Bando de hipocritas safados!

Fórum do Corinthians
Tópico Épico Entenda as regras

Edinaldo #398 @edinaldo.carvalho em 23/10/2013 às 11:42

Um monte de torcedores falando o tempo todo que o nosso estádio tem dinheiro do povo, que sempre somos ajudados por causa do lula.E agora quem e que esta sendo ajudado pra não quebrar? Com certeza não e o Corinthians.Cade o gaúcho safado agora pra entrar na justiça e barrar essa palhaçada.A caixa patrocina o Corinthians e a marca aparece no mundo todo, mas essa divida que vai ser perdoada e dinheiro publico que vai deixar de entrar nos cofres publicos.Vai lá gaúcho mostra que você se preocupa com dinheiro do povo!E os cariocas, vão criticar o governo agora? O mundo da voltas!

1.105 visualizações e 37 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhor resposta

Ancelmo Silva #1.150 @ancelmo.silva em 23/10/2013 às 12:01

Se a Dilma der uma anistia dessa que estão falando, nunca mais voto num candidato do P T, para cargo nenhum, nem Municipal, Estadual ou Federal, e farei todas as criticas que puder.

Últimas respostas

Daniel Timão #468 @danielmf em 23/10/2013 às 13:11

Se a #[email protected]% da Dilma aprovar esse perdão da divida, será suicidio politico, pois todos (exceto os cariocas), irão para as ruas protestar...

Como ano que vem é ano politico, duvido que ela faça isso...

Publicidade

Marcelo Franco #58 @marcelo.franco em 23/10/2013 às 13:06

Nooooossa, o Corinthians só existe há 5 anos né? É dívida contraída por diversas gestões, dividas fiscais.

A última vez que vi devíamos 170 milhões de reais. O Flamerda quase 1 bilhão de reais.

Andrei #5658 @andrei em 23/10/2013 às 12:15

" "

O Corinthians deu lucro ns últimos 5 anos, ou seja, sem dividas...

Francisco Das Chagas Medeiros Damasceno #554 @fchagasmedeiros em 23/10/2013 às 13:01

@edinaldo.carvalho como bem sabemos, tudo que a instituição CORINTHIANS faz desperta inveja e a ira nos ANTI, se nosso roupeiro espirra é um Deus nos acuda, a saúde pública tem que ser notificada e todos se voltam contra nós.

É assim mesmo, só se joga pedra em vidraça que dá ibope. Eles (os anti) jamais irão se preocupar em perseguir, punir, cobrar de timecos sem mídia.

O que devemos fazer é pedir à direção do SCCP e aos nossos torcedores (nossos atos nos estádios estão sendo muito monitorados) que ajam dentro da lei. Pois assim fica impossível desses invejosos nos imputarem qualquer culpa.

Vitor Ferreira Braga #804 @timaoch em 23/10/2013 às 12:55

É lamentável mesmo.

Aquele gaúcho só parou de encher saco justamente porque entrou os times curiocas na parada da caixa.

Depois que outros times entraram na caixa cadê aqueles revoltados? E eles não podem dizer que era porque só tinha o Corinthians sendo patrocinado pela caixa, pois tinham outros 2 times, antes do Timão, sendo patrocinados, Atlético/PR e Avaí.

Engraçado que sumiram aqueles 'moralistas'. Cadê eles? Morreram?

Edinaldo Carvalho #398 @edinaldo.carvalho em 23/10/2013 às 12:39

Você tem razão, eu deveria ter colocado melhor a informação.Nem todos leram ainda essa notícia.

Iuri #408 @iuri.candido em 23/10/2013 às 12:36

" "

Agora que vi o motivo do tópico...

Pouco se esclarece de fato, mas essa manobra deve beneficiar de uma forma mais importante os clubes que já possuem tradição em esportes amadores (ou olímpicos), principalmente (tcharanzzzz!) os do Rio, que são, claro, os mais quebrados.

O interesse de muitos clubes nessa ajuda deverá diminuir entre aqueles que precisarem investir muito para adotar determinadas modalidades e atletas, devido aos custos, já que terão que retirar verbas de outras áreas, até do futebol.

O Corinthians investe em algumas modalidades e até mesmo nos paralímpicos, mas é incerto afirmar que poderá ser realmente beneficiado e se terá interesse em ingressar no planos do governo.

Walkíria Corinthianscarioca #28 @valbentoinne em 23/10/2013 às 12:38

Gente cabe agora qualquer advogado entrar com ação contra isso, pois só os clubes daqui que me envergonham ainda mais tão dando um calote no povo de mais de 1bilhao nos cofres publicos, isso é dinheiro nosso gente, que deixa de entrar na melhoria da saude, educação, enfim, temos que fazer agora como aquele advogado gaúcho fez, entrar com ação.

Iuri B Candido #408 @iuri.candido em 23/10/2013 às 12:36

Agora que vi o motivo do tópico...

Pouco se esclarece de fato, mas essa manobra deve beneficiar de uma forma mais importante os clubes que já possuem tradição em esportes amadores (ou olímpicos), principalmente (tcharanzzzz!) os do Rio, que são, claro, os mais quebrados.

O interesse de muitos clubes nessa ajuda deverá diminuir entre aqueles que precisarem investir muito para adotar determinadas modalidades e atletas, devido aos custos, já que terão que retirar verbas de outras áreas, até do futebol.

O Corinthians investe em algumas modalidades e até mesmo nos paralímpicos, mas é incerto afirmar que poderá ser realmente beneficiado e se terá interesse em ingressar no planos do governo.

Mhiro Fiel #73 @psiquiatra em 23/10/2013 às 12:29

Eu não acompanho de perto todas as notícias. Mas é um estádio privado e precisa do financiamento do BNDES. Mas aqui de vez em quando Tribunal de Contas aparece nas manchetes.

Iuri #408 @iuri.candido em 23/10/2013 às 12:21

" "

Miro, é sério que a obra da Baixada está saindo porque quem pega o dinheiro federal são a Prefeitura e o governo do Estado?

Tiago Pedroso #689 @tiago.pedroso em 23/10/2013 às 12:28

Por causa dos problemas de financiamento, e pequenas mudanças na construção, o custo do Itaquerão para o Corinthians já atingiu cerca de R$ 600 milhões. É uma parte do gasto total com o estádio que também contará com incentivos fiscais para bancar o restante do valor. A conta ainda não está fechada porque há questões pendentes.

O custo total da construção da arena corintiana está em R$ 859 milhões, um pouco superior aos previstos R$ 820 milhões. Um aumento menor do que em outros estádios do Mundial.

Mas os atrasos no financiamento do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e nos CIDs (certificados de incentivos fiscais municipais) e questões tributárias aumentaram a conta para além do preço das obras.

Primeiro, o crescimento para R$ 859 milhões ocorreu por dois motivos. Um deles foi a adaptação do estádio para atender às regras do LEED, certificado de meio-ambiente.

Além disso, o clube perdeu as esperanças de recuperar os impostos já pagos no valor de R$ 25 milhões. O Itaquerão demorou a obter a isenção tributária a que têm direito os campos da Copa-2014, e o dinheiro não será devolvido pelo governo federal.

O Corinthians ainda contabiliza R$ 80 milhões em juros em empréstimos bancários e da Odebrecht. Como não saiu o financiamento do BNDES, que tem taxas menores subsidiadas, nem nada dos CIDs foi vendido, todos os R$ 700 milhões gastos para levantar o Itaquerão são de bancos e da construtora e têm juros maiores incidentes.

Há ainda outros R$ 20 milhões para adaptar o estádio para o Corinthians após a Copa-2014. Assim, chega-se ao custo total do estádio de R$ 960 milhões.

Desconte-se desse valor o que será viabilizado pelos CIDs. A prefeitura de São Paulo liberou R$ 156 milhões e promete um total de R$ 420 milhões. Mas cálculos bancários indicam que haverá um desconto de R$ 53,2 milhões na revenda dos títulos.

Assim, o que sobra de conta para o Corinthians são R$ 592 milhões em empréstimos a serem pagos, ou seja, cerca de R$ 600 milhões em valor presente. Na verdade, será um montante maior porque será quitado por financiamento em 15 anos.

Só que o clube está longe de estar tranquilo com esse valor. Quanto mais demora o empréstimo do BNDES, mais aumenta o custo com juros. Há preocupação na diretoria do clube em relação ao crescimento do valor. E o blog apurou com fonte da prefeitura de São Paulo que o mais provável é que os CIDs só saiam no próximo ano.

Há ainda questões em aberto em relação à obra: a prefeitura de São Paulo e o Corinthians negociam itens do estádio relacionados às instalações provisórias. Ambos querem minimizar os próprios custos. Ou seja, ainda pode haver acréscimos no lado do clube.

Certo é que Andrés Sanchez, responsável do Corinthians na obra, tem tentado evitar aumentos de custos e economizar na obra. Tanto que há uma sala no Itaquerão com o número do preço final da construção, que não deveria ser ultrapassado.

Em relação à construção, mais de 90% dos serviços e materiais já foram contratados e, então, não deve haver aumento significativo. Mas essas outras questões têm pressionado os custos corintianos que, inicialmente, seriam de R$ 400 milhões. Já subiram 50% e depende dos governos saber se vão ficar nesse patamar.

Felipe Castro #67 @felipe.castro10 em 23/10/2013 às 12:23

Deias os outros falarem. Isso é inveja e dor de cotovelo.