Uma justa homenagem

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Ramon #3.027 @oliveira95 em 23/02/2018 às 16:11

Uma justa homenagem

A Eduardo e Lidu, jogadores do Corinthians em 1969, que faleceram em um acidente automobilístico na Marginal Tietê.

Foi por causa deles que, dias mais tarde, o então presidente Wadih Helu batizou o arquirrival de verde com um dos apelidos mais vergonhosos do futebol brasileiro : porco.

Por causa do veto do dirigente imundo, não pudemos inscrever jogadores no lugar deles, causando uma queda de rendimento e abatimento geral do elenco (que culminou na perda do título quase ganho do Paulista daquele ano).

Hoje o porco é visto do outro lado como motivo de orgulho. Tentam disfarçar o passado vergonhoso do apelido alegando que o animal veio de chacotas feitas por rivais contra a colônia italiana, o que está longe de ser verdade.

Toda véspera de derby eu me recordo dessa história. Acho que a torcida deveria fazer um mosaico no brasileirão relembrando esse fato, mostrando ao país o quão lixo é o time da mídia atual.

3.645 visualizações e 40 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Coluna Corinthia #158 @zizzo.bettega em 23/02/2018 às 17:15

Acho que ele disse: 'Por causa de um espírito de porco' com relação ao Pauleilas vetar a inscrição de 2 novos jogadores e acabou ficando só o porco.

Caboclo 1977 #142 @caboclo1977 em 23/02/2018 às 22:53

O que esperar de um clube que tem como nome do programa de torcedor o jornal editado por Benito Mussolini antes de tomar o poder na Italia ('Avanti!', com exclamação e tudo), que já teve uma camisa com a Cruz de Savoia, emblema da família real também apoiadora do fascismo e que pelo mesmo motivo (ser apoiador do fascismo) ser um clube, à época de sua fundação, exclusivista e elitista em relação aos italianos associados. Outros italianos, de classe pobre ou membros de movimentos populares acabaram indo para o Corinthians, time de todos os povos, o primeiro da Liga Paulista a ter atletas negros (que por isso sofria lobby dos demais para ser excluído) e membros imigrantes de vários países (árabes, judeus, espanhois, asiáticos, etc).

Porcada assumiu o apelido há 32 anos, mas pra nós, o significado de 'porco' sempre será o mesmo que Wadih Helu deu. Pra mim porco é porco.

Últimas respostas

Caboclo 1977 #142 @caboclo1977 em 24/02/2018 às 12:53

Na verdade, não é que houve dissidência de nenhuma das partes. Havia diferenças de postura ideológica e diferença de classes. Os mais exclusivistas fundaram o Palestra um tempo depois, enquanto os mais comunitários participaram da fundação do Corinthians, antes. Difícil imaginar como era mesmo os fatos no começo do séc.XX, tudo era muito diferente.

Ramon #3027 @oliveira95 em 23/02/2018 às 23:39

" "

Excelente comentário. Indo no embalo do seu comentário, cito que o nosso primeiro gol foi marcado por um imigrante italiano, Luigi Fabbi. Diz a lenda que os porcos foram fundados por dissidentes do Corinthians. Se é verdade, não sei.

Publicidade

Wanderson Luiz #5.610 @wanderson.luiz3 em 24/02/2018 às 08:32

E são arrogante e ainda falam que tem mundial kkkkkkkkkkkkkkk

Nassy Corinthiano #1.550 @nassy.corinthiano em 24/02/2018 às 06:06

Lidu estava muito cotado para a seleção... Juntamente com o goleiro Ado.. Vieram do Londrina em 1969..Ado foi o goleiro reserva do Félix na Copa de 70.

Igor Rykovski #2.999 @igor.rykovski em 24/02/2018 às 05:33

O Palmeiras enquanto Palestra era realmente ligado ao fascismo do Mussolini. Tanto é que o primeiro negro a vestir a camisa do Palmeiras foi o Og Moreira só em 1942. Já o Corinthians, 23 anos antes teve o Bingo. Tentou inscrever outro negro antes, mas a federação paulista da época não aceitava.

Esse episódio de 69, realmente foi feio e eles merecem o apelido carinhoso.

Mas eu acho que o tempo passou. Hoje não vejo nada que remeta a esse passado fascista obscuro. O clube que passou a representar a elite branca foi o São Paulo.

Não odeio o Palmeiras, pelo contrário. Sou grato a eles, afinal o rival faz com que você cresça. O derby talvez seja o mais importante jogo no Brasil hoje. O Fla x Flu ficou na década de 90 com o gol de barriga do R. Gaúcho. Cruzeiro x Atlético, Grêmio x Inter são regionais. Santos e São Paulo tem mais nós como rival do que nós a eles.

Eu particularmente adoro o Derby, não imagino o Corinthians sem o Palmeiras e vice-versa. Respeito a porcada até pra conversar sobre futebol. Conheço muito mais são paulino chato do que palmeirense.

Evandro Coringão #230 @evandro.holifield em 24/02/2018 às 00:14

Nos comentários que ouvi sobre essas tristes perdas, uma cosa era unanimidade: que ambos eram bons jogadores e que Eduardo era ainda melhor!

Ramon Oliveira #3.027 @oliveira95 em 23/02/2018 às 23:39

Excelente comentário. Indo no embalo do seu comentário, cito que o nosso primeiro gol foi marcado por um imigrante italiano, Luigi Fabbi. Diz a lenda que os porcos foram fundados por dissidentes do Corinthians. Se é verdade, não sei.

Caboclo #142 @caboclo1977 em 23/02/2018 às 22:53

" "

O que esperar de um clube que tem como nome do programa de torcedor o jornal editado por Benito Mussolini antes de tomar o poder na Italia ('Avanti!', com exclamação e tudo), que já teve uma camisa com a Cruz de Savoia, emblema da família real também apoiadora do fascismo e que pelo mesmo motivo (ser apoiador do fascismo) ser um clube, à época de sua fundação, exclusivista e elitista em relação aos italianos associados. Outros italianos, de classe pobre ou membros de movimentos populares acabaram indo para o Corinthians, time de todos os povos, o primeiro da Liga Paulista a ter atletas negros (que por isso sofria lobby dos demais para ser excluído) e membros imigrantes de vários países (árabes, judeus, espanhois, asiáticos, etc).

Porcada assumiu o apelido há 32 anos, mas pra nós, o significado de 'porco' sempre será o mesmo que Wadih Helu deu. Pra mim porco é porco.

Ramon Oliveira #3.027 @oliveira95 em 23/02/2018 às 23:35

Inclusive os rivais SP e Santos concordaram. Apenas os de verde que não aceitaram. Isso deveria ser lembrado sempre

Vinicius #4065 @vinicius.eduardo17 em 23/02/2018 às 22:56

" "

Sempre me recordo deste acontecimento nas vésperas de um Derbi. Lembro que quem me contou o motivo desse apelido foi meu querido pai, quando era criança.

Infelizmente, isso, a mídia não mostra. Todos os clubes se solidarizaram com a perda, já que era os 2 melhores jogadores na época. Os porco foram os únicos que não aceitaram.

Nojo desse clube!

Vinicius Eduardo #4.065 @vinicius.eduardo17 em 23/02/2018 às 22:56

Sempre me recordo deste acontecimento nas vésperas de um Derbi. Lembro que quem me contou o motivo desse apelido foi meu querido pai, quando era criança.

Infelizmente, isso, a mídia não mostra. Todos os clubes se solidarizaram com a perda, já que era os 2 melhores jogadores na época. Os porco foram os únicos que não aceitaram.

Nojo desse clube!

Caboclo 1977 #142 @caboclo1977 em 23/02/2018 às 22:53

O que esperar de um clube que tem como nome do programa de torcedor o jornal editado por Benito Mussolini antes de tomar o poder na Italia ('Avanti!', com exclamação e tudo), que já teve uma camisa com a Cruz de Savoia, emblema da família real também apoiadora do fascismo e que pelo mesmo motivo (ser apoiador do fascismo) ser um clube, à época de sua fundação, exclusivista e elitista em relação aos italianos associados. Outros italianos, de classe pobre ou membros de movimentos populares acabaram indo para o Corinthians, time de todos os povos, o primeiro da Liga Paulista a ter atletas negros (que por isso sofria lobby dos demais para ser excluído) e membros imigrantes de vários países (árabes, judeus, espanhois, asiáticos, etc).

Porcada assumiu o apelido há 32 anos, mas pra nós, o significado de 'porco' sempre será o mesmo que Wadih Helu deu. Pra mim porco é porco.

Mateus Pereira De Sousa Lima #8.272 @mateus.pereira.de.s1 em 23/02/2018 às 22:24

Não sabia dessa história, obrigado por compartilhar!