Marcelinho Carioca: 'Não trabalho no Corinthians pela vaidade dos dirigentes'

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Não #4.211 @naocai em 16/11/2018 às 11:16

Estava vendo a reprise do Bola da Vez com o Marcelinho e ele disse que trabalharia no Corinthians e que poderia ajudar Jadson e outros atletas, até os da base, a melhorarem as jogadas de bola parada.

Só disse que não é convidado porque quando chega no Corinthians é muito assediado e os dirigentes tem medo de ele se candidatar a ser presidente ou algum cargo dentro do clube.

Ele falou que não haveria esse risco, porque não é sócio. Então é só por vaidade dos nossos dirigentes que o maior batedor de faltas da história do futebol sem exagero não ajuda o Corinthians hoje.

Ele não se elegeu deputado e agora vai tentar ser jornalista esportivo.

3.260 visualizações e 69 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Cleder Rogerio Maximo #90 @timao01 em 16/11/2018 às 11:21

É meu ídolo, mas na boa, ele não é a melhor pessoa pra falar em vaidade Rsrs

Nelson Medeiros #5.014 @nelton em 16/11/2018 às 16:48

Taí um cara que poderia fazer parte da comissão.

Função: ensinar como bater na bola nos escanteios e faltas. Sem dúvida irá melhorar esse nível fraquissimo de hoje.

Últimas respostas

All Colatra #79 @all.colatra em 17/11/2018 às 13:03

Também processou o clube e saiu na marra para um rival, voltou ao Corinthians somente para não ter de pagar já que havia perdido na justiça, e saiu novamente do clube após arrumar confusão recebendo mais um bom dinheiro do Corinthians, então falar para fazer média é fácil, difícil é ter atitudes condizentes com esse 'amor' todo

Gabriel #7808 @gabrielcamisa12 em 16/11/2018 às 17:29

" "

Será? Ele é corinthiano declarado, fez tatuagem e sempre se declara. Bom, é sua opinião, eu acho que seria muito bem vindo

Publicidade

Abner Rogerio #346 @bininho em 17/11/2018 às 09:02

Acredito no ser humano e ele pode ter melhorado a sua conduta...mas pelo seu passado...fica difícil separar o pé de anjo...do falso profeta e traíra que diziam que era.

Foi o maior jogador da história do Corinthians.

Luiz Oripes Robim Filho #5.647 @luiz.oripes.robim.fi em 17/11/2018 às 08:48

Não sei porque o Corinthians e nem um outro time chamou o pé de anjo para treinar a garotada os jogadores que tem algum talento

Vagner Ferreira #14.487 @vagner.ferreira6 em 17/11/2018 às 08:40

E se convidarem ele para ensinar a bater faltas e começar a se destacar? Rsrs... Com esse meio campo fraco isso não seria impossível...

Mr Freeze #1.748 @mr.freeze em 17/11/2018 às 08:31

E ele é qualificado em que pra trabalhar no clube?

Leonardo Fagundes #4.864 @leonardo.fagundes em 17/11/2018 às 08:24

Monstro sagrado

Paulo Inacio #452 @pspi01 em 17/11/2018 às 07:31

Professor de falta, deputado, jornalista, tá dando tiro pra todo lado! Mas na boa, uma vaguinha pra ensinar a molecada acho que rolava sim, já ajudar o Jadson, com 35 nas costas, conforme fala a reportagem é meio tarde né?

Marcelino Ferreira #11.115 @marcelino.ferreira2 em 17/11/2018 às 06:59

Esse também não dá para acreditar em uma palavra que ele fala.

Nilson Matheus Kawakami #204 @nilsonjp em 17/11/2018 às 06:43

Pior que estão precisando, pois nem jogadas ensaiadas temos!

Josias Rizzi Filho #10.125 @josias.rizzi.filho em 17/11/2018 às 06:12

Marcelinho como jogador foi muito bom para o Timão agora como dirigente meu querido não da não, você já arrumou muita confusão entre os proprios jogadores do Timão. Que ser dirigente monte uma escolinha e dirija ela, começe lá de baixo e ensina a garotada a bater na bola e depois, que os meninos estiverem prontos leve até os dirigentes do Timão, e ganhe algum dinheiro trabalhe deste modo, peça a sabedoria de deus e ele vai te ajudar - mas no Timão não - a biblia diz há um tempo determinado para todas as coisas e no Timão o seu tempo já terminou, como um grande atleta que foi e deu muitas alegrias para nos torcedores. Vigia e ora e que deus te abençoe. Abraços