vezes a gente precisa dar uns passos pra trás, precisa olhar por outra ótica. O dia a dia é muito chato, muito estressante. Quando você faz isso, passa a ver que seu dia a dia na verdade é bom, que você ganha bem, que você tem uma estabilidade que te dá confortos. Esses confortos e essa segurança são pequenos goles de felicidade que a gente esquece de dar.

Fico feliz que a minha história tenha servido como o seu gatilho pra ver que as coisas não estão tão ruins, pelo menos por hoje.

Igor Rykovski #2.939 @igor.rykovski em 19/02/2018 às 11:13

Irmão, vou te dar um exemplo. Eu não paro quieto com carro, toda hora quero trocar e acabo perdendo grana. Decidi ano passado ser autônomo, e sabia que a grana ia encurtar. Trabalho com TI, sou desenvolvedor e analista. Tinha um Peugeot 307, vendi e fiquei a pé. Não aguentei, comprei um Renault Laguna 94 inteiro.

Adoro meu carro apesar dele ser verde, rs. Mas de vez em quando bate aquela coisa de pegar um carro mais novo, etc. Aí eu dou um jeito de dirigir um Palio, um Uno, um Gol, todos sem ar e direção. Volto a ficar apaixonado pelo meu Laguna, rs.

Eu larguei tudo por estresse, não aguentava mais. Cada dia mais ansioso, cada dia mais gordo por conta disso. Vou tentar a sorte em algo meu, mas se não der certo, ao menos eu voltarei renovado para o mercado.

Às vezes a gente precisa dar uns passos pra trás, precisa olhar por outra ótica. O dia a dia é muito chato, muito estressante. Quando você faz isso, passa a ver que seu dia a dia na verdade é bom, que você ganha bem, que você tem uma estabilidade que te dá confortos. Esses confortos e essa segurança são pequenos goles de felicidade que a gente esquece de dar.

Fico feliz que a minha história tenha servido como o seu gatilho pra ver que as coisas não estão tão ruins, pelo menos por hoje.

Diogo #9046 @diogo.motta em 19/02/2018 às 10:56

" "

Cara, que história. Seu relato mudou o meu dia.

A minha história é bem diferente da sua em alguns pontos, e por isso acho que me inspirou tanto hoje.

Fui morar sozinho aos 17 para fazer faculdade, antes de sair de casa meus pais me preparam por 1 ano, ensinando tudo que se precisava saber sobre como cuidar de uma casa - limpeza, cozinha, finanças, enfim, quando saí de casa não tive qualquer dificuldade, até pela grana que mandavam. Não era muita, são professores, mas era o suficiente para eu não ter dificuldades, e não era dado a luxos.

Hoje vivo uma vida melhor que a deles - financeiramente, graças aos estudos que me deram, e vim trabalhar desmotivado, mas seu relato me deu ânimo.

Enfim, dois mimados mesmo, me lembram o Marlone que contava uma puta história triste, mas em campo não corria atrás de ninguém.

Obrigado por contar sua história e #VaiCorinthians.