Márcio Bittencourt, uma das maiores injustiça que já vi no Corinthians, graças a MSI e o Dualib!

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Edy #273 @edymartins em 29/10/2013 às 15:37

Márcio Bittencourt debutou como treinador ao assumir o Corinthians em maio de 2005, após seu antecessor, o argentino Daniel Passarela, sofrer uma goleada por 5 a 1 do São Paulo. Naquele ano, o Timão havia feito uma parceria com a empresa MSI, do iraniano Kia Joorabchian, e montou um time de estrelas, contratando os argentinos Carlito Tevez, Javier Mascherano e Sebá Domingues, além dos badalados Carlos Alberto, Roger e Nilmar. O técnico assumiu como interino, mas logo caiu no gosto da torcida e conseguiu uma série de bons resultados. Como ex-jogador, conseguiu unir um grupo que tinha fama de turbulento.Recebeu o comando na posição intermediária da tabela e alcançou 15 vitórias em 23 jogos - 71% de aproveitamento no Brasileiro. Foi demitido no vestiário, antes de um jogo contra o Flamengo, no qual seu time venceu por 3 a 1, e acabou substituído por Antônio Lopes, o comandante na reta final do título (relembre no vídeo acima). Bittencourt relembra o caso com frieza e diz que foi dispensado devido à inexperiência. Em 2005, como treinador, ganhei tudo. E daí? O time precisava de um medalhão, um nome conhecido por causa do alto investimento. Eu deixei o time na liderança, e acabamos sendo campeões no sufoco.

Jogos em 2005 Brasileiro = 23 jogos, 15 vitórias, 4 empates e 4 derrotas, 51 Gols para o e 33 contra

Sul-americana = 3 jogos, 1 vitória, 2 empates, 0 derrota, 3 gols para o e 1 contra

Paulistão = 1 jogo, 1 vitória, 0 empate, 6 gols para o e 1 contra

2.080 visualizações e 79 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico