Fórum do Corinthians

Os títulos recentes, a nova geração e a fidelidade da torcida... Minha opinião

Tópico Lendário Entenda as regras
Foto do perfil de Mohamad

Ranking: 472º

Mohamad 4276 posts

Publicado no Fórum do Meu Timão em 12/05/2018 às 15:57
Por Mohamad Ali Smaidi (@mohamad)

Tenho 40 anos e peguei a época ruim (não tão ruim quanto a da fila de 23 anos ), mas sou do tempo que não tínhamos nenhum título brasileiro.

CT para nós era Campo de Terra.

Eramos cornetados e achincalhados, não tínhamos CT, estádio, CT da base, não tínhamos estrutura nenhuma.

Se hoje respondemos aos adversários exaltando nossa coleção invejável de títulos nos últimos 23 anos, antes nossa resposta para eles era a exaltação da fidelidade e amor da nossa torcida.

Como pode um time ser tão pobre em títulos, não ter brasileiros e arrastar multidões, ter uma torcida tão apaixonada?

Era isso que pensavam

Tínhamos uma torcida apaixonada e só.

Não tenho em mãos dados estastísticos (alias os detesto), nem média de rendas e públicos anteriores comparadas as de hoje.

Falo baseado no que vejo, nos comentários e esse fórum é um bom termômetro.

Será que os títulos arrefeceram ou arrefecem o carinho da fiel?

A torcida de hoje é mais chata? (ou mais mal acostumada)

A torcida de hoje incentiva menos que a de antes?

Não sei as respostas mas sei como gostaria que fosse.

Quem reclama de Romero (para mim um jogador importante, mas isso é assunto para outro tópico), nunca viu Ataliba ou ari bazão, Alex Rossi ou o saudoso Adil.

Essa nova geração realmente é abençoada e não tem culpa nenhuma disso (graças a deus), embora nós vivamos de Corinthians, os títulos são importantes também e foram eles que nos mudaram de patamar.

O que não pode acontecer é mudar a nossa raíz, nossa tradição.

Os títulos não podem trazer a mudança de perfil da torcida.

Os títulos veem para agregar e não para desunir.

Temos que apoiar sempre, incentivar, invadir, gritar, estourar a garganta e explodir os pulmões, porque essa é a fiel torcida, mesmo que ganhemos 50 Libertadores e 50 mundiais, isso não pode mudar.

Se precisasse escolher entre um título importante e a fidelidade da torcida, fico com a segunda opção, pois títulos se ganham, com planejamento, com dinheiro, que resultam em bons jogadores (as vezes também não se ganham assim, vide porcos), mas enfim, com boa administração se ganha, já amor e paixão vem de dentro, não se compra, não tem planejamento pra isso, não tem dinheiro que compra.

NO mundo ótimo, o ideal seria que andassem juntos, de mãos dadas, títulos/fidelidade da torcida.

Escrevo isso porque aqui no fórum tem muita gente de mal com a vida, só metendo pau e achando que nada presta e essa não é a fiel que conheço.

Também sei que a torcida do estádio (em sua maioria), não é a mesma torcida do fórum (graças a deus).

SE precisar voltar a escassez de títulos para a fiel voltar eu prefiro, com dor no coração, mas prefiro, pois como disse, prefiro uma torcida fiel, com amor incondicional do que títulos, pois o que me fez ser Corinthians foi essa paixão e não os títulos.

2.835 visualizações e 95 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Foto do perfil de Mosqueteiro 23

Ranking: 29º

Mosqueteiro 24448 posts

@mosqueteiro23 em 12/05/2018 às 19:19

Faço das suas palavras as minhas, não foi essa FIEL torcida de hoje que vi nas décadas de 80 e 90

Publicidade

Foto do perfil de Marlokz Peaceful

Ranking: 899º

Marlokz 2488 posts

@marlokz.ic em 12/05/2018 às 19:15

Vi todos os títulos de 90 pra ca e peguei a pior fase (nada supera um rebaixamento! Nem 23 anos sem títulos!).

O que ocorre é que tudo evoluiu. Seja pra pior ou melhor. Ficar com saudosismo ou aquelas frases patéticas: vivemos de Corinthians, pra um clube com 30 milhões de torcedores e mais de 100 anos, é ridículo.

Evoluimos em todos os aspectos, mas paramos no tempo ou LIDAMOS da pior maneira na administração de um clube: com negociatas, devendo até as calças e tudo mais. Isso não mudou. Só se articularam melhor por baixo dos panos.

Enquanto eu ver isso todo santo dia, não me importarei nunca com quem critica ou corneta. Faz parte de um todo.

E segue o baile!

Foto do perfil de Corneta .

Ranking: 23º

Corneta 27637 posts

@cesinha77 em 12/05/2018 às 19:13

Tenho a mesma idade e frequento estádio a muito tempo.

Acho que o problema em todas essas análises são as mentiras em que acreditamos por mexer com nosso ego.

Todo jogo era lotado e todo mundo pulava 90 minutos.

Mentira. Nossa média de público hoje é MUITO maior.

A torcida apoia muito nos mesmos jogos em que antes apoiava: jogos grandes. Clássicos e mata-matas importantes.

Se existe uma diferença é no contexto geral entre mundo, tecnologia, enfim, as pessoas de hoje.

Quer um exemplo? Hoje reclamam que nos anos 90 a torcida apoiava muito mais que hoje, certo?

Mas a torcida em 2000, depois de 2 Brasileiros seguidos é um Mundial foi lá BATER em jogador.

20 anos antes, a mesma torcida ficava de boa numa fila que durou mais de 20 anos sem títulos algum.

Então, a mudança vem ocorrendo desde sempre.

Foto do perfil de Rodrigo Da Silva Braga

Ranking: 314º

Rodrigo 5670 posts

@r.braga em 12/05/2018 às 18:45

Cara pode parecer besteira, mas os dias que mais me arrepiaram como torcedor, que eu me lembre, foi o dia da final do segundo jogo da Libertadores. E digo o dia e a noite até o apito final.

Mas muito mais por que nesse dia tudo era CORINTHIANS. O bom dia era um 'vai corinthians', e todos torcedores estavam confiantes, ou pelo menos alegres.

Obvio que depois do final do jogo fiquei feliz pela conquista, mas o que mais me marcou nesse dia foi o antes e durante o jogo.

Foto do perfil de Eduardo Ishibachi

Ranking: 1.532º

Eduardo 1553 posts

@eduardo.ishibachi em 12/05/2018 às 18:13

Tenho 66 e vi cada um.. Fiquei 22 anos sem ganhar 1 paulista (também na 1º que ganhou já empatou) a gente queria bater num monte também.. Mas incentivava à acertar.. Sempre Corinthians

Foto do perfil de Natália Shimano

Ranking: 22º

Natália 2987 posts

@nshimano em 12/05/2018 às 18:04

Não digo que mudou, as ambições agora são outras! A ambição é ganhar Libertadores e Mundial porque já fizemos isso uma vez e antes nós não passávamos das oitavas!

Meu pai ia ao Pacaembu de kombi, um dia perguntei a ele sobre a torcida de 'antigamente' como gostam afirmar aqui, ele disse que não mudou nada. A pressão é a mesma para os títulos, só que agora para reconquistar eles; além é claro da festa das organizadas, ele afirmou que eles sempre se adaptaram a como fazer festa e que antes a violência que tinha em torno deles era pior que hoje, apesar de infelizmente ainda ter as mortes.

E ainda, segundo meu pai, o que realmente mudou é a imprensa, ela antes era mais coerente e não se dedicava a perseguir qualquer time, como hoje.

Foto do perfil de Páme Korinthianoús!

Ranking: 630º

Páme 3360 posts

@oi.korinthioi em 12/05/2018 às 18:00

Minha percepção é a mesma, mesmo com dez anos a menos. Confesso que peguei tempos mais fáceis, o Corinthians já tinha um brasileiro. Mas lembro que comecei a torcer pra um time que muitos tentavam diminuir, maloqueiro e sofredor. Mas batalhador. Isso que me atraiu. Um time brigador e uma torcida fiel, um time com coragem pra peitar uma ditadura... Eu queria fazer parte disso.

Hoje a torcida é muito movida a título, não tem tanta importância pra o simbolismo. Só apoia na alegria, qualquer coisa quer criticar. E isso na melhor fase da história do time.

Foto do perfil de Renan Corinthians

Ranking: 125º

Renan 10072 posts

@gandalf1910 em 12/05/2018 às 17:56

Na verdade, nada mudou. A pressão hoje, até diminuiu em cima dos jogadores, apesar de forte ainda. Nos temos de fila a pressão era muito maior, essa foi a causa fundamental por esse período, os próprios jogadores assumem isso. Talvez tenha sido pior que a da Libertadores.

Apoio sempre teve, mas pressão é estado permanente, ontem, hoje, amanhã e sempre.

Vale lembrar o tanto que pegaram no pé de Sócrates, Ronaldo e expulsaram Rivelino e Edílson. Fora tantos outros jogadores, alguns craques de verdade.

E em relação ao estádio, desde sempre quem canta pra valer são as organizadas, é assim na Arena e foi assim no Pacaembu, Morumbi, PSJ, Caninde e onde for

Foto do perfil de Tatiane Prado

Ranking: 316º

Tatiane 5655 posts

@tatiane.prado1 em 12/05/2018 às 17:01

Se você tem um filho e dá absolutamente tudo, pra ele, materialmente, ou estatus falando...a chance de ser mimado é bem grande.

Mais educação é o mais importante na formação.

Assisto o Coringão desde 87, digo em memória, de jogos e etc...

Ou seja, vi muita surra, chorei, perdi bastante, pra chegar até aqui.

Me eduquei mais nos anos sem Libertadores, do que ganhando...mas um dia soltei o nó na garganta.

Bem simples...não sou melhor que ninguém...mas não desconto frustrações mínimas, nos outros... Há isso não faço nunca.

Foto do perfil de Carlos Augusto

Ranking: 567º

Carlos 3658 posts

@carlos.augusto.lima. em 12/05/2018 às 16:03

Mudou a característica dos torcedores, eu tenho sua idade e vivi o que você falou, mas o time Mudou, agora é o número 1