A arena é sim PAGÁVEL

Fórum do Corinthians
Tópico Épico Entenda as regras

Adriano #33 @adrianer em 17/11/2018 às 17:11

O clube tem todas condições de pagar a Arena.

O que faz ser impagável, é com essa diretoria corrupta e amadora.

Com uma diretoria profissional e honesta a arena é pagável, pena que não temos essa diretoria.

1.200 visualizações e 35 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhor resposta

Worst Lion #2.441 @worst.lion em 17/11/2018 às 18:38

A engenharia financeira da Arena já foi feita de forma super otimista. Muitos Cs para que o modelo de negócio fosse viável. Se vender o NR, os camarotes, as CID's.

Se a economia do pais não usar

Ou seja! Se partiu de um projeto que deveria custar por volta de 400 milhões, para uma Arena de Abertura de Copa do Mundo com custo superior ao dobro na época, baseando-se em um otimismo exagerado.

Hoje não temos o NR, não foram emitidos todos os 420 milhões das CID's e nem sequer negociados o que já foi emitido.

Um empréstimo que faz com que toda a arrecadação da Arena (que também foi um projeto errado, pois não é uma Arena multiuso) sugue toda a arrecadação de bilheteria do futebol. E ainda existe a dívida referente a Odebrecht que também buscou linha de crédito junto ao BNDES. Sem contar a tal liquidação de contas com as diferenças do projeto e da execução. Ou seja. É pagável? Até é desde de que com gente profissional, competente, séria e honesta fazendo essa gestão (não é o caso atual).

Últimas respostas

Daniel Santana #2.028 @daniel.santana2 em 18/11/2018 às 00:20

Sem dúvida.

Publicidade

Paulo Eduardo Rocha #2.689 @paulo79 em 17/11/2018 às 23:57

Já estamos pagando!

Os quase 300 milhões de reais de renda que Arena acumulou desde o início, foi utilizado para pagamento de despesas do estádio, impostos e prestações do financiamento.

Vai Corinthians!

Roger Lozada #200 @rogerlozada em 17/11/2018 às 22:12

Melhor ano de arrecadamento o time conseguiu 48 milhões líquidos.O pagamento por ano está em 60 milhões, ou seja, 5 milhões por mês.Com a estratégia de hoje só com bilheteria não paga.
Ou refinancia ou coloca grana do clube.

Alex #20 @alexbahu em 17/11/2018 às 17:39

" "

Irmão,

São quase 2mi por jogo, tem como não ser pagável?

Roger Lozada #200 @rogerlozada em 17/11/2018 às 22:10

O arrecadamento da Pacaembu era ridículo, nunca dependemos da bilheteria para montar nossos times.
A prestação da arena hoje está em 5 milhões, impagável, agora se refinanciar para pagar uns 3 milhões por mês e aumentar o tempo para pagamento, conseguimos pagar a arena sim.

ADEMIR #195 @infante em 17/11/2018 às 18:20

" "

Concordo que a diretoria é corrupta e incompetente.

Discordo que a Arena seja pagável.

O clube não vive sem a renda dos jogos, o que aumenta a dívida e, consequentemente, diminui a capacidade de pagar as parcelas, isto somado aos juros exorbitantes praticados no Brasil. É completamente impagável e vai falir o clube de vez.

Roger Lozada #200 @rogerlozada em 17/11/2018 às 22:07

Tem que refinanciar, deixar de pagar 5 milhões por mês e pagar no máximo 3 milhões, assim a própria arena se paga.

Rodrigo #1703 @rodrigo.albuquerque4 em 17/11/2018 às 21:23

" "

Vou falar mais a arena é impagável.

- Primeiro, se fosse usar a ideia de montar times de baixo custo pra tentar pagar ainda não conseguiria, porque times medianos não atraem público, a arena depende de bilheteria, ou seja time ruim = pouca bilheteria o que ainda deixaria inviável o pagamento.

Roger Lozada #200 @rogerlozada em 17/11/2018 às 22:06

Como não está pagando se j saiu até grana do clube para pagar? Se essa arena fosse de graça estaríamos nadando em dinheiro com 48 milhões de arrecadação líquida no ano passado.

PAULO #985 @negrotipoa em 17/11/2018 às 21:36

" "

Na moral vocês acreditam mesmo que alguém está pagando por Arena? O Marcelo Odebrecht declarou em delação que o estádio foi um presente ao ex presidente da republica, aquela mesmo preso em Curitiba que torce para o Vasco e da noite para o dia virou o mais fanatico Corinthiano e que eu nunca ví no estádio nem nos bons e nem nos maus momentos. Agora a pergunta que não quer calar presente se paga?

Roger Lozada #200 @rogerlozada em 17/11/2018 às 22:05

É viável mas não da forma como está o financiamento atual.

5 milhões por mês é muito dinheiro, da 60 milhões ao ano e se não me engano o máximo que conseguimos arrecadar até agora foi 48 milhões líquidos por ano.Dessa forma, a conta não fecha.

Tem que refinanciar a arena para pagar uns 3 milhões por mês e aumentar o tempo de financiamento.

Paulo Lopes Borges #985 @negrotipoa em 17/11/2018 às 21:36

Na moral vocês acreditam mesmo que alguém está pagando por Arena? O Marcelo Odebrecht declarou em delação que o estádio foi um presente ao ex presidente da republica, aquela mesmo preso em Curitiba que torce para o Vasco e da noite para o dia virou o mais fanatico Corinthiano e que eu nunca ví no estádio nem nos bons e nem nos maus momentos. Agora a pergunta que não quer calar presente se paga?

Geraldo José Do Amaral Gentile #4.562 @geraldo.jose.do.amar em 17/11/2018 às 21:25

A dívida não é de R$ 2 bilhões. Este é o valor com os juros capitalizados e incorporados pelos próximos 12 anos.

Temos mais de R$ 550 milhões de CIDs para vender.

O único financiamento feito pelo SCCP foi com o BNDES via Caixa Econômica.

O clube está com o caixa apertado em razão dos gastos efetuados na Arena extra-contratos, como por exemplo, com a adaptação dela pós-Copa (R$ 85 milhões) e com os gastos suportados extra-Arena (Dutos da Petrobrás R$ 8 milhões (em 2012), Alvarás de Construção e licenças (R$ 5,5 milhões (2012) e Contrapartidas Sociais (R$ 12 milhões).

Além disso tivemos de pagar R$ 45 milhões de impostos de uma só vez e sem parcelamento para recebermos o financiamento.

Somando, os investimentos superam R$ 155 milhões.

Tudo isso com uma má administração, corrupção endêmica e outras cositas mas, levaram o clube a um fluxo de caixa negativo.

Nicolas Menezes #6.584 @nicolas.menezes1 em 17/11/2018 às 21:23

Não é tão simples assim mano, o problema do Corinthians que o estádio foi construído pela Odebrecht, ninguém quer vincular seu nome ao clube até que o estádio saia da reta na operação Lava-Jato.